/cursos/presencial/mestrado/desenvolvimento-territorial-e-meio-ambiente/ 433 2 Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente Mestrado

Formação: Acadêmico

Conceito CAPES: 4

Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente

Apresentação

Objetivos

O programa de Pós-Graduação (Mestrado Stricto Sensu) em Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente da Uniara tem caráter multidisciplinar. Procura oferecer uma formação de alto nível que permita ao aluno desenvolver a sensibilidade e os instrumentos necessários para o enfrentamento de grandes questões do mundo atual.

O objetivo principal do programa é consolidar seu papel como centro produtor de pesquisa e de conhecimento voltado à discussão interdisciplinar e contextual do processo de desenvolvimento regional frente às questões ambientais. O caráter inovador da proposta está relacionado ao desafio de compreender e intervir no processo de transformação que afeta as distintas dimensões de organização social. Assim, contribui para a formação de um profissional com visão sistêmica e ética, com compreensão multidimensional do processo de desenvolvimento regional e domínio de instrumentos conceituais e metodológicos essenciais para o planejamento e gestão de instituições públicas e privadas. Esse perfil caminha ao encontro das necessidades atuais de reorientação das políticas públicas e das estratégias empresariais.

Coordenadora

Profª. Drª. Vera Lúcia Silveira Botta Ferrante

O Tema do Mestrado e a Proposta de Atuação

O tema do Mestrado - Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente -, pensado como um campo da multidisciplinaridade em direção a um conhecimento interdisciplinar, envolve o domínio de várias áreas do conhecimento. Uma agenda de pesquisa contendo temas e problemas da relação Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente não tem como suporte abordagens isoladas, nos diversos campos da ciência e da tecnologia, mas exige esforços interdisciplinares dentro de uma visão sistêmica e integrada. A proposta deste mestrado levou em conta que a questão ambiental impôs ao conjunto das ciências temas para os quais elas não estavam anteriormente preparadas e para cujo enfrentamento são obrigadas a reformular, muitas vezes, princípios de sua organização interna. Estudar a relação desenvolvimento regional e meio ambiente hoje significa:

  • investigar os impactos das políticas nacionais e estaduais sobre os municípios e as regiões;
  • analisar a contribuição das políticas locais/regionais para o desenvolvimento socioeconômico da perspectiva da sustentabilidade;
  • observar os papéis exercidos pelos agentes significativos nos municípios e regiões;
  • caracterizar e analisar o processo de ocupação do território e suas consequências para o ambiente, investigando fatores que impactam recursos hídricos superficiais e subterrâneos;
  • analisar o tratamento de resíduos sólidos e processos de contaminação nas áreas da saúde e em outras dimensões da vida social;
  • investigar de que forma as empresas de bens e serviços internalizam questões ambientais e sociais demandadas pela sociedade;
  • caracterizar e analisar ações em educação ambiental como um processo crítico, questionador das bases econômicas, sociais e políticas.

Histórico

A proposta de um mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente, com área de concentração em Dinâmica Regional e Alternativas de Sustentabilidade, apresenta-se para a Instituição como uma perspectiva concreta de associar a experiência consolidada da graduação em diferentes áreas do conhecimento ao desafio de se firmar como centro produtor de pesquisas e de conhecimento voltados ao processo de desenvolvimento regional. Cabe destacar como fio condutor deste histórico a forte relação da Instituição com a cidade e com a região, de onde provém a maior parte de seus alunos e na qual a Uniara, através de sua política de pesquisa e extensão, tem ocupado importantes espaços.

A Instituição iniciou suas atividades no ano de 1943. Em 1968, teve autorização para dar início ao funcionamento da Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas de Araraquara, inaugurando uma nova etapa em sua trajetória institucional, a qual se ampliou nas décadas seguintes. Em 1997, através do decreto publicado no Diário Oficial da União nº 220 (secção I, pág. 26155, 13/11/97), foi credenciada como Centro Universitário de Araraquara, o que lhe impôs novas perspectivas de crescimento qualificado, dentre as quais se coloca a proposta do mestrado. Atualmente a Instituição conta com quatro Departamentos - Ciências da Administração e Tecnologia, Ciências Jurídicas, Ciências Humanas e Sociais, Ciências Exatas e Naturais - e mantém mais de 30 cursos de ensino superior aprovados pelo MEC. No presente, a Uniara conta com mais de 6 mil alunos de graduação e pós-graduação, a grande maioria da cidade e da região, e cerca de 300 docentes - 70% deles com titulação (mestres e doutores).

A expansão dos cursos de graduação não se fez em prejuízo da qualidade. Ao longo do processo de criação de novos cursos, foi possível consolidar a forte ligação da Uniara com a comunidade, expressa por meio de programas de extensão e prestação de serviços relacionados aos seus cursos de graduação e integrados aos rumos do desenvolvimento local e regional.

No âmbito da pesquisa na graduação, constata-se a transição de iniciativas isoladas para uma política de pesquisa, a qual tem, na criação da Coordenação de Iniciação Científica em 1999, um marco significativo.

Os recursos para que as atividades se efetivem são provenientes do Fundo de Desenvolvimento à Pesquisa do Centro Universitário de Araraquara - Uniara, que destina 2% de sua receita para as atividades de pesquisa, quantia igualmente repassada pela Fundação Nacional de Desenvolvimento do Ensino Superior Particular - FUNADESP - aos pesquisadores através de bolsas-produtividade.

A implantação do Centro Integrado de Pesquisa no ano de 2004 e sua consolidação no ano de 2005 representam um marco institucional, reflexo direto da recomendação pela CAPES e das atividades de pesquisa desenvolvidas pelo programa de mestrado, na organização e consolidação de uma política de pesquisa para a Uniara. Destacam-se as atividades relacionadas à identificação e organização em grupos temáticos dos projetos que vinham sendo desenvolvidos de forma isolada por professores dos diferentes cursos de graduação. Outra atividade importante desse centro é o incentivo ao desenvolvimento da pesquisa por docente da graduação, por meio de seleção e avaliação de projetos para serem financiados pela Instituição, via FUNADESP, e pela bolsa de iniciação científica institucional - PIBIC, via CNPq. Outros pontos de destaque foram o credenciamento da Uniara obtido junto ao CNPq no Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil e organização de uma proposta PET (Programa Especial de Treinamento) submetida à avaliação da CAPES.

Histórico da Proposta

A proposta de mestrado submetida à avaliação da Capes em 2003 é o primeiro curso de pós-graduação Strictu Senso da Uniara. Cabe ressaltar que o curso teve início em março de 2000 e, ao longo destes sete anos, sua proposta vem sendo mantida e aperfeiçoada. A grande demanda e o excelente nível dos candidatos é um bom termômetro da adequação da proposta do mestrado às necessidades regionais, das empresas e Instituições de ensino superior. A afirmação da importância do estudo das temáticas regionais envolvidas na proposta do programa vem se expressando tanto nos projetos dos docentes quanto nas dissertações apresentadas e se revela, também, pelos dados colhidos junto aos egressos do programa, os quais evidenciam significativo avanço acadêmico. A partir das discussões e observações feitas pelos Consultores da CAPES, durante a primeira visita prévia (2001), a proposta foi reorganizada com o objetivo de dar maior sustentação à construção de interfaces entre as áreas nucleares da pós-graduação.

O Programa de Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente é regido por seu Regulamento Geral aprovado pelo CONSEP, pela Coordenadoria de Avaliação de Pessoal Docente CAPES e registrado no Ministério de Educação e Cultura MEC.

A relação entre a área de concentração e as linhas de pesquisas vem sendo constantemente aprofundada e, nesse sentido, ganhou mais organicidade com o amadurecimento da pesquisa e com a proposta de reformulações na grade curricular que foram implementadas em 2007 e tiveram continuidade em 2008 e 2009. Já foram realizadas mais de 116 defesas de dissertações.

Corpo Docente

Coordenadora do Programa

Prof.ª Dr.ª Vera Lucia S. Bota Ferrante

Formação

  • Graduação: Ciências Sociais - UNESP (1966);
  • Doutorado: Sociologia - UNESP (1974);
  • Livre-Docência: Sociologia - UNESP (1992).

Linhas de Pesquisa no Mestrado

  • Gestão do Território;
  • Políticas Públicas e Desenvolvimento.

Áreas de Interesse

Assentamentos Rurais e Poder Local; Movimentos Sociais; Políticas de enfrentamento à inclusão social; Redes de cooperação e segurança alimentar; Programas municipais e pequenos produtores/assentados.

Informações Adicionais

  • Pesquisadora do CNPq;
  • Professora Titular do Departamento de Sociologia - FCL/UNESP, campus Araraquara (1998);
  • Coordenadora do Mestrado em Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente (2000).

Contato

vbotta@techs.com.br

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/7454508605039228


Vice-Coordenadora do Programa

Prof.ª Dr.ª Helena Carvalho de Lorenzo

Formação

  • Graduação: Ciências Sociais - UNESP Araraquara (1965-1969);
  • Mestrado: Ciências Sociais - FFLCH - USP (1970-1979);
  • Especialização: Economia - curso de Doutorado em Economia do Instituto de Economia - Unicamp (1981-1986);
  • Doutorado: Geografia Organização do Espaço. Instituto de Geociências e Ciências Exatas - UNESP Rio Claro.

Linhas de Pesquisa no Mestrado

  • Gestão do Território;
  • Políticas Públicas e Desenvolvimento.

Áreas de Interesse

Desenvolvimento Econômico e Economia Regional; Políticas Públicas e Desenvolvimento; Sistemas Produtivos Locais e Desenvolvimento Regional.

Informações Adicionais

  • Professora aposentada do Departamento de Economia - FCL/UNESP, campus Araraquara;
  • Professora e pesquisadora nas áreas de Economia Brasileira, História Econômica e Economia Regional, Política Econômica e Desenvolvimento do setor de Energia Elétrica no Brasil.

Contato

hclorenzo@uniara.com.br

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/0152644674173077


Docentes

Prof.ª Dr.ª Dulce Consuelo Andreatta Whitaker

Formação

  • Graduação: Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1967);
  • Mestrado: Sociologia pela Universidade de São Paulo (1979);
  • Doutorado: Sociologia da Educação pela Universidade de São Paulo (1984).

Linhas de Pesquisa no Mestrado

  • Gestão do Território;
  • Políticas Públicas e Desenvolvimento.

Áreas de Interesse

Sociologia; Sociologia Rural; Educação; Cultura; Metodologia; Assentamento Rural.

Informações Adicionais

Bolsista de Produtividade em pesquisa do CNPq - Nível 1B.

Contato

marinaldopsicologo@gmail.com

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/5883868106183757

Prof.ª Dr.ª Flávia Cristina Sossae

Formação

  • Graduação: Ciências Biológicas pela UNESP;
  • Mestrado: Botânica pela UNESP;
  • Doutorado: Botânica pela UNESP.

Linhas de Pesquisa no Mestrado

Gestão do Território.

Áreas de Interesse

Educação Ambiental; Botânica; Diagnóstico Ambiental; Áreas de Preservação Permanentes e Degradadas.

Contato

f.sossae@gmail.com

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/8245880046039472

Prof. Dr. Guilherme Rossi Gorni

Formação

  • Ciências Biológicas: Centro Universitário de Araraquara - Uniara (2004);
  • Mestrado: Ciências Biológicas - Comportamento e Biologia Animal - UFJF (2007);
  • Doutorado: Ciências Biológicas - Zoologia - UNESP Rio Claro (2010).

Linhas de Pesquisa no Mestrado

Gestão do Território.

Áreas de Interesse

Indicadores de Qualidade Ambiental; Ecologia de Ambientes Aquáticos; Sistemática de Bioindicadores; Ecotoxicologia Aquática.

Informações Adicionais

Coordenador técnico-científico do Centro de Estudos Ambientais - CEAM.

Contato

grgorni@gmail.com

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/5709556333376897

Prof. Dr. Hildebrando Herrmann

Formação

  • Graduação: Direito pela Mackenzie (1970);
  • Especialização: Legislação Mineral pela UNB (1973);
  • Mestrado: Geociências (Conceito CAPES 6) pela Unicamp (1990);
  • Doutorado: Geociências e Meio Ambiente (Conceito CAPES 4) pela UNESP (1995).

Linhas de Pesquisa no Mestrado

  • Dinâmicas Territoriais, Políticas Públicas e Vulnerabilidade Social;
  • Território e Meio Ambiente.

Áreas de Interesse

Política e Legislação Mineral, Ambiental e de Recursos Hídricos; Políticas Públicas; Direito Urbanístico; Políticas e Legislações Energéticas.

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/0202074906443649

Prof.ª Dr.ª Janaina Florinda Ferri Cintrão

Formação

  • Licenciatura Plena em Ciências Sociais - UNESP Araraquara (1982);
  • Bacharelado em Ciências Sociais - UNESP Araraquara (1983);
  • Licenciatura Plena em Geografia - Associação Educacional de Jales (1984);
  • Mestre em Sociologia - UNESP Araraquara (1990);
  • Doutora em Sociologia - UNESP Araraquara (1999).

Linhas de Pesquisa no Mestrado

  • Gestão do Território;
  • Políticas Públicas e Desenvolvimento.

Áreas de Interesse

Desenvolvimento Sustentável e Qualidade de Vida; Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano; Memória e Meio Ambiente; Educação e Educação Ambiental; Percepção Ambiental.

Contato

jcintrao.mestrado@uniara.com.br

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/6143087792238091

Prof. Dr. José Maria Gusman Ferraz

Formação

  • Graduação: Biologia pela UNESP (1974);
  • Mestrado: Agronomia pela ESALQ/USP (1978);
  • Doutorado: Ecologia pela Unicamp (1985);
  • Pós-Doutorado: Agroecologia pela Universidade de Córdoba (2001).

Linhas de Pesquisa no Mestrado

  • Dinâmicas Territoriais, Políticas Públicas e Vulnerabilidade Social;
  • Território e Meio Ambiente.

Áreas de Interesse

Agroecologia; Educação Ambiental; Indicadores de Sustentabilidade.

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/3851804858390996

Prof. Dr. Leonardo Rios

Formação

  • Licenciatura em Ciências - Habilitação em Biologia: Universidade Federal de Uberlândia - UFU (1989);
  • Mestrado: Ciências da Engenharia Ambiental, Escola de Engenharia de São Carlos - EESC-USP (1993);
  • Doutorado: Ciências da Engenharia Ambiental, Escola de Engenharia de São Carlos - EESC-USP (1999).

Linhas de Pesquisa no Mestrado

  • Gestão do Território;
  • Políticas Públicas e Desenvolvimento.

Áreas de Interesse

Gestão Integrada de Recursos Hídricos; Indicadores Ambientais; Sistema de Informações Geográficas aplicado ao meio ambiente e saúde.

Contato

leomrios@gmail.com

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/2749198523246572

Prof. Dr. Luiz Fernando de Oriani e Paulilo

Formação

  • Graduação: Economia pela Universidade Estadual Paulista (1991);
  • Mestrado: Engenharia de Produção pela Universidade Federal de São Carlos (1994);
  • Doutorado: Economia pelo Instituto de Economia da Unicamp (2000).

Linhas de Pesquisa no Mestrado

Políticas Públicas e Desenvolvimento.

Áreas de Interesse

Redes de Políticas Públicas; Governança Local/Territorial; Gestão e Estudos Organizacionais; Competitividade Agroindustrial; Segurança Alimentar.

Contato

dlfp@power.ufscar.br

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/9919942357089937

Prof. Dr. Luiz Manoel de Moraes Camargo Almeida

Formação

  • Graduação: Engenharia de Produção Agroindustrial - UFSCar (1998);
  • Mestrado: Engenharia de Produção - UFSCar (2002);
  • Doutorado: Sociologia - UNESP (2006);
  • Pós-Doutorado: Políticas Públicas - Engenharia Agrícola - Unicamp (2007).

Linhas de Pesquisa no Mestrado

  • Gestão do Território;
  • Políticas Públicas e Desenvolvimento.

Áreas de Interesse

Gestão Pública e da Produção; Redes de Cooperação; Territórios Produtivos; Movimentos Sociais; Economia Agroindustrial; Sociologia Rural; Políticas de Segurança Alimentar; Assentamentos Rurais e poder local; Programas Municipais e Agricultura Familiar.

Informações Adicionais

  • Pesquisador da FAPESP e CNPQ;
  • Pesquisador do NUPEDOR.

Contato

manoel77@yahoo.com.br

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/5053214724598522

Prof. Dr. Marcus Cesar Avezum Alves de Castro

Formação

  • Engenheiro mecânico formado pela Escola de Engenharia de São Carlos - EESC-USP (1990);
  • Mestrado e Doutorado em Hidráulica e Saneamento (EESC-USP) na área de Resíduos Sólidos (2001).

Linhas de Pesquisa no Mestrado

Gestão do Território.

Áreas de Interesse

Gestão de resíduos sólidos (domiciliares, industriais, entulho e de serviços de saúde); Fontes Alternativas de energia; Aproveitamento energético dos resíduos.

Contato

jumbao@terra.com.br

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/7133895068924551

Prof.ª Dr.ª Maria Lúcia Ribeiro

Formação

  • Bacharel e Licenciada em Química: Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Araraquara (1967-1968);
  • Doutorado: Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Araraquara (1974).

Linhas de Pesquisa no Mestrado

  • Gestão do Território;
  • Políticas Públicas e Desenvolvimento.

Áreas de Interesse

Avaliação da contaminação ambiental por resíduos orgânicos; Avaliação de resíduos de serviços de saúde.

Informações Adicionais

  • Professora nos cursos de graduação de Biomedicina e Farmácia da Uniara;
  • Professora no Programa de Pós-Graduação em Química do Instituto de Química de Araraquara - UNESP.

Contato

mlucia@iq.unesp.br

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/4093825086696897

Prof. Dr. Nemésio Neves Batista Salvador

Formação

  • Graduação: Engenharia Civil pela Universidade de Brasília (1974);
  • Mestrado: Engenharia Hidráulica e Saneamento pela USP (1979);
  • Doutorado: Engenharia Hidráulica e Saneamento pela USP (1990);
  • Pós-Doutorado: Avaliação de Impactos Ambientais pela Oxford Brookes University (1998).

Linhas de Pesquisa no Mestrado

  • Políticas Públicas e Desenvolvimento;
  • Gestão de Território.

Áreas de Interesse

Gestão de Bacias Hidrográficas; Avaliação de Impactos; Segurança Hídrica.

Contato

nemesio.salvador@gmail.com

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/9930582531600560

Prof. Dr. Oriowaldo Queda

Formação

  • Graduação: Engenharia Agronômica: ESALQ/USP (1961);
  • Mestrado: Sociologia Rural - Wisconsin State University/USA (1970);
  • Doutorado: Sociologia Rural - ESALQ/USP (1972);
  • Livre-Docência: Sociologia Rural - ESALQ/USP (1987);
  • Titular: Sociologia Rural ESALQ/USP (1987).

Linhas de Pesquisa no Mestrado

  • Gestão do Território;
  • Políticas Públicas e Desenvolvimento.

Áreas de Interesse

Reforma Agrária/Assentamentos/Desenvolvimento Rural Sustentável; Agricultura Convencional /Agricultura Alternativa: impactos sociais, econômicos e ambientais; Adoção de elementos arbóreos em propriedades rurais.

Informações Adicionais

Professor Aposentado ESALQ/USP desde julho 2003.

Contato

oqueda@esalq.usp.br

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/2772558793021770

Prof.ª Dr.ª Sandra Imaculada Maintinguer

Formação

  • Graduação: Ecologia pela UNESP;
  • Mestrado: Engenharia Hidráulica e Saneamento pela USP;
  • Doutorado: Engenharia Hidráulica e Saneamento pela USP;
  • Pós-Doutorado: Engenharia Hidráulica e Saneamento pela USP.

Linhas de Pesquisa no Mestrado

  • Políticas Públicas e Desenvolvimento;
  • Gestão de Território.

Áreas de Interesse

Bioenergia; Reaproveitamento Bioenergético de Resíduos; Processos Biológicos Anaeróbicos Aplicados ao Tratamento de Resíduos Domésticos e Industriais; Geração de Biogás (Hidrogênio e Metano).

Contato

mainting2008@gmail.com

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/2967035823175406

Prof.ª Dr.ª Vanessa Colombo Corbi

Formação

  • Graduação: Ciências Biológicas pela Universidade Federal de São Carlos (1998);
  • Mestrado: Ecologia e Recursos Naturais pela Universidade Federal de São Carlos (2001);
  • Doutorado: Ciências pela Universidade Federal de São Carlos (2006).

Linhas de Pesquisa no Mestrado

Gestão do Território.

Áreas de Interesse

Gestão Integrada de Recursos Hídricos; Indicadores Ambientais; Gestão Ambiental.

Contato

vanessacolombo25@yahoo.com.br

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/3874684427562129

Prof. Dr. Wilson José Figueiredo Alves Junior

Formação

  • Graduação: Direito pela Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP (1993);
  • Graduação: Licenciatura em Geografia pelo Centro Universitário de Araras - UNIAR (2007);
  • Especialização: Direito Processual Civil pela PUC (1997);
  • Mestrado: Geociências (Conceito CAPES 6) pela Unicamp (2002);
  • Doutorado: Geociências (Conceito CAPES 6) pela Unicamp (2009).

Linhas de Pesquisa no Mestrado

  • Dinâmicas Territoriais, Políticas Públicas e Vulnerabilidade Social;
  • Território e Meio Ambiente.

Áreas de Interesse

Direito Ambiental, Direito dos Recursos Hídricos Superficiais e Subterrâneos; Políticas Públicas Ambientais; Patentes e Recursos da Biodiversidade.

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/3086855952130531

Prof. Dr. Zildo Gallo

Formação

  • Ciências Econômicas - Pontifícia Universidade Católica de Campinas - PUCCamp (1980);
  • Mestrado: Programa de Pós-Graduação em Administração e Política de Recursos Minerais - IG/Unicamp (1995);
  • Doutorado: Programa de Pós-Graduação em Administração e Política de Recursos Minerais - IG/Unicamp (2000).

Linhas de Pesquisa no Mestrado

  • Gestão do Território;
  • Políticas Públicas e Desenvolvimento.

Áreas de Interesse

Gestão de Bacias Hidrográficas; Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente; Políticas Públicas e Desenvolvimento; Economia Solidária.

Contato

zildogallo@ig.com.br

Currículo Lattes

http://lattes.cnpq.br/7469191769672046

Disciplinas

O curso de pós-graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente, nível de mestrado, compreende 900 horas de atividades distribuídas em 4 semestres (com possibilidade de prorrogação de 1 semestre): 2 disciplinas obrigatórias (8 créditos); 3 disciplinas optativas de conteúdo temático, escolhidas em conformidade com a linha de pesquisa e com o objeto de estudo da dissertação de mestrado (12 créditos).

O programa também prevê a realização de atividades obrigatórias integradoras: Seminários de Pesquisa (3 créditos) no 1º ano, Seminários de Dissertação no 2º ano (3 créditos) e Seminários de Integração (quinzenais, nos quatro semestres), proferidos por conferencistas internos e externos ao programa, visando à discussão de temas que contribuam para a pesquisa multidisciplinar. Atividades acadêmico-científicas recomendadas pelo orientador (2 créditos): estudos dirigidos, participação em congressos e seminários com apresentação de trabalhos, publicações de artigos e minicursos complementam a estrutura curricular. A redação e defesa de dissertação correspondem a 30 créditos.

Atividades Nº de Disciplinas Créditos Carga Horária
Total Geral - 60 900
Disciplinas Obrigatórias 2 8 120
Disciplinas Temáticas 3 12 180
Seminários de Pesquisa 1 3 45
Seminários de Dissertação 1 3 45
Seminários de Integração - 2 30
Atividades Programadas - 2 30
Redação e Defesa da Dissertação do Mestrado - 30 450

Linhas de Pesquisa

A área de concentração Dinâmica Regional e Alternativas de Sustentatibilidade está sustentada por duas linhas de pesquisa - Gestão do Território e Políticas Públicas e Desenvolvimento - que se entrecruzam, explicitando a proposta interdisciplinar do curso. Os projetos, apesar de estarem formalmente alocados em uma determinada linha de pesquisa, dialogam com as demais linhas. De um lado, bacia hidrográfica passa a ser uma unidade funcional analiticamente indispensável para a inteligibilidade da gestão do território. De outro, novos espaços públicos são criados a partir da reorganização das atividades da produção de bens e serviços e das estratégias de sustentabilidade que aparecem no enfrentamento à exclusão social. No domínio empresarial, a perspectiva de atuação em ambientes concorrenciais dinâmicos leva à crescente preocupação com problemas ambientais. A perspectiva de um pensamento substantivamente inovador surge de um esforço colaborativo de estudiosos de diferentes disciplinas, o que requer, sem dúvida, liberdade, lucidez e ousadia face ao risco de investir na produção do conhecimento sem instrumentos de controle do seu desfecho possível. A proposta de mestrado enfrenta os desafios da experiência de interdisciplinaridade, sem pretender imprimir ao seu núcleo acadêmico o estatuto de uma receita ordenadora e linear dos rumos do trabalho interdisciplinar.

Linha de Pesquisa: Gestão do Território

O estudo da gestão integrada do território no Mestrado tem implicado a análise dos processos de ocupação nos seus diversos aspectos: urbanização, agricultura, mineração, industrialização, preservação da qualidade ambiental, recursos hídricos, dentre outros. Tem sido observado o processo de uso e ocupação do território a partir de uma perspectiva histórica, analisando as transformações do meio e seus impactos sobre o ambiente natural e sobre as relações econômicas, so ciais e ambientais. No Mestrado da Uniara, o estudo do território tem obedecido a princípios de interdisciplinaridade, sendo objeto tanto das ciências ambientais quanto das ciências sociais e tem considerado os seguintes aspectos: 1) impactos das políticas nacionais e estaduais sobre os municípios e as regiões; 2) políticas locais de desenvolvimento e suas consequências; 3) papéis exercidos pelos diversos agentes sociais instalados nos municípios e nas regiões; 4) processo de ocupação do território pelas atividades econômicas e assentamentos humanos; 5) conexões entre as políticas nacionais, estaduais e locais; 6) crescimento econômico e as dimensões sociais, econômicas, ecológicas, espaciais e culturais de sustentabilidade; 7) medidas mitigadoras dos impactos ambientais da instalação de empreendimentos nas regiões e nos municípios; 8) importância da educação ambiental e resultados do processo de desenvolvimento em termos de melhoria de qualidade de vida da população. Os projetos alocados nesta linha de pesquisa estão predominantemente voltados ao estudo das relações entre homem-ambiente, usos múltiplos dos recursos hídricos e conflitos deles decorrentes. A bacia hidrográfica como unidade de análise tem possibilitado paulatinamente a descentralização da gestão e do processo decisório. As pesquisas desenvolvidas têm confirmado que a adoção recente deste modelo descentralizado para a gestão das águas e do meio ambiente, como uma nova referência espacial para o desenvolvimento das políticas públicas, tem, cada vez mais, tornado indissociáveis os planejamentos econômico e territorial, pois, quando se toma a bacia hidrográfica como base para a pesquisa devem, necessariamente, ser considerados os seguintes pontos: 1) o processo de desenvolvimento econômico e seus impactos sobre a base de recursos naturais da região; 2) os papéis exercidos pelos diversos agentes (indústria, agricultura, setor de serviços, população e setor público); 3) o quadro institucional e os instrumentos desenvolvidos para garantir o uso sustentado dos recursos naturais.

A linha de pesquisa Gestão do Território está constituída pelos projetos: 1) Estudos Comparados em Gestão de Bacias Hidrográficas; 2) Abordagem Ecológica Interdisciplinar de Bacias Hidrográficas e Educação Ambiental: Subsídios Teórico-Práticos para a Sustentabilidade Humana a Partir de Pesquisas na Paisagem da Região de São Carlos e Araraquara - SP; 3) Sistematização de Indicadores Ambientais para o Estudo de Bacias Hidrográficas; 4) Percepção Ambiental em Escolas Públicas no Município de Araraquara/SP. Esses projetos foram desmembrados do projeto anterior Estudos Socioeconômicos e Ambientais como Subsídios para a Sustentabilidade Regional: Modelo Bacia Hidrográfica Tietê-Jacaré. Assim sendo, o espaço territorial delimitado pela Bacia Hidrográfica Tietê-Jacaré e atuação do Comitê da Bacia Hidrográfica Tietê-Jacaré permaneceram sendo um objeto privilegiado de estudos desta linha de pesquisa ao longo do triênio 2007-2009. Um outro projeto Estudo de Impacto Ambiental e Elaboração de Relatório de Impactos no Meio Ambiente (EIA/RIMA), que foi desenvolvido nesta linha de pesquisa, está vinculado à realização de trabalhos pertinentes à obtenção da Licença Prévia para a implantação de um novo aterro sanitário de resíduos domiciliares que atenderá o município de São Carlos, incluindo todo acompanhamento do processo junto aos órgãos competentes. Salienta-se igualmente a elaboração em 2009 do projeto de aterro sanitário para resíduos sólidos domiciliares e respectivo Estudo de Impacto Ambiental (EIA-RIMA) para o município de Araraquara/SP.

Linha de Pesquisa: Políticas Públicas e Desenvolvimento

Esta linha de pesquisa vem dando prosseguimento aos estudos de processos de desenvolvimento regionais e locais, permitindo investigar as condições em que novos espaços e agentes públicos e privados são criados e transformados. Busca o estudo da realidade regional em suas especificidades e potencialidades e a elaboração de critérios e indicadores para a formulação de políticas públicas regionais e integradas. Esta linha de pesquisa compreende projetos voltados ao estudo da região, sem excluir perspectivas analíticas de âmbito nacional e global. Apresenta reflexões críticas sobre Políticas Públicas para o Desenvolvimento Local no contexto da globalização. Analisa contrapartidas possíveis ao modelo de agronegócio predominante, discutindo-as da perspectiva de novas e diferenciadoras alternativas de geração de trabalho e renda e da sustentabilidade ambiental. De outro recorte teórico, analisa também, de forma crítica, as visões que preconizam uma prevalência do desenvolvimento local sobre o nacional. Assim, parte do princípio de que o desenvolvimento nacional e o desenvolvimento local caminham juntos, de forma ordenada pelo Poder Público, onde a voz organizada das regiões, municípios ou cidades tem fundamental importância para a atração de projetos e investimentos. Sob a ótica das políticas públicas para o desenvolvimento local, discutem-se importantes questões, como a ocorrência de efeitos polarizadores, propulsores e regressivos, a partir das regiões mais desenvolvidas e os efeitos de concentração/aglomeração que estas últimas podem sofrer. Ainda, aponta-se a necessidade de serem realizados estudos de potencialidades locais para orientarações e investimentos públicos e privados. Tem sido desenvolvida uma agenda de pesquisa voltada às seguintes questões: 1) Perspectiva de cada território mover-se dentro de seus processos de mudanças que penetram e influenciam todos os espaços; 2) Possibilidade de efetivação de processos endógenos de desenvolvimento que levem ao dinamismo econômico e à melhoria de qualidade de vida da população; 3) Estudo e desenvolvimentos de ações convergentes e complementares e de mudanças institucionais que aumentem a governabilidade e a governança das instituições locais; 4) Em que medida a construção de uma agenda de políticas públicas de segurança alimentar, pautada por princípios da produção regional e pela inclusão de pequenos produtores tem expressão em estratégias de desenvolvimento; 5) O que tem sido constatado em termos de modelos alternativos de desenvolvimento rural e de sustentabilidade ambiental; 6) Relacionado à questão anterior, uma continuada experiência de investigação junto aos assentamentos rurais do estado de São Paulo tem nos permitido discutir contradições e possibilidades da chamada agricultura familiar frente ao poder do capital agropecuário e agroindustrial no âmbito do desenvolvimento social no campo paulista. É importante frisar que esta linha de pesquisa vem discutindo criticamente a segmentação rural-urbano, optando por analisar em profundidade, singularidades de processos sociais concretos.

Seleção e Inscrição

O ingresso no Programa de Pós-graduação é feito por meio de processo seletivo, que consta de:

  • Primeira fase (eliminatória): análise do currículo e do anteprojeto de pesquisa pela comissão de seleção;
  • Segunda fase (eliminatória e classificatória): redação e entrevista.

Cronograma de Atividades

  • Período de inscrição: de 27/10/2017 a 15/02/2018;
  • Divulgação dos resultados da primeira fase: 20/02/2018, pela internet, nesta página, no item Resultados;
  • Segunda fase - redação (período da manhã) e entrevista (período da tarde): 23/02/2018;
  • Divulgação dos aprovados - turma 2018: 01/03/2018, pela internet, nesta página, no item Resultados;
  • Matrícula: de 07 a 15/03/2018;
  • Início do curso: 16/03/2018.

Inscreva-se


Edital


Resultados

Nenhum resultado disponível

Contato

Telefones

16 3301.7126 / 16 99708.8423 (WhatsApp)

Endereço

Uniara - Unidade I

Dúvidas

Deixe sua mensagem abaixo:


Utilizamos o RECAPTCHA como medida de segurança no envio de mensagens através do nosso site. Caso você tenha dúvidas sobre a utilização desse sistema, clique aqui e saiba mais sobre o RECAPTCHA.

Área de Concentração

A área de concentração Dinâmica Regional e Alternativas de Sustentabilidade busca integrar preocupações dos pesquisadores que vinham sendo acumuladas em seus estudos em diferentes áreas científicas à proposta de construir projetos conjuntos, nos quais as questões temáticas e seus desdobramentos, tais como impactos socioeconômicos e ambientais, indicadores de sustentabilidade e de qualidade de vida, dentre outros, são investigados em uma tentativa de integrar metodologias e diferenciadas abordagens da relação entre desenvolvimento regional e meio ambiente. Objetiva-se ampliar o conhecimento científico sobre a natureza e a dinâmica de processos de desenvolvimento local e regional e suas alternativas de sustentabilidade, a partir de uma concepção interdisciplinar.

A área de concentração Dinâmica Regional e Alternativas de Sustentatibilidade está sustentada por três linhas de pesquisa - Gestão do Território, Políticas Públicas e Desenvolvimento e Empresa e Sustentabilidade -, que se entrecruzam, explicitando a proposta interdisciplinar do curso. Os projetos, apesar de estarem formalmente alocados em uma determinada linha de pesquisa, dialogam com as demais linhas. De um lado, bacia hidrográfica passa a ser uma unidade funcional analiticamente indispensável para a inteligibilidade da gestão do território. Nesse contexto, a gestão de variáveis ambientais pelas organizações constitui-se em um tema privilegiado de análise do mestrado.

A perspectiva de um pensamento substantivamente inovador surge de um esforço colaborativo de estudiosos de diferentes disciplinas, o que requer, sem dúvida, liberdade, coragem face ao risco de investir na produção do conhecimento sem instrumentos de controle do seu desfecho possível. A proposta de mestrado enfrenta os riscos da experiência de interdisciplinaridade sem pretender imprimir ao seu núcleo acadêmico o estatuto de uma receita ordenadora e linear dos rumos do trabalho interdisciplinar.

Documentos

NPDL

Núcleo de Pesquisa em Desenvolvimento Local

Apresentação

O Núcleo de Pesquisa em Desenvolvimento Local - NPDL - da Uniara iniciou suas atividades em 2001, nucleado pelo Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente (recomendado pela CAPES, em setembro de 2003). A proposta, desde seu inicio, teve como objetivo a constituição de um grupo de estudos e de pesquisas entre pesquisadores acadêmicos, pesquisadores convidados, alunos do Programa e dos cursos de graduação. As repercussões dos trabalhos do grupo são projetadas em três campos: no social, no educacional e no cientifico. No primeiro, pelas contribuições das investigações do grupo para a vida social em âmbito local. Sendo o foco das atividades o plano local, nas dimensões municipal ou supra municipal, as pesquisas realizadas pelo grupo fornecem elementos para a formulação, a implementação e a avaliação de políticas públicas, de responsabilidades dos poderes locais e das instituições sociais abrigadas nesses planos. No segundo, pelas oportunidades criadas em que os alunos dos cursos de graduação e pós-graduação da Uniara, ao participarem das pesquisas, complementem sua formação acadêmica. No terceiro, pela contribuição do grupo ao debate cientifico e a respeito das seguintes questões: sistemas produtivos e inovadores, locais regionais, organização públicas e privadas locais; as políticas públicas de fomento ao desenvolvimento local e seus impactos sobre o emprego, a renda, a qualidade social de vida e da vida no trabalho, o meio ambiente, as atividades das organizações sociais autônomas e outras dimensões relevantes, presentes no contexto das espacialidades sociais, locais e regionais.

O que se pretendeu com a constituição do grupo foi a construção de um trabalho coletivo, multidisciplinar que, por reconhecer a complexidade e a heterogeneidade dos processos sociais (de seus atores, dos interesses e das relações de poder envolvidas) possa estudar de forma integrada e articulada temáticas subordinadas ao desenvolvimento local e micro regional.

Objetivos Gerais

O Núcleo de Estudos e Pesquisas em Desenvolvimento Local - NPDL - desenvolve principalmente atividades de pesquisa de caráter acadêmico, e ainda consultoria para diversas instituições, prefeituras e empresas. Estes trabalhos têm contado com a participação de diversos pesquisadores do programa e de pesquisadores convidados, alunos de pós-graduação e da graduação, contado com o apoio financeiro da Funadesp e também da FAPESP, CNPq e Sebrae. Além do objetivo de elaboração e preparação das pesquisas e dissertações, a formação de jovens pesquisadores, a preparação de pessoal para o setor público têm sido aspectos fundamentais das preocupações de grupo. São objetivos mais gerais do grupo:

  1. Integrar os temas de estudo à pesquisa e extensão na análise e compreensão das dinâmicas locais e micro regionais com base em marcos analíticos e conceituais;
  2. Estimular a realização de simpósios, de conferencias e seminários sobre os temas e problemas relacionados ao interesse do grupo;
  3. Estudar as recentes transformações e inovações nos diversos setores das economias locais e regionais, envolvendo a questão ambiental;
  4. Buscar melhores condições de pesquisa aos docentes da área, propiciando um trabalho de integração com alunos da graduação e da pós-graduação;
  5. Organizar um acervo bibliográfico com textos e artigos pertinentes ao grupo;
  6. Editar e divulgar a produção científica.
Linhas de Pesquisa
  1. Indicadores socioeconômicos e ambientais para o desenvolvimento local e regional - Construção de indicadores socioeconômicos e ambientais para os municípios da Região de Araraquara e São Carlos. O que se pretende é criar um instrumento efetivo à disposição da sociedade, voltado à divulgação de informações e promoção de análises técnicas qualificadas sobre as questões relativas ao desenvolvimento sócio econômico e ambiental dos municípios da Região;
  2. Arranjos produtivos locais, inovação e meio ambiente - dedica-se ao estudo das implicações ambientais da tecnologia e da inovação em aglomerações produtivas de diferentes setores das atividades econômicas;
  3. Políticas Públicas para o desenvolvimento local - Estudo teórico e empírico das formas contemporâneas de desenvolvimento econômico local e micro regional, da perspectiva do desenvolvimento sustentado: clusters (aglomerações geográficas de produtores especializados), distritos industriais, aglomerações de pequenas empresas (cooperando entre si ou em rede com empresas maiores), sistemas locais de produção e/ ou inovação, micro e pequenas empresas e/ou atividades de porte mais local ou regional.
Banco de Dados

O Núcleo de Pesquisa em Desenvolvimento Local apresenta um completo banco de dados regionais, que abordam os seguintes temas:

  1. Emprego;
  2. Valor Adicionado;
  3. Demografia;
  4. Empresas da Região;
  5. Renda Per Capita;
  6. Produtividade;
  7. Empregabilidade;
  8. Investimento Anunciado;
  9. Informações conjunturais.

Além deste banco de dados complexo, o NPDL trabalha no apoio aos alunos do Programa de Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente, que desenvolvam suas dissertações de mestrado em áreas afins as estudadas pelo núcleo. Os alunos de graduação, prioritariamente os de Ciências Econômicas, Administração de Empresas e Engenharia de Produção, que tenham as suas monografias de curso focadas nestes temas também contam com o apoio da equipe NPDL para a conclusão de seus trabalhos.

Projetos demandados pelas prefeituras municipais, Sebrae-SP, Instituições do terceiro setor, outras associações e Universidades localizadas na região de Araraquara, também são demandantes de projetos, construídos e desenvolvidos em parcerias com estas Instituições.

Projetos Realizados
  1. Políticas públicas e desenvolvimento regional: avaliação de impactos sócio-econômicos e ambientais na Região São Carlos - Araraquara. FAPESP (Programa de Políticas Públicas) e Funadesp (2002-2005);
  2. Projeto Aura - Atlas Urbano e Ambiental de Araraquara. Projeto realizado em parceria com a Prefeitura Municipal de Araraquara, UFSCar, UNESP (2002-2004);
  3. Extensão universitária como instrumento de transferência de conhecimento, inovação e tecnologia para o desenvolvimento local - Funadesp (2003-2005);
  4. Caracterização e Diagnóstico Sócio Econômico e Ambiental dos Municípios Componentes da Bacia Hidrográfica Tietê/Jacaré - Funadesp (2004);
  5. Pólos tecnológicos e Desenvolvimento Local - Funadesp (Início 2005, em andamento);
  6. Desenvolvimento local, inovação e sistemas de produção localizados - Funadesp/Sebrae (Início 2005, em andamento);
  7. Percurso de colaboração para a implementação de políticas públicas de desenvolvimento local integrado entre regiões italianas do Marche, Úmbria e Emilia Romagna e a região Central Paulista - Convênio de Cooperação Brasil-Itália;
  8. Construção de um Observatório socioeconômico e empresarial da Região abrangida pelo Consórcio intermunicipal Central Paulista Brasil-Itália.
Pesquisadores e Alunos
  • Helena Carvalho De Lorenzo
    Pesquisador Uniara (Docente - Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente)
  • Denílson Teixeira
    Pesquisador Uniara (Docente - Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente)
  • Marcus Avezum de Castro
    Pesquisador Uniara (Docente - Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente)
  • Sônia Regina Paulino
    Pesquisador Uniara (Docente - Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente)
  • Ricardo Bonotto
    Pesquisador Uniara (Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente)
  • Fabiana Florian
    Pesquisador Uniara (Mestre Uniara - Turma 2002)
  • Oswaldo Contador Junior
    Pesquisador Uniara (Mestre Uniara - Turma 2003)
  • Rodrigo Mancini
    Pesquisador Uniara (Mestre Uniara - Turma 2004)
  • Luis Antonio Nigro Falcoski
    Pesquisador Convidado UFSCar (Departamento de Engenharia Urbana)
  • Sérgio Azevedo Fonseca
    Pesquisador Convidado UNESP (Docente - Pesquisador Departamento de Administração Pública)
  • Yashiro Yamamoto
    Pesquisador Convidado (Coordenador de Relações Internacionais da Prefeitura Municipal de São Carlos)
  • Rosangela Baptista Felix
    Uniara (Graduação Ciências Econômicas - Funadesp 2006-)
  • Cassiana Montesião
    UNESP (Graduação Administração Pública - Iniciação Cientifica 2003/2004)
  • Fernanda Biacco Amadeu
    UNESP (Administração Pública - Iniciação Científica 2003/2004)
  • Fernanda dos Santos
    UNESP (Graduação Administração Pública - Iniciação Científica (FAPESP) 2003/2004)
  • Graciele Moreira Saran
    UNESP (Graduação Administração Pública - Iniciação Científica 2003/2004)
  • Israel Ferreira Junior
    UNESP (Graduação Administração Pública - Iniciação Científica 2003/2004)
  • Leonardo Augusto Garnica
    UNESP (Graduação Administração Pública - Iniciação Científica 2003/2004)
  • Marina Carvalho de Lorenzo
    UNESP (Graduação Administração Pública - Iniciação Científica 2003/2004)
  • Matheus Stivaletti Barbosa
    UNESP (Graduação Administração Pública - Iniciação Científica 2003/2004)

Produção Acadêmica

As dissertações do programa estão disponíveis abaixo, separadas por ano de obtenção. Clique e acesse os trabalhos na íntegra, em formato PDF.

2017

Associações Agrícolas e Desenvolvimento Local em Moçambique: Perspectivas e Desafios (2010-2015) - Estudo do Caso da Associação Livre de Mahubo

Autor(a): Sérgio Elias Libombo
Ano: 2017
Veja o trabalho

Formulação e Implementação do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos: Dificuldades e Avanços na Região de Governo de Araraquara-SP

Autor(a): Audrey Moretti Martins
Ano: 2017
Veja o trabalho

Avaliação da Segurança Alimentar e Nutricional de Agricultores Familiares do Projeto de Desenvolvimento Sustentável Santa Helena de São Carlos-SP

Autor(a): Terezinha Pinto de Arruda
Ano: 2017
Veja o trabalho

Os Efeitos da Certificação UTZ® nas Unidades Produtoras de Café no Município de Campos Gerais MG

Autor(a): Anderson Ferreira da Silva
Ano: 2017
Veja o trabalho

As Dificuldades para se "Passar o Bastão": Perspectivas da Sucessão da Propriedade entre Produtores de Comunidades Rurais do Município de Campos Gerais/MG

Autor(a): Denison Ferreira da Silva
Ano: 2017
Veja o trabalho

Regularização de uma Aeronave Remotamente Pilotada de Pequeno Porte para Fins de Pesquisa Científica: Custos, Facilidades e Entraves

Autor(a): Guilherme Henrique Silva Guimarães
Ano: 2017
Veja o trabalho

O Ensino de Ciências na Educação de Jovens e Adultos: Análise de Questões Ambientais no Livro Didático

Autor(a): Nilza Rodrigues da Silva
Ano: 2017
Veja o trabalho

O Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE no Município de Matão-SP

Autor(a): Carlos Eduardo Futra Matuiski
Ano: 2017
Veja o trabalho

Proteção aos Conhecimentos Tradicionais Associados à Biodiversidade

Autor(a): Patrícia Guedes Gomide Nascimento Gomes
Ano: 2017
Veja o trabalho

Tutela Preventiva do Bioma Cerrado do Campus da UFSCar no Município de São Carlos-SP à Luz dos Princípios Ambientais e da Sociedade de Risco

Autor(a): José Eduardo Melhen
Ano: 2017
Veja o trabalho

Ocorrência de Mercúrio na Reserva Extrativista Lago do Cuniã - RO: uma Avaliação por meio de Indicadores Químicos e Biológicos

Autor(a): Diego Ferreira Gomes
Ano: 2017
Veja o trabalho

A Efetividade da Implementação do Cadastro Ambiental Rural: Aspectos Institucionais, Entraves e seu Ingresso no Registro Imobiliário

Autor(a): Érica Trinca Caires
Ano: 2017
Veja o trabalho

Direito Minerário e Direito Registral Imobiliário: a Importância do Ingresso dos Títulos Minerários no Registro de Imóveis

Autor(a): Robson Passos Caires
Ano: 2017
Veja o trabalho

A Percepção Ambiental de Proprietários Rurais na Preservação Florestal: Um Estudo Acerca das Diretrizes Estabelecidas pela Lei Federal 12.651/2012

Autor(a): Alysson Oliveira Vilela
Ano: 2017
Veja o trabalho

Projeto “Minha Casa, Minha Vida” - A Inserção da Mulher na Chefia Monoparental: Estudo de Caso no Jardim do Valle em Araraquara/SP

Autor(a): Roseli de Mello Franco
Ano: 2017
Veja o trabalho


2016

Consórcios Intermunicipais de Resíduos Sólidos: Expectativa e Realidade nos Aspectos de Fortalecimento Institucional

Autor(a): Ana Helena Lopes dos Santos
Ano: 2016
Veja o trabalho

As Implicações Jurídico-Institucionais da Compensação da Reserva Legal por Meio das Cotas de Reserva Ambiental à Luz da Lei 12.651/12

Autor(a): Larissa Rodrigues Demiciano
Ano: 2016
Veja o trabalho

A Gestão de Recursos Hídricos na Bacia Hidrográfica do Alto Tietê à Luz dos Princípios Informadores da Política Nacional de Recursos Hídricos

Autor(a): André Fernando Busse Gallão
Ano: 2016
Veja o trabalho

Governança Tributária: um Estudo da Administração Tributária do Município de Bauru - SP

Autor(a): Elizabete Issuzu Kinosita Yoshiura
Ano: 2016
Veja o trabalho

Importância da Estrutura Clínica para a Preparação de Atletas de Clubes de Futebol Paulistas

Autor(a): Julio Cesar Dias Junior
Ano: 2016
Veja o trabalho

Implementação da Lei do MEI no Município de Araraquara-SP: uma Análise Multidimensional

Autor(a): Lucas José Campanha
Ano: 2016
Veja o trabalho

Câncer de Pele em Trabalhadores Rurais no Município de Américo Brasiliense: Percepção e Invisibilidades

Autor(a): Flávia Renzi Mori
Ano: 2016
Veja o trabalho

Segurança Alimentar dos Agricultores Assentados no Território de Araraquara/SP: uma Análise a Partir do Índice UFSCar e das Efetividades do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)

Autor(a): Lilian Pugliese
Ano: 2016
Veja o trabalho

Avaliação da Política Nacional dos Resíduos Sólidos em Jaú-SP: Institucionalidades, Atores e Recursos de Poder

Autor(a): Larissa Maria Palacio dos Santos
Ano: 2016
Veja o trabalho

Caracterização e Gestão de Empreendimentos do Setor de Limpeza e Higienização de Veículos Automotores no Município de Uberaba - MG

Autor(a): Jander Barbosa Lacerda
Ano: 2016
Veja o trabalho

Avaliação Ambiental de Impactos no Córrego Alegria (Uberaba/MG) por Contaminação Química de Isobutanol, Metanol e Octanol

Autor(a): Marta Oliveira Bessa
Ano: 2016
Veja o trabalho

Macroinvertebrados Aquáticos como Bioindicadores em Córregos Urbanos do Município de Bocaina-SP

Autor(a): Lucas Henrique Sahm
Ano: 2016
Veja o trabalho

Comunidade de Oligochaeta (Annelida: Clitellata) em Córregos Urbanos do Município de Bocaina-SP

Autor(a): Nathalie Aparecida de Oliveira Sanches
Ano: 2016
Veja o trabalho

Qualidade de Vida no Trabalho em uma Usina de Reciclagem no Município de Araraquara-SP

Autor(a): Silvana Rached Elias
Ano: 2016
Veja o trabalho


2015

A Utopia da Educação do Campo Frente a Ideologia Industrial: o Caso de Araraquara-SP

Autor(a): Silvani da Silva
Ano: 2015
Veja o trabalho

E Era Assim... Abrindo as Cortinas de Ferro das Memórias dos Trabalhadores das Oficinas da E.F.A.

