Notícias

NEEA e NUPEDOR da Uniara promovem oficina de galinheiro móvel para assentados do Bela Vista

Publicado em: 14/12/2018

Na última segunda-feira, dia 10 de dezembro, o Núcleo de Estudo e Extensão em Agroecologia – NEEA e o Núcleo de Pesquisa e Documentação Rural – NUPEDOR da Universidade de Araraquara – Uniara promoveram uma oficina com produtores do assentamento Bela Vista, para ensiná-los a fazerem um galinheiro móvel, “com foco em controle de caramujos, percevejos, ciclagem de nutrientes e renovação do canteiro, em parceria com a Universidade Federal de São Carlos – UFSCar, campus Buri”, de acordo com o professor Osvaldo Aly Junior, integrante dos núcleos.

Outro membro do NEEA e do NUPEDOR, Cesar Giordano, conta que a atividade foi realizada devido a uma demanda de um dos agricultores de produção orgânica do assentamento, inserido na Organização de Controle Social - OCS que o grupo acompanha. “A ideia surgiu por meio de alunos da graduação de Biologia da Uniara, em uma aula prática do curso de agroecologia que tiveram, no local, com o professor Manoel Baltasar Baptista da Costa. Na ocasião, o agricultor comentou que estava tendo problemas com infestação de caramujos na horta orgânica, o que, nesta época, é muito comum acontecer. Ele estava perdendo muita produção vegetal, principalmente alface, rúcula e outros e, a partir disso, resolvemos fazer a oficina de construção do galinheiro móvel, visando à integração de produção vegetal com a produção animal”, explica.

Ele comenta que o galinheiro móvel é uma tecnologia agroecológica chamada trator de galinhas. “Consiste em uma estrutura dentro da qual colocamos as aves, por poucas horas do dia, apenas para se alimentarem dos caramujos que estão trazendo problemas para o agricultor. As galinhas, além de se saciarem e acabarem com o problema da praga, ciscam e adubam os canteiros, promovendo um processo de renovação daquele espaço onde estão comendo. É a academia, por meio de pesquisas, aplicando conhecimentos na prática para a comunidade, com uma tecnologia adaptada e apropriada, que traz diversos benefícios”, destaca.

Aly Junior comenta que a prática é uma alternativa de baixo custo de investimento para quem a adota. “Além disso, vários assentados tiveram a experiência de trabalhar integrados, de modo que aproveitaram uma instalação já existente na unidade, o que permite compatibilizar sistemas produtivos agrícolas diversificados com a produção de aves semiconfinadas, pois aproveita-se a produção com base para a alimentação das aves, em um sistema semi-intensivo”, completa.

Outro ponto mencionado pelo docente é que a atividade valoriza um sistema produtivo que trabalha com alimentação mais saudável, “com menor ou nenhum uso de agrotóxico”. “Você faz o controle da infestação de caramujos usando as galinhas para isso, sem ter que aplicar venenos”, diz.

O docente lembra que a ação fortalece o vínculo da Uniara com a comunidade local, “ou seja, a universidade dá um retorno do ponto de vista do apoio ao desenvolvimento humano, tecnológico e material dos agricultores familiares da região, desenvolvendo tecnologias e dando assistência técnica”. “Tudo isso fortalece a rede de parcerias entre o PPG-DTMA e outros centros universitários do estado de São Paulo. No caso, isso foi feito em parceria com a UFSCar”, comenta.

Aly Junior informa que a oficina será ministrada novamente no dia 21 de janeiro de 2019, no Núcleo 4 do assentamento Monte Alegre. “E uma outra será para alunos da Uniara, no final de fevereiro ou começo de março, na fazenda-escola da instituição, onde criaremos uma unidade demonstrativa da capacitação”, finaliza.

Giordano faz questão de agradecer a coordenadora do NEEA e do NUPEDOR, Vera Lúcia Silveira Botta Ferrante, “que viabilizou a oficina, que contou com a participação de alunos de pós-graduação, dos núcleos e de agricultores familiares do assentamento”.

Informações sobre o NEEA e o NUPEDOR da Uniara podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.

Últimas notícias:

Busca

Assessoria de imprensa
assimprensa@uniara.com.br
16 3301 7142
Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /