[ mostrar mensagem ]

Comunicado: Prorrogação da suspensão das aulas (COVID-19) - 26/03/2020

A Reitoria desta Universidade resolve:

Renovar a suspensão de todas as atividades teóricas e práticas dos cursos presenciais, estendendo-a para até o dia 11 de abril de 2020, com exceção do Internato do Curso de Medicina, Módulo 12, pois, a pedido do Ministro da Saúde tais estudantes deverão estar em prontidão.

Clique aqui e leia na íntegra o comunicado oficial da reitoria da Instituição.

[ ocultar ]

[ mostrar mensagem ]

Comunicado: Orientação do Procon referente a mensalidade de escolas (COVID-19) - 21/03/2020

Prezados alunos,

Procon orienta que mensalidade de escolas sejam pagas mesmo durante suspensão das aulas por causa do coronavírus.

Clique aqui e confira a reportagem na integra.

[ ocultar ]

[ mostrar mensagem ]

Comunicado - Suspensão das atividades do internato médico (COVID-19) - 19/03/2020

A Reitoria desta Universidade resolve:

1. Suspender todas as atividades do Internato Médico dos Módulos 9, 10 e 11, por 10 (dez) dias prorrogáveis, a partir de segunda-feira dia 23/03/2020, com plano de reposição para cada dia letivo.

2. Manter as atividades do Internato do Módulo 12, recomendando que os internos possam ser recrutados para áreas de maiores demandas dentro ou fora do Hospital de Ensino, se assim for necessário.

Clique aqui e leia na íntegra o comunicado oficial da reitoria da Instituição.

[ ocultar ]

[ mostrar mensagem ]

Nota sobre atividades domiciliares (COVID-19) - 17/03/2020

Em virtude da excepcional suspensão temporária das aulas, serão apresentadas aos estudantes atividades pedagógicas em regime especial de exercícios domiciliares, que permitirão a continuidade das atividades acadêmicas, fundamentados em determinações do MEC para esse momento.

Portanto, a partir da próxima semana, cada Coordenador de Curso enviará a seus alunos todas as informações necessárias à implementação das atividades domiciliares.

Clique aqui e leia na íntegra a nota oficial da reitoria da Instituição.

[ ocultar ]

[ mostrar mensagem ]

Comunicado Urgente - Suspensão das aulas (COVID-19) - 16/03/2020

O posicionamento da Uniara frente às medidas preventivas sobre a pandemia COVID-19 está baseado nas evidências que nos vem sendo trazidas pelos órgãos de controle de saúde governamentais. As autoridades da Saúde preconizam que a suspensão de atividades coletivas é a melhor alternativa para “achatar” a curva epidemiológica da contaminação.

Assim sendo, a Uniara informa que todas as atividades teóricas e práticas dos cursos presenciais estão suspensas do dia 16/03/2020 ao dia 28/03/2020, com exceção dos estágios do 4º ano do Curso de Enfermagem e o Internato do Curso de Medicina, pois, tais profissionais, a pedido do Ministro da Saúde, deverão estar em prontidão.

Clique aqui e leia na íntegra o comunicado oficial da reitoria da Instituição.

[ ocultar ]

UNIARA

Estrutura familiar como suporte para o bom desempenho da escolha profissional

Ana Cristina Alves Lima

As necessidades universais do ser humano em pesquisar, descobrir, elaborar, ser apoiado, criativo e de formar-se, fazem parte do processo educativo. A educação é uma atividade criadora, que tem por objetivo levar o ser humano ao desenvolvimento de suas potencialidades físicas, intelectuais, morais, sociais e, até mesmo, espirituais. Quando falamos em educação, facilmente pensamos na escola como a principal responsável por essa orientação. Ela não é a única responsável pela formação do indivíduo, os pais são os responsáveis pelas primeiras aprendizagens que acontecem no ambiente familiar.

O período educativo do ser humano, no qual a educação mais se intensifica e se apresenta de forma sistematizada é na infância e adolescência. As primeiras aprendizagens acontecem no seio familiar e depois outros grupos de referência também contribuem para o processo educativo e formativo do ser humano. Assim, tanto família sociedade, bem como a escola formal, influenciam tanto de forma positiva quanto negativa na formação educativa do indivíduo. A educação é, sem dúvida, um dos direitos fundamentais do homem. Dewey (1971), por exemplo, já dizia que a educação não é uma preparação para a vida, mas a vida em si. Ela pode ser considerada uma realização humana, que proporciona a oportunidade de descobertas, e que com elas se ajuste e sinta-se feliz, seja útil a si e à sociedade.

A educação, tanto na escola quanto na família, deve estar alicerçada numa filosofia de vida que deve coincidir para que haja coerência no processo educativo. A escolha da escola deve ser pautada em conceitos importantes que a família deve elencar como prioridade de aprendizagem para seus filhos.

O psicanalista Ivan Capelatto, em uma palestra sobre responsabilidade (disponível aqui), enfatiza o papel dos pais no suporte aos filhos, para que cresçam responsáveis por seus atos. Todo o cuidado com bebê nos primeiros anos de vida é fundamental para que ele se sinta amparado e apoiado. A frequência, constância no cuidado e no afeto, possibilitam o desenvolvimento de instâncias psíquicas para o funcionamento saudável do indivíduo. E a consequência de todo esse cuidado é a noção de responsabilidade.

A educação valoriza o homem, que tem como uma das mais importantes características poder aprender, educar-se, adquirir novos conhecimentos e progredir. Todo indivíduo tem valiosa capacidade de refletir sobre si mesmo, de autoanalisar-se e querer ou não aprimorar-se. Características da personalidade trazem em si anseios e angústias que variam de pessoa para pessoa, que por sua vez irão influenciar os planos, ideais e até atitudes que levam o ser humano a buscar respostas para suas interrogações e incertezas, que em algum momento da vida necessitam ser respondidas.

As responsabilidades por suas escolhas e direção futura de sua vida entram em jogo na adolescência. O processo de orientação profissional pode ser um momento estratégico, no qual o indivíduo irá acessar as capacidades desenvolvidas ao longo da vida. Essa orientação, em cooperação com a família e sociedade, deve se basear no planejamento e aconselhamento, levando em conta as experiências, afazeres, atividades extracurriculares do aluno, bem como sua situação socioeconômica.

Segundo Bock (2008, p 314), a orientação profissional “é um momento de conflito, mas não exclusivo na construção de um futuro”. Não se pode negar que o jovem tem responsabilidade por essa escolha, mas a sociedade, nesse sistema capitalista no qual vivemos, faz crer que o destino dos jovens está apenas em suas mãos. Será?

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /cop/artigos/estrutura-familiar-como-suporte/