Autor(a): Francisco de Assis Bergamim
Ano: 2015
Veja o trabalho

Análise Comparativa das Eficácias e dos Entraves do Programa Nacional de Controle da Dengue (PNCD) nos Municípios de Catanduva/SP e Pindorama/SP

Autor(a): Rogério Keidel Spada
Ano: 2015
Veja o trabalho

Fundo Social do DAAE: um Instrumento de Política Pública

Autor(a): Ana Lúcia da Silva
Ano: 2015
Veja o trabalho

Agricultura Urbana em São Carlos: Situação Atual e Perspectivas

Autor(a): José Henrique Biondi
Ano: 2015
Veja o trabalho

Avaliação das Virtudes e Fragilidades de Programas Municipais de Economia Solidária: um Estudo de Casos Múltiplos

Autor(a): Oscar Hideyuki Gushiken
Ano: 2015
Veja o trabalho

Captação de Recursos pelo Sistema SICONV - Avaliação dos Entraves Encontrados pelos Municípios de Pequeno Porte na Região Administrativa de Bauru

Autor(a): Everson Demarchi
Ano: 2015
Veja o trabalho

A Influência das Redes de Políticas Públicas no Planejamento e na Execução Orçamentária: um Estudo de Caso da Secretaria da Educação do Município de Bauru, 2009-2013

Autor(a): Marcos Roberto da Costa Garcia
Ano: 2015
Veja o trabalho

Usos e Abusos do Amianto no Brasil, o Diálogo Impossível entre o Capitalismo e a Saúde Pública

Autor(a): Amanda Petronilho de Souza
Ano: 2015
Veja o trabalho

O Programa Saúde da Família no Município de Matão-SP: uma Análise a partir das Condições de Saúde dos Beneficiários

Autor(a): Angélica Augusta Camargo
Ano: 2015
Veja o trabalho

Áreas Contaminadas no Estado de São Paulo: Subsídios para Elaboração de Políticas Públicas através de uma Abordagem Comparada

Autor(a): Pedro Paulo Grizzo Serignolli
Ano: 2015
Veja o trabalho


2014

Levantamento de Plantas Medicinais e sua Utilização Terapêutica junto aos Moradores da Região do Programa de Assentamento Bela Vista do Chibarro (Araraquara-SP)

Autor(a): Rodrigo Cesar Corbi
Ano: 2014
Veja o trabalho

Caracterização do Programa de Alimentação Escolar da Rede Pública de Ensino no Município de Catanduva/SP

Autor(a): João Liberato de Carvalho
Ano: 2014
Veja o trabalho

A Gestão Ambiental nas Incubadoras de Empresas Localizadas no Estado de São Paulo: Práticas e Fatores Condicionantes

Autor(a): Mônica Domingues de Carvalho
Ano: 2014
Veja o trabalho

Inventário Qualiquantitativo e Aspectos Históricos da Arborização no Boulevard dos Oitis da Cidade de Araraquara (SP)

Autor(a): Ubirajara Pereira da Costa Neves
Ano: 2014
Veja o trabalho

Avaliação da Qualidade de Água de Abastecimento para o Município de Passos-MG

Autor(a): Laís Rigulin Milanez
Ano: 2014
Veja o trabalho

Avaliação das Ações de Controle da Raiva em Morcegos Urbanos na Cidade de Araraquara, São Paulo

Autor(a): Carolina Togneri de Souza Piovan
Ano: 2014
Veja o trabalho

Identificação do Fármaco Citotóxico Fluoruracila (5-FU) no Ribeirão das Pitangueira - Barretos/SP

Autor(a): Carlos Cesar Frutuoso
Ano: 2014
Veja o trabalho

Análise de Temas Ambientais Desenvolvidos por Professores do Ensino Fundamental de 1º ao 5º de Maringá-PR

Autor(a): Rosely Yavorski
Ano: 2014
Veja o trabalho

Reflexos da Implantação do ICMS Ecológico no Município de Ubatuba - SP

Autor(a): Gustavo Chalegre Pelisson
Ano: 2014
Veja o trabalho

Avaliação das Emissões de CO2 por Veículos de Transporte de Cargas pelo Método Botton-Up em Rodovias com Pista Dupla e Simples

Autor(a): Zélia Maria Caetano de Pádua
Ano: 2014
Veja o trabalho

Políticas Públicas e Conselho Municipal de Educação: Potencialidades e Limites de Atuação do Município de Ribeirão Preto - SP

Autor(a): Fabiano P. Gatarossa
Ano: 2014
Veja o trabalho

O Imigrante Japonês e seus Descendentes em Taquaritinga, SP: a Relação com a Agricultura

Autor(a): Olimpio Massaaki Kikuthi
Ano: 2014
Veja o trabalho

Remoção dos Trilhos Ferroviários em Araraquara: Aspectos Históricos e Culturais

Autor(a): Mário Sérgio Demarzo
Ano: 2014
Veja o trabalho

Uma Proposta de Metodologia de Projetos para a Abordagem de Temas Ambientais no Ensino de Biologia

Autor(a): Patricia Bihari
Ano: 2014
Veja o trabalho

Uso de Cosméticos na Infância, as Regulamentações da Anvisa e o Papel da Propaganda

Autor(a): Isabela Roberta Zavatto Mendes
Ano: 2014
Veja o trabalho

A “Pata do Boi” e a Destruição dos Ecossistemas Locais: História Social e Memória Ambiental de Moradores de uma Região do Sul do Pará

Autor(a): Francisco Batista Durães
Ano: 2014
Veja o trabalho

A Contextualização do Binômio Produção e Consumo à Luz dos Conceitos da Cultura e da Ideologia

Autor(a): Fábio Carlos Rodrigues Alves
Ano: 2014
Veja o trabalho


2013

Avaliação da Formação da Rede Social no Jd. Maria Luiza IV em Jaú/SP: o Programa de Desenvolvimento Local do Senac São Paulo

Autor(a): Fernando de Figueiredo
Ano: 2013
Veja o trabalho

Novos Projetos, Velhas Questões: a Dimensão Ambiental em PAS e PDSS na Região Nordeste do Estado de São Paulo

Autor(a): Daniel Tadeu do Amaral
Ano: 2013
Veja o trabalho

Uma Experiência Diversificada de Comercialização Gerida por Assentados Rurais

Autor(a): Michelle Ribeiro Pinto Costa
Ano: 2013
Veja o trabalho

Arborização Viária: Elementos de Auxílio ao Planejamento e Gestão desses Espaços Públicos

Autor(a): Marci Aparecida Lemes
Ano: 2013
Veja o trabalho

Comitês de Bacias Hidrográficas e Desenvolvimento Regional Sustentável: o Comitê da Bacia Hidrográfica do Tietê-Jacaré

Autor(a): Jonas Jose Ferronato
Ano: 2013
Veja o trabalho

O PAA em um Projeto de Desenvolvimento Sustentável: Arranjos e Conflitos na Produção e Reprodução da Vida (um Estudo no Assentamento Sepé Tiarajú, Municípios de Serrana e Serra Azul - SP)

Autor(a): Priscila de Oliveira Maia
Ano: 2013
Veja o trabalho

Os Conteúdos Ambientais no Ensino dos 6º ao 9º Anos em uma Escola Municipal de Ensino Fundamental da Cidade de Araraquara-SP

Autor(a): Edna Lins dos Santos Pereira
Ano: 2013
Veja o trabalho

A Preparação de Pessoas com Deficiência Intelectual para o Mundo do Trabalho: um Estudo de Caso sobre o Programa Educação para o Trabalho PET Trampolim do SENAC São Paulo

Autor(a): Elizabeth Emiko Katayama Bicalho
Ano: 2013
Veja o trabalho

A Agroindústria Canavieira em Município de Pequeno Porte: o Caso de Pradópolis-SP

Autor(a): Guilherme Cyrino Carvalho
Ano: 2013
Veja o trabalho

Percepção Ambiental de Consumidores Universitários: um Estudo com Alunos dos Cursos de Biologia e de Engenharia de Produção

Autor(a): Darquize Cinedeze
Ano: 2013
Veja o trabalho

A Formatação do Banco Comunitário Liberdade em Manaus: Bloqueios e Perspectivas

Autor(a): Mara Cristina Maia da Silva
Ano: 2013
Veja o trabalho

Conflito de Competência Legislativa em Matéria Ambiental: uma Análise da Evolução do Entendimento Jurisprudencial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo com Relação ao Caso da Queima da Palha da Cana de Açúcar

Autor(a): Juliana Corrêa Cassilla
Ano: 2013
Veja o trabalho

Abordagem Perceptiva em Geografia dos Ambientes Vividos por Migrantes: o Caso de Ibaté - SP

Autor(a): Angélica Mesquita Köpke
Ano: 2013
Veja o trabalho

A Sustentabilidade Ambiental e os Cursos de Graduação em Engenharia de Produção da UFSCar (Campus Sorocaba) e a EESC/USP: uma Análise da Sintonia de duas Matrizes Curriculares e as Necessidades da Indústria Química Segundo os Indicadores de Sustentabilidade Ambiental Recomendados pela ABIQUIM

Autor(a): Antonio Jorge Ferreira Pires
Ano: 2013
Veja o trabalho

Assentamentos Rurais e Desenvolvimento Local Sustentável: um Estudo de Casos Múltiplos

Autor(a): Fábio Grigoletto
Ano: 2013
Veja o trabalho

O Barômetro da Sustentabilidade como Instrumento de Acompanhamento do Processo de Desenvolvimento Sustentável

Autor(a): André Cavalcante da Silva Batalhão
Ano: 2013
Veja o trabalho

Assimetria nas Relações Contratuais com as Agroindústrias do Setor Avícola no Assentamento Horto de Bueno de Andrada - Araraquara/SP

Autor(a): César Giordano Gêmero
Ano: 2013
Veja o trabalho

De Colorado do Oeste/RO a Barretos/SP: a Construção de uma Rede Social Alternativa para Tratamento do Câncer

Autor(a): Salete Borino
Ano: 2013
Veja o trabalho


2012

Diagnóstico Ambiental do Município de Américo Brasiliense/SP

Autor(a): Luiz Eduardo Alves
Ano: 2012
Veja o trabalho

Queimadas e Saúde: uma Investigação entre Faltas Escolares e Incidência das Queimadas da Cana-de-Açúcar no Município de Araraquara

Autor(a): Carla Cabrini Mauro
Ano: 2012
Veja o trabalho

Gestão com Integralidade e Segurança Pública

Autor(a): Paulo Sergio Aparecido Vianna
Ano: 2012
Veja o trabalho

A Gestão de Resíduos Sólidos Industriais de Micro e Pequenas Empresas no Minidistrito Industrial e de Serviços de São José do Rio Preto/SP

Autor(a): Emília Maria Martins de Toledo Leme
Ano: 2012
Veja o trabalho

O Relatório de Sustentabilidade Baseado nas Diretrizes GRI como Ferramenta de Comunicação da Responsabilidade Socioambiental das Empresas

Autor(a): Luís Antônio Nogueira
Ano: 2012
Veja o trabalho

O Método SESI de Ensino na Escola do Campo: a Controversa Chegada do Estranho

Autor(a): Gislaine Cristina Pavini
Ano: 2012
Veja o trabalho

Mulheres Assentadas: da Invisibilidade ao Protagonismo

Autor(a): Daniele Torres Aro
Ano: 2012
Veja o trabalho

Economia Florestal: Potencialidades do Guanandi

Autor(a): Daniel Fabiano Cidrão
Ano: 2012
Veja o trabalho

Aspectos da Construção do Novo Marco Regulatório da Mineração Brasileira

Autor(a): Adhemar Ronquim Filho
Ano: 2012
Veja o trabalho

Consórcios Públicos Intermunicipais como Instrumento para o Desenvolvimento Regional: o Caso do Projeto Viva o Broa

Autor(a): Emiliano Saran Azevedo
Ano: 2012
Veja o trabalho

Mapeamento e Análise dos Acidentes de Trânsito na Cidade de Catanduva, SP com Auxílio de Sistema de Informações Geográficas - SIG

Autor(a): João Francisco Othon Teixeira
Ano: 2012
Veja o trabalho

Produção de Café Convencional X Produção de Café com Certificação: Qual é a mais Sustentável?

Autor(a): Denis Teixeira Terra
Ano: 2012
Veja o trabalho

A Conflituosa Gestão dos Resíduos de Serviço de Saúde Pertinentes ao Grupo B Gerados em Drogarias: o Caso da Cidade de São Carlos-SP

Autor(a): Darcia Cotrim da Silva
Ano: 2012
Veja o trabalho

Ações e Projetos Ambientais e a Qualidade das Águas na Sub-Bacia do Rio São Domingos, S.P. (Ugrhi-Turvo/Grande), no Período de 2000 a 2010

Autor(a): Cássia Aparecida Tambellini
Ano: 2012
Veja o trabalho

Questões Ambientais e Interdisciplinariedade nas Disciplinas de Apoio Curricular - DAC: Estudo de Caso na Escola Estadual Dr. José Emygdio de Faria no Município de Jaci - SP

Autor(a): Cleber Teixeira Pinto
Ano: 2012
Veja o trabalho

Análise das Dificuldades Associadas ao Uso de Pneus Inservíveis na Construção de Habitações: o Estudo de Caso de Goiatuba - GO

Autor(a): José Eduardo Machado do Amaral
Ano: 2012
Veja o trabalho

Dilemas e Perspectivas da Educação Profissionalizante: um Estudo de Caso da Escola Etec “Sylvio de Mattos Carvalho” da Cidade de Matão - SP

Autor(a): Marcelo Aparecido Jolli
Ano: 2012
Veja o trabalho

Da Invisibilidade ao Recomeço Social: um Estudo sobre Trabalhadores do Projeto “Luxo do Lixo” em Catanduva-SP

Autor(a): Davis Glaucio Quinelato
Ano: 2012
Veja o trabalho

Ética e Meio Ambiente: Considerações sobre os Textos-Base das Campanhas da Fraternidade de 1979 e 2011

Autor(a): Jorge João Aparecido Nahra
Ano: 2012
Veja o trabalho


2011

Termo de Ajustamento de Conduta (T.A.C.) - Instrumento Alternativo para Soluções de Conflitos Ambientais

Autor(a): Emerson Augusto Varoto
Ano: 2011
Veja o trabalho

Do Lombo de Burro à Internet: as Transformações Ocorridas na ECT de Araraquara e os seus Reflexos nas Vidas de seus Funcionários

Autor(a): Otávio Henrique de Carvalho
Ano: 2011
Veja o trabalho

Educação Ambiental em Instituições de Ensino do Município de Matão/SP: Análise de Projetos em Desenvolvimento

Autor(a): Sérgio Ricardo Bonjardim
Ano: 2011
Veja o trabalho

Parcerias e Diversidade Agrícola no Assentamento Horto Bueno de Andrada: Ambiguidades e Complementaridades

Autor(a): Reginaldo Barbosa de Almeida
Ano: 2011
Veja o trabalho

Uma Análise das Relações em Redes que Apoiam a Pequena Empresa nas Cidades de Ibitinga e Rio Claro

Autor(a): Gustavo Marques
Ano: 2011
Veja o trabalho

Parques Aquáticos do Estado de São Paulo: Caracterização e Descrição do Thermas dos Laranjais de Olímpia - SP

Autor(a): Raquel Teresinha Della Méa Schnorr
Ano: 2011
Veja o trabalho

Uma Análise sobre a Motivação no Trabalho e a Qualidade dos Serviços Prestados: um Estudo de Caso na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos

Autor(a): Ademir Cardoso Dionizio
Ano: 2011
Veja o trabalho

O Transporte Colaborativo para Micro e Pequenas Empresas de Arranjo Produtivo Local: o Caso de Ibitinga

Autor(a): Randal Antonio Matteuci
Ano: 2011
Veja o trabalho

Setor Sucroalcooleiro da Microrregião de Araraquara - Análise das Ações de Responsabilidade Sócio Ambiental

Autor(a): João Luiz Ribeiro Dos Santos
Ano: 2011
Veja o trabalho

Efetividades e Entraves do Programa Bolsa Família no Município de Araraquara/SP: um Olhar sobre a Segurança Alimentar dos Beneficiários

Autor(a): Daiane Roncato Cardozo Traldi
Ano: 2011
Veja o trabalho

A Metodologia de Projetos enquanto Possibilitadora de Práticas de Educação Ambiental: um Estudo de Caso

Autor(a): Maria Helena Quaiati Rodrigues
Ano: 2011
Veja o trabalho

Trabalhadores Empregados na Colheita da Cana-de-Açúcar: uma Análise da Condição de Segurança Alimentar

Autor(a): Cleber José Verginio
Ano: 2011
Veja o trabalho

Diagnóstico das Práticas de Gestão dos Resíduos de Equipamentos de Informática em um Município de Médio Porte do Estado de São Paulo

Autor(a): Carlos Isaias dos Santos Junior
Ano: 2011
Veja o trabalho

Análise Comparativa dos Programas de Controle a Dengue Adotados pelos Municípios Paulistas de Araraquara e São Carlos sob a Ótica da Promoção da Saúde e do Programa Nacional de Controle da Dengue

Autor(a): Maria Luzia Gorzato Pimenta
Ano: 2011
Veja o trabalho

Formação Profissional dos Técnicos Agrícolas no Centro Paula Souza no Estado de São Paulo

Autor(a): Amli Kandice Gama Braga
Ano: 2011
Veja o trabalho

Análise Ambiental do Assentamento Bela Vista do Chibarro (Araraquara-SP): Legislação Incidente, Uso e Ocupação do Solo e Percepção Ambiental

Autor(a): Adriana Maria Risso Caires Silva
Ano: 2011
Veja o trabalho

Método para Determinação de Indicadores de Geração Resíduos Sólidos em Restaurantes Industriais de Grande Porte

Autor(a): Rita de Cássia Reis Carvalho
Ano: 2011
Veja o trabalho

Uma Análise dos Estudos sobre o Consumo Responsável em Diferentes Regiões Urbanas Brasileiras

Autor(a): Sérgio Roberto Deri
Ano: 2011
Veja o trabalho


2010

Quatro Gerações e a Propriedade Rural no Município de Jahu

Autor(a): Guilherme Eduardo Almeida Prado de Castro Valente
Ano: 2010
Veja o trabalho

Abordagem dos Resíduos de Serviços de Saúde (RSS) na Formação Profissional dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem de Araraquara - SP

Autor(a): Carla Regina Ulian Manzato Seraphim
Ano: 2010
Veja o trabalho

Educação e Percepção Ambiental no Córrego São Joaquim: Práticas Pedagógicas com Alunos do Ensino Médio em Santa Gertrudes/SP

Autor(a): Juciney Bispo Marques da Silva
Ano: 2010
Veja o trabalho

Arborização da Área Central da Cidade de Jahu/SP: a Visão Técnica e a dos Moradores

Autor(a): Ana Luiza de Almeida Prado Capps
Ano: 2010
Veja o trabalho

Certificação GLOBALGAP e Impactos Ambientais em Agroindústrias de Alimentos

Autor(a): Israel Sciencia
Ano: 2010
Veja o trabalho

Ferramentas de Comunicação em uma Gestão Pública: Contribuições para uma Agenda Ambiental no Município de Catanduva

Autor(a): Dennis Henrique Vicário Olivio
Ano: 2010
Veja o trabalho

Uma Análise Crítica do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb): Proposição de Indicadores Locais

Autor(a): Luciane Maria Jayme Biancardi
Ano: 2010
Veja o trabalho

Um Estudo sobre Indicadores de Sustentabilidade Corporativa: Análise de Ferramentas e Verificação da Aplicação numa Empresa Produtora de Material de Escritório

Autor(a): André Luiz Romano
Ano: 2010
Veja o trabalho

A Água como Elo de Identidades Sociais no Semiárido Paraibano: Estudo de Caso, Cabaceiras

Autor(a): José Rocha Cavalcanti Filho
Ano: 2010
Veja o trabalho

Avaliação do Conhecimento do Tema Transversal Meio Ambiente e das Práticas de Educação Ambiental de Professores do Ensino Fundamental de uma Escola Pública em Santa Ernestina - SP

Autor(a): Rosemeire Aparecida Rogatti Portero
Ano: 2010
Veja o trabalho

Rubinéia: a Cidade que o Lago Engoliu

Autor(a): Mitsuru Takiuchi
Ano: 2010
Veja o trabalho

A Trajetória do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Mogi Guaçu e suas Contribuições para a Gestão dos Recursos Hídricos

Autor(a): Mario Marcos Lopes
Ano: 2010
Veja o trabalho


2009

Análise da Gestão de Resíduos Sólidos das Construções Civis: um Estudo de Caso do Município de São Carlos - SP

Autor(a): Pedro Luciano Colenci
Ano: 2009
Veja o trabalho

O Estudo do Meio como Concepção e Ferramenta de Educação em Escolas do Município de Catanduva - SP

Autor(a): Roberta Gandolfi Franzini Bergamasco
Ano: 2009
Veja o trabalho

Análise de Indicadores Sócio-Econômicos, Ambientais e de Saúde de Araraquara-SP

Autor(a): Sonia Maria Mazini Azarito Silva
Ano: 2009
Veja o trabalho

A Questão Socioambiental nas Empresas Moveleiras do Pólo de Votuporanga (SP)

Autor(a): Lauro Lodo Prado
Ano: 2009
Veja o trabalho

Os Gestores Escolares e a Educação Ambiental: um Estudo com Profissionais da Rede Estadual da Diretoria de Ensino da Região de Taquaritinga

Autor(a): Carlos Benedito Gabriel
Ano: 2009
Veja o trabalho

De Pedreira a Parque: a Transformação de uma Área Urbana Degradada em uma Área de Uso Público

Autor(a): Aldalberto Gonçalves Cunha
Ano: 2009
Veja o trabalho

Os Resíduos de Construção Civil no Município de Araraquara/SP

Autor(a): Isabela Mauricio Freitas
Ano: 2009
Veja o trabalho

Trajetória e Gestão do Cooperativismo Agrário de Descalvado-SP

Autor(a): Paulo Roberto Marcatto
Ano: 2009
Veja o trabalho

O Novo Papel do Rural: o Caso dos Rancheiros do Rio Mogi-Guaçu, Município de Barrinha - SP

Autor(a): Rosane Teresinha Petroróssi Figueiredo
Ano: 2009
Veja o trabalho

Aplicação e Análise de Práticas Pedagógicas sobre Percepção e Educação Ambiental com Alunos do Ensino Fundamental da Rede Pública Estadual Limeira - SP

Autor(a): Luiz Carlos Zacharias Júnior
Ano: 2009
Veja o trabalho

Revegetação de Mata Ciliar em Áreas de Extração de Argila no Município de São Roque do Canaã ES

Autor(a): Gerson de Freitas Júnior
Ano: 2009
Veja o trabalho

Experiência Participativa em Conselhos de Políticas Públicas: o Caso do Conselho Municipal de Saúde de Itápolis-SP

Autor(a): Cassíria Brunaldi
Ano: 2009
Veja o trabalho

Organizações Não Governamentais Ambientais na Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos dos Rios Turvo e Grande: entre a Resistência e a Utopia

Autor(a): Jussara da Silva Tavares
Ano: 2009
Veja o trabalho

Estância Turística de Salto-SP: Turismo por Decreto

Autor(a): Patrícia Mariano Fino
Ano: 2009
Veja o trabalho


2008

Caminhos Alternativos para uma Prática Efetiva da Transversalidade em Educação Ambiental: um Estudo nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental de Araraquara-SP

Autor(a): Roberta Moreira de Souza
Ano: 2008
Veja o trabalho

Relações de Cooperação entre MPE´s do Pólo Joalheiro de São José do Rio Preto

Autor(a): Milton Fumio Bando
Ano: 2008
Veja o trabalho

Análise da Prática de Utilização dos Laboratórios de Informática do ProInfo, com Ênfase na Questão Ambiental, na Escola Pública: E.E. Capitão Joel Miranda (Santa Ernestina/SP)

Autor(a): Marcos Rogério da Cunha
Ano: 2008
Veja o trabalho

Projeto Educação do Campo: Estratégias e Alternativas no Campo Lógico

Autor(a): Lee Yun Feng
Ano: 2008
Veja o trabalho

Estudo dos Projetos de Desenvolvimento dos Vales do Tietê e Paraná no Estado de São Paulo

Autor(a): Mario Augusto Correa
Ano: 2008
Veja o trabalho

Inventário dos Temas e Autores na Área de Turismo e Meio Ambiente

Autor(a): Alex Sandro Barbosa
Ano: 2008
Veja o trabalho

Caracterização Espaço-Temporal dos Recursos Hídricos Superficiais da Sub-Bacia do Ribeirão do Ouro, Araraquara, SP

Autor(a): Beatriz Buda Fuller
Ano: 2008
Veja o trabalho

Caracterização Ambiental, Socioeconômica e da Percepção da População de uma Microbacia Hidrográfica Urbana: Córrego Marivan, Araraquara, SP

Autor(a): Valter Luiz Iost Teodor
Ano: 2008
Veja o trabalho

Um Estudo sobre Ações Municipais em Direção ao Desenvolvimento Sustentável por meio da Análise dos Oito Objetivos do Milênio: os Casos de Ibitinga e São Carlos

Autor(a): Dagoberto Alves
Ano: 2008
Veja o trabalho

Balanço Social como Indicador da Responsabilidade Social das Empresas

Autor(a): Isidro Schiaveto Junior
Ano: 2008
Veja o trabalho

Desconcentração Produtiva na Indústria Aeronáutica em Direção à Região Administrativa Central do Estado de São Paulo: o Desafio da Inserção no Sistema de Inovação

Autor(a): Fernando Bueno de Oliveira
Ano: 2008
Veja o trabalho

As Dificuldades da Prática da Educação Ambiental no Ensino Fundamental de Ciclo II: um Estudo de Caso na Escola Estadual Dorival de Carvalho de Matão - São Paulo

Autor(a): Ana Paula Balista Borges Leoni
Ano: 2008
Veja o trabalho

Avaliação do Uso de Pesticidas na Cultura de Laranja no Município de Itápolis - SP

Autor(a): Lilian Maria Andreotti Bocchi
Ano: 2008
Veja o trabalho


2007

A Relação entre o Marketing Societal e a Vantagem Competitiva: Estudo de Caso no Setor Calçadista de Jaú - SP

Autor(a): Wilson Cesar Lima Júnior
Ano: 2007
Veja o trabalho

Modelagem de Banco de Dados Geográfico como Subsidio à Gestão Integrada de Recursos Hídricos Aplicado a Sub-Bacia do Ribeirão das Cruzes, (Araraquara-SP)

Autor(a): Décio Lago
Ano: 2007
Veja o trabalho

As Excludentes da Responsabilidade Civil por Danos Ambientais

Autor(a): Dahyana Siman Carvalho Costa
Ano: 2007
Veja o trabalho

Diagnóstico das Cooperativas e Associações de Catadores de Materiais Recicláveis nos Municípios Pertencentes à Bacia Hidrográfica Tietê - Jacaré: Realidades e Perspectivas

Autor(a): Fábio Luiz Sobral
Ano: 2007
Veja o trabalho

A Informática como Ferramenta no Desenvolvimento da Educação Ambiental: um Estudo de Caso Utilizando a Serra do Jabuticabal como Tema para Capacitação de Professores do Ensino Fundamental de Taquaritinga/SP

Autor(a): Hemerson Cleiton de Pietro
Ano: 2007
Veja o trabalho

Percepção Ambiental dos Alunos do Ensino Fundamental sobre as Queimadas da Palha da Cana-de-Açúcar em Sertãozinho - SP

Autor(a): Alessandra Borro Nascimento Ferreira
Ano: 2007
Veja o trabalho

Relações de Cooperação e o Potencial de Formação de Redes de Empresas: o Caso de Itápolis São Paulo

Autor(a): Valsir Alexandrino Júnior
Ano: 2007
Veja o trabalho

Oferta e Demanda de Agregados para a Construção Civil no Município de São Carlos-SP

Autor(a): Aldo Loy Fernandes
Ano: 2007
Veja o trabalho

Formação de Redes de Capital Social: o Caso do Centro de Voluntariado de Rio Claro

Autor(a): Juliano Marcio Calderero
Ano: 2007
Veja o trabalho

Turismo em Torrinha - SP: o Que Foi Sem Nunca Ter Sido

Autor(a): Cristina do Carmo Posati
Ano: 2007
Veja o trabalho

Pesca Esportiva: Crueldade Consentida e a Glamourização do Lazer na Terra da Gente

Autor(a): Eliana Cristina de Alvarenga Saraiva Gorgatti
Ano: 2007
Veja o trabalho

Análise Sobre o Cumprimento da Obrigatoriedade da Reserva Legal Florestal

Autor(a): Emerson Cleiton Rodrigues
Ano: 2007
Veja o trabalho

A Aplicação da Teoria do Risco nos Casos de Dano Ambiental Causado por Omissão Estatal

Autor(a): Romir Alves Leal
Ano: 2007
Veja o trabalho

O Governo Municipal como Indutor de Desenvolvimento Local: o Caso da Economia Solidária

Autor(a): Antonio Silvestre Leite
Ano: 2007
Veja o trabalho

A Visão dos Proprietários Rurais em Relação às Questões Ambientais da Microbacia do Córrego da Roseira no Município de Ibitinga-SP

Autor(a): Flórida Rosa Malida Assêncio
Ano: 2007
Veja o trabalho

Avaliação do Sistema de Monitoramento de Recursos Hídricos e da Viabilidade Técnica, Legal e Econômica da Aplicação da Resolução CONAMA 357/2005 para a Sub-Bacia do Ribeirão das Cruzes (Araraquara-SP)

Autor(a): Mauricio Ferreira de Macedo
Ano: 2007
Veja o trabalho

Iodoterapia: Avaliação Crítica de Procedimentos de Precaução e Manuseio dos Rejeitos Radioativos Gerados em Unidade de Internação Hospitalar

Autor(a): Maria Lúcia Rissato
Ano: 2007
Veja o trabalho

Produção Mais Limpa em Sistemas Locais de Produção

Autor(a): Rosely Mana Domingues
Ano: 2007
Veja o trabalho

Inovação em Serviços de Saneamento: Desafios para os Municípios no Segmento de Resíduos Sólidos

Autor(a): Moacir José Bertaci
Ano: 2007
Veja o trabalho

Certificação EUREPGAP na Fruticultura: Avaliação de Impactos Ambientais e Sociais

Autor(a): Wagner Antonio Jacometi
Ano: 2007
Veja o trabalho

A Constitucionalidade e a Importância dos Planos Diretores para os Municípios Paulistas de Pequeno Porte

Autor(a): Bianca Cavichioni de Oliveira
Ano: 2007
Veja o trabalho

A Aceitação pelo Consumidor por um Produto de Papel Reciclado

Autor(a): Paulo Sérgio Rosalin Moreno
Ano: 2007
Veja o trabalho

Indícios de Casos de Bullying no Ensino Médio de Araraquara - SP

Autor(a): Juliana Muranetti de Oliveira
Ano: 2007
Veja o trabalho

Políticas Públicas de Geração de Trabalho e Renda no Município de Bauru: um Estudo Sobre a Ação e a Desarticulação do Estado e da Sociedade Civil

Autor(a): Salete Aparecida Rossini Lara
Ano: 2007
Veja o trabalho

A Reserva Florestal Legal e os Princípios Constitucionais da Isonomia e Razoabilidade

Autor(a): André Luiz Oliveira
Ano: 2007
Veja o trabalho

Programas Federais para Saneamento Básico com Recursos do Orçamento Geral da União: Estudo sobre os Investimentos Realizados pelos Municípios da Bacia Hidrográfica Turvo/Grande (UGRHI 15) 1996 a 2004

Autor(a): José Renato Bianchi
Ano: 2007
Veja o trabalho

Representação Social de Educação Ambiental em Analândia-SP e sua Contribuição ao Ecoturismo

Autor(a): Rafael Ângelo Fortunato
Ano: 2007
Veja o trabalho


2006

Assentamentos Rurais em Hortos Florestais da Região Norte do Estado de São Paulo

Autor(a): Alessandro Silva de Oliveira
Ano: 2006
Veja o trabalho

Políticas Públicas de Desenvolvimento Local: o Caso do Município de São José do Rio Preto

Autor(a): Luciane Castiglioni
Ano: 2006
Veja o trabalho

Empresas Multinacionais e o Estabelecimento de Padrão Ambiental Corporativo Global: a Indústria de Matérias-Primas para Fertilizantes

Autor(a): Nubia Alves de Carvalho Ferreira
Ano: 2006
Veja o trabalho

Aglomerações Produtivas Locais: o Caso da Indústria e Recondicionamento de Peças Auto-Elétricas do Setor Metal-Mecânico no Município de Pederneiras-SP

Autor(a): Fred Aparecido Matano
Ano: 2006
Veja o trabalho

A Implementação da Atividade Turística em Brotas - SP: Euforia e Declínio

Autor(a): Selma Agnelli
Ano: 2006
Veja o trabalho

Caracterização da Qualidade da Água do Ribeirão das Cruzes - Araraquara (SP) através das Variáveis Físicas e Químicas e dos Macroinvertebrados Bentônicos

Autor(a): Angélica Lot
Ano: 2006
Veja o trabalho

Conhecimento Ambiental de Professores do Ensino Fundamental sobre a Bacia Hidrográfica do Rio Turvo, em Monte Alto - SP: uma Contribuição para a Educação Ambiental no Âmbito do Comitê de Bacia Hidrográfica Turvo-Grande (CBH-TG)

Autor(a): Juliana Sakoda Telles Chinalia
Ano: 2006
Veja o trabalho

Economia Solidária: Experiências na Região Turvo-Grande/SP

Autor(a): Valdir Ferreira
Ano: 2006
Veja o trabalho

Intervenções em Área de Preservação Permanente no Reservatório de Ibitinga - SP: Equívocos e Omissões

Autor(a): Leonice Aparecida da Silva
Ano: 2006
Veja o trabalho

Levantamento do Uso e Conhecimento das Plantas Medicinais na Comunidade do Distrito de Nova América (Itápolis - SP)

Autor(a): Sueli Campopiano Pereira
Ano: 2006
Veja o trabalho

Micro e Pequenas Empresas e Inovação Tecnológica: as Empresas do Segmento Odontológico no Município de Araraquara

Autor(a): Rodrigo Mancini
Ano: 2006
Veja o trabalho

O Setor Sucroalcooleiro e a Utilização da Biomassa da Cana-de-Açúcar como Fonte Alternativa de Energia

Autor(a): Luiz Augusto Meneguello
Ano: 2006
Veja o trabalho

Resíduos de Serviços de Saúde de um Hospital de Médio Porte do Município de Araraquara: Subsídios para Elaboração de um Plano de Gerenciamento

Autor(a): Catia Haddad
Ano: 2006
Veja o trabalho

Tema Transversal Meio Ambiente: Teoria e Prática no Ensino Fundamental em uma Escola Municipalizada de Américo Brasiliense - SP

Autor(a): Cassia Marcomini
Ano: 2006
Veja o trabalho

Um Estudo sobre a Inveja no Ambiente Organizacional

Autor(a): Glaura Maria Sajovic Verdiani
Ano: 2006
Veja o trabalho

Uma Análise da Gestão Estratégica da Rede Fiesp de Incubadoras: um Estudo de Caso

Autor(a): Juliano Leite Malara
Ano: 2006
Veja o trabalho


2005

Educação Ambiental a Partir do Conhecimento dos Resíduos Sólidos Domiciliares, Junto a um Grupo de Alunos da Escola Sérgio Pedro Speranza, no Bairro Parque Residencial São Paulo, Araraquara-SP

Autor(a): Andréia Regina da Silva Leandro
Ano: 2005
Veja o trabalho

A Integração dos Sistemas de Custos ABC e Custos da Qualidade como Diferencial Competitivo para Pequenas Empresas: uma Abordagem Aplicada a Indústria de Massas Alimentícias

Autor(a): Aparecido Oliveira
Ano: 2005
Veja o trabalho

A Percepção Ambiental dos Resíduos de Serviços de Saúde - RSS da Equipe de Enfermagem de um Hospital Filantrópico de Araraquara - SP

Autor(a): Adriana Aparecida Mendes
Ano: 2005
Veja o trabalho

A Percepção da Qualidade do Serviço de Lazer sob a Ótica do Usuário e do seu Fornecedor

Autor(a): Heraldo Pedroso Pimentel
Ano: 2005
Veja o trabalho

A Reestruturação Industrial e a Questão Ambiental: Estudo de Caso em uma Empresa de Médio Porte

Autor(a): Paulo Roberto Vieira Marques
Ano: 2005
Veja o trabalho

Arranjos Produtivos Locais: Formação, Desenvolvimento e Vínculos nas Indústrias de "Bordados de Ibitinga" - SP

Autor(a): Fabiana Florian
Ano: 2005
Veja o trabalho

A Utilização da Modelagem Matemática como Ferramenta para a Gestão Integrada e Sustentável dos Recursos Hídricos Subterrâneos: uma Proposta para o Município de Araraquara-S.P.

Autor(a): Carlos André Bonganha
Ano: 2005
Veja o trabalho

Avaliação da Qualidade da Água do Rio São Lourenço Matão - SP através das Análises das Variáveis Físicas e Químicas da Água e dos Macroinvertebrados Bentônicos

Autor(a): Gilmar Simoes Oliveira
Ano: 2005
Veja o trabalho

Considerações Sobre os Custos Ambientais Decorrentes do Gerenciamento dos Resíduos Sólidos e dos Efluentes Industriais Gerados no Setor Sucroalcooleiro: um Estudo de Caso

Autor(a): Jose Marcos Paula Theodoro
Ano: 2005
Veja o trabalho

Da Aplicação do Princípio da Insignificância nos Crimes Ambientais

Autor(a): André Serotino
Ano: 2005
Veja o trabalho

Desenvolvimento de Bariri: Perspectivas de Sustentabilidade e Políticas Públicas

Autor(a): Vitório Dimas Barsi
Ano: 2005
Veja o trabalho

Estudo sobre a Adoção da Produção Mais Limpa: o Caso de uma Indústria Alimentícia

Autor(a): Keli Cristina Padilha André Donadon
Ano: 2005
Veja o trabalho

Kaizen como uma Ferramenta de Marketing

Autor(a): Guilherme Volpe Vitorino da Silva
Ano: 2005
Veja o trabalho

Manutenção Industrial: uma Discussão entre a Relação dos Investimentos Aplicados e os Resultados Operacionais e Ambientais Obtidos

Autor(a): Marcos Antônio Bonifácio
Ano: 2005
Veja o trabalho

Marketing Político em uma Gestão Participativa: um Estudo de Caso da Prefeitura Municipal de Matão/SP

Autor(a): Luciana Antoniosi
Ano: 2005
Veja o trabalho

Mini-Usinas de Leite como Alternativa de Desenvolvimento Regional para Produtores Familiares

Autor(a): Eliane Cristina Barros Ribeiro
Ano: 2005
Veja o trabalho

O Córrego Ribeirãozinho e sua Bacia Hidrográfica: Subsídios para a Educação Ambiental da População de Taquaritinga-SP

Autor(a): Ana Lúcia Bortoni de Souza
Ano: 2005
Veja o trabalho

O Plano de Negócios como Instrumento de Gestão Estratégica: Estudo de Casos em Empresas de Pequeno Porte da Cidade de Tabatinga

Autor(a): Jurací Brandão de Paula
Ano: 2005
Veja o trabalho

Políticas Públicas e Cooperação em Arranjos Produtivos Locais: o Caso da Indústria de Bichos de Pelúcia do Município de Tabatinga-SP

Autor(a): Gerson Braz
Ano: 2005
Veja o trabalho

Qualidade em Serviços - Estudo Comparativo dos Atributos mais Valorizados pelos Clientes na Avaliação da Qualidade em Serviços - uma Aplicação do Modelo SERVQUAL

Autor(a): Sirley Consoloção Coimbra
Ano: 2005
Veja o trabalho

Responsabilidade Penal da Pessoa Jurídica em Crimes Ambientais

Autor(a): Fabio Roberto Peres
Ano: 2005
Veja o trabalho

Sistemas de Produção e Estratégias de Vida para Permanência na Terra: um Estudo no Projeto de Assentamento Monte Alegre - Araraquara/SP

Autor(a): Antônio Marcos Campoi
Ano: 2005
Veja o trabalho

Um Estudo sobre a Gestão da Qualidade e o Meio Ambiente: uma Proposta para o Desenvolvimento do 5S+A

Autor(a): Luiz Henrique Oliani
Ano: 2005
Veja o trabalho

Uma Abordagem Estratégica do Projeto Pedagógico: o Caso de um Curso de Graduação em Engenharia de Produção

Autor(a): Cláudio Luis Piratelli
Ano: 2005
Esta dissertação deve ser solicitada pelo e-mail do próprio autor clpiratelli@uniara.com.br

As Representações Sociais sobre as Queimadas de Cana-de-Açúcar em Araraquara - SP

Autor(a): Luiz Cláudio dos Reis Scarmato
Ano: 2005
Veja o trabalho


2004

Educação Ambiental Desenvolvida pela Polícia Ambiental de Bauru - São Paulo: Elementos de Avaliação

Autor(a): Nilson Fidelis da Silva
Ano: 2004
Veja o trabalho

A Engenharia de Segurança do Trabalho: Análise Crítica da Proposta de Gerenciamento de Resíduos Perigosos Gerados na Universidade de São Paulo no Campus de São Carlos

Autor(a): Luis Carlos Silva
Ano: 2004
Veja o trabalho

A Gestão Estratégica de Custos em Pequenas e Médias Indústrias no Setor Metal-Mecânico: uma Visão do Desenvolvimento Sustentável

Autor(a): Nilson Cesar Donadon
Ano: 2004
Veja o trabalho

A Relevância Regional e Nacional do Curso de Especialização em Educação Ambiental do Centro de Recursos Hídricos e Ecologia Aplicada (CRHEA-EESC-USP): uma Abordagem Avaliativa

Autor(a): América Jacintha Moraes
Ano: 2004
Veja o trabalho

Avaliação das Condições Tróficas da Represa do Lobo (Itirapina-Brotas/SP) através do Estudo da Comunidade de Macroinvertebrados Bentônicos

Autor(a): Luci Aparecida Queiroz
Ano: 2004
Veja o trabalho

Especulação Imobiliária e Valorização do Espaço Urbano: as Queimadas nos Terrenos Baldios em Araraquara - SP

Autor(a): Devair Cezar Moura
Ano: 2004
Veja o trabalho

Meio Ambiente e Educação Ambiental na Perspectiva de Diferentes Sujeitos Sociais no Município de Matão - SP: Possibilidades de Ações e Parcerias

Autor(a): Maria Aparecida Bellintani
Ano: 2004
Veja o trabalho

Modismos Gerenciais e Cultura Organizacional: um Estudo de Caso sobre a Adoção de Sistemas ERP

Autor(a): Aquiles Fiamengue Neto
Ano: 2004
Veja o trabalho

Tecnologia e Proteção Ambiental nas Indústrias do Couro e Calçados na Região de Jaú - SP

Autor(a): Osvaldo Contador Junior
Ano: 2004
Veja o trabalho

Projetos

Linha de Pesquisa: Gestão de Território

Projeto: Estudos Socioeconômicos e Ambientais como Subsídios para Sustentabilidade Regional: Modelo Bacia Hidrográfica Tietê/Jacaré

Início

2000

Coordenador(a)

Prof. Dr. Zildo Gallo

Descrição

Projeto Integrado. Coordenado pelo Prof. Dr. Zildo Gallo, o qual integra 8 subprojetos, cada um sob a responsabilidade de um ou mais professores do grupo tem caráter de desenvolvimento permanente, uma vez que investiga vários aspectos do processo histórico de ocupação da Bacia Hidrográfica Tietê/Jacaré. O desenvolvimento do projeto desde o ano de 2004 vem possibilitando a construção de um banco de dados com informações de caráter socioeconômico e ambiental que possibilitou um diagnóstico de municípios da Bacia Hidrográfica Tietê-Jacaré.

Este projeto tem caráter interdisciplinar e visa à convergência de várias áreas do conhecimento do programa. Busca uma abordagem sistêmica da Bacia Hidrográfica Tietê-Jacaré. Identificam-se nesta bacia diferentes usos e formas de ocupação (bairros com graus variados de ocupação, indústrias, presídios, área rural fronteiriça à área de expansão urbana, etc) com problemas sócio-ambientais associados, devido à inexistência de planejamento no uso e ocupação dos recursos naturais, bem como a evidente desconsideração às questões ambientais pelo poder público. A pesquisa, em seus diferentes enfoques, discute qualidade ambiental e desenvolvimento socioeconômico. O projeto objetiva:

  1. Produzir indicadores de qualidade de vida na área da Bacia Hidrográfica Tietê-Jacaré;
  2. Abordar ecologicamente a Bacia Hidrográfica com o objetivo de desenvolver atividades de Educação Ambiental nos Ensinos Formal e Informal, comunidades e empresas;
  3. Desenvolver estudos comparados em gestão de Bacias Hidrográficas;
  4. Verificar o potencial de contaminação ambiental por resíduos orgânicos;
  5. Discutir os aspectos da aplicabilidade dos instrumentos jurídicos de controle ambiental;
  6. Investigar os empreendimentos de Economia Solidária ligados à preservação ambiental;
  7. Analisar a relação entre as cooperativas de catadores de materiais recicláveis e o poder público municipal, avaliando a importância deste arranjo, tanto na gestão municipal dos resíduos domiciliares quanto na inserção social dos catadores;
  8. Elaborar políticas públicas para a gestão municipal e regional dos resíduos domiciliares, industriais e de serviços de saúde, a partir do diagnóstico da geração e das práticas adotadas nos diferentes estabelecimentos geradores.

O projeto Estudos Socioeconômicos e Ambientas como Subsídios para a Sustentabilidade Regional: Modelo Bacia Hidrográfica Tietê/Jacaré está dividido em diversos subprojetos, cada um sob a responsabilidade de um ou mais professores do grupo. São os que seguem:

"Abordagem Ecológica de Bacias Hidrográficas e Educação Ambiental"

Pesquisadores

Prof. Dr. João Alberto da Silva Sé
Profª. Drª. Janaína Florinda Ferri Cintrão
Profª. Flávia Cristina Sossae

Resumo

O projeto busca conhecer os canais de comunicação mais eficientes entre o meio científico e os ambientes de vivência cotidiana do público participante. Tem como base uma abordagem holística e sistêmica e o reconhecimento da existência de vários níveis organizacionais complexos para a Natureza, em padrão de rede, sob os quais estão os sistemas humanos e suas estruturas sociais, em funcionamento nas paisagens . Fundamenta-se no conceito de Bacia Hidrográfica, como uma unidade de paisagem e integradora dos sistemas ecológicos. Neste sentido, a valorização dos saberes populares conjuntamente aos conhecimentos científicos estarão necessariamente envolvidos em gerar iniciativas ecológicas por parte deste público. As metodologias utilizadas estão apoiadas na Ecologia, especialmente na Limnologia de cursos de água corrente (ótica), na abordagem ecológica de bacias hidrográficas (Ecologia de Paisagens), e nos processos participativos e ativos em Educação Ambiental, provenientes das várias áreas das Ciências Sociais.

"Diagnóstico do Sistema de Manejo de Resíduos e Avaliação de Potencial de Poluição"

Pesquisadores

Prof. Dr. Marcus C. Avezum Alves de Castro
Profª. Drª. Maria Lúcia Ribeiro
Profª. Drª. Janaína Florinda Ferri Cintrão

Bolsista

Caroline Lourencetti

Resumo

Este projeto estuda as questões técnicas associadas às práticas de manejo, como processos de tratamento e destinação final, dos resíduos de origem domiciliar, de serviços de saúde e industrial e, com enfoque mais abrangente, aspectos relacionados ao desenvolvimento de diretrizes para gestão de resíduos industriais sob a ótica de minimização e redução da sua geração, tendo como parâmetros a certificação ambiental de indústrias e as perspectivas de reaproveitamento dos resíduos como parte das alternativas de geração de trabalho e renda. Com o desenvolvimento das pesquisas e a conclusão dos trabalhos de mestrados, o projeto original teve na área de resíduos de serviços de saúde sua maior expressão, com a caracterização da geração e das práticas adotados nos vários estabelecimentos geradores (hospitais, clinicas veterinárias, farmácias, consultórios odontológicos e clínicas em geral), analisando a percepção ambiental dos profissionais da saúde, a taxa de geração e a adequação às normas vigentes, de modo a subsidiar a criação de planos municipais para a gestão destes resíduos. Outra ênfase do projeto foram os resíduos industriais gerados no setor sucroalcooleiro. Nesta fase, o projeto envolveu outros pesquisadores que possibilitaram uma maior ênfase na interdisciplinaridade na área de resíduos, como é o exemplo da percepção ambiental dos profissionais de saúde.

"Estudo da Evolução e Aspectos da Aplicabilidade dos Instrumentos Jurídