mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

A intolerância na atualidade

Ana Maria Logatti Tositto

Vivemos tempos de transição e avanço tecnológico em que presenciamos grandes mudanças de valores. Como consequência, observamos uma série de problemas nas relações interpessoais.

Você já presenciou uma situação em que alguém foi agressivo com outro por causa de uma opinião diferente? Ou já se sentiu hostilizado por pensar ou por agir diferente? Esses são exemplos de casos de intolerância. E, em uma sociedade tão polarizada, falar sobre isso é importantíssimo. Tendo em vista isso, neste artigo, iremos falar sobre a definição de intolerância e discutir como lidar com alguém intolerante.

Pessoas intolerantes apresentam dificuldades em aceitar pensamento, sentimento e comportamento diferentes. Dessa forma, eles têm dificuldade em aceitar que outras pessoas tenham diferentes visões e filosofias. Com isso, eles se afastam do diferente.

As atitudes de intolerância mais comuns de uma pessoa são:

  • Fanatismo - pessoas intolerantes defendem suas crenças e posturas, seja na questão política, religiosa, espiritual ou no tocante às suas convicções particulares. Alguém assim é incapaz de falar sem adotar pensamentos extremistas.
  • Rigidez psicológica - pessoas intolerantes rejeitam o que é diferente, ou seja, elas são rígidas em sua psicologia e pensamentos. Dessa forma, elas têm dificuldade em aceitar que outras pessoas tenham diferentes visões e filosofias. Com isso, eles se afastam do diferente.
  • Seguem rotina rígidas - pessoas intolerantes não gostam de nada inesperado ou espontâneo. Elas se agarram aos hábitos, sendo que apenas o que já seja conhecido lhes oferece segurança e tranquilidade. Caso contrário, essas pessoas se desequilibram e se estressam facilmente.
  • Relações sociais difíceis - como resultado da falta de empatia, o intolerante pode ter muitos problemas sociais. Afinal, ele se sente obrigado a dominar, corrigir e impor seu ponto de vista. Com isso, as relações se tornam difíceis e penosas.
  • Ciúmes e inveja - o sentimento de intolerância não deixa espaço para a aceitação e felicidade pelo sucesso do outro. Ainda mais se esse outro apresentar divergência de opiniões. Afinal, como falamos, o intolerante vê o outro como alguém inferior, indigno. Além disso, as conquistas do outro parecem causar mal-estar e ansiedade. A pessoa chega a considerar o mundo um lugar injusto.

Dicas para lidar com pessoas intolerantes: Durante toda a nossa vida nós teremos de lidar com pessoas intolerantes. Por esse motivo, é indispensável aprender a lidar com elas. Pensando nisso, listamos quatro dicas que podem te ajudar nessa situação.

Saiba se retirar

Pessoas intolerantes têm relacionamentos difíceis. Geralmente, eles acabam por criar situações conflituosas, tornando-se pessoas ofensivas, agressivas e perigosas. Assim, é muito importante você não aceitar esse tipo de relação. Dessa forma, você deve se retirar desse convívio, conversa ou situação. Porém, é importante que a retirada seja feita de modo a não agravar a situação. Ou seja, você deve fazê-la com delicadeza e elegância. Tendo isso em vista, se você não consegue se posicionar e dar um basta, procure ajuda. Afinal, pode ser algum bloqueio pessoal a razão de estar dando continuidade a um relacionamento ruim.

Saiba qual o seu limite

Conviver com alguém intolerante exige que você conheça quem é essa pessoa, mas também quais são os seus próprios limites. Isso é importante, porque você precisa entender até onde consegue aceitar sem que isso te prejudique. Nesse sentido, a ajuda de um psicólogo ou psicanalista pode ser bastante útil para o seu autoconhecimento. Seja sincero contigo e não force a aceitar o que não te fará bem.

Seja compreensivo

Tente ser compreensivo e busque entender que talvez a pessoa difícil possa estar passando por problemas, ou ainda, pode ser assim por consequência de problemas psicológicos mal resolvidos. É importante respeitar e buscar compreender essas situações. Porém, isso não quer dizer que você deva concordar com o comportamento delas.

Resista aos confrontos

As pessoas intolerantes sentem prazer em provocar aos outros. Evite ao máximo em se envolver em discussões com essas pessoas. Embora seja muito difícil, é preciso tomar cuidado com a maneira que você fala ou se posiciona. Não o deixe achar que você está intimidado ou que quer discutir. Essa pessoa deseja te intimidar e inferiorizar. Não permita que ela sinta que pode fazer isso.

E, não se esqueça, é mais fácil reconhecer a intolerância no outro do que em si mesmo. Assim, se as pessoas têm reclamado de você e da sua postura, é bom se questionar. Fazer psicoterapia pode ser um grande investimento no seu autoconhecimento em tempos tão difíceis das pessoas se relacionarem.

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /cop/artigos/intolerancia-na-atualidade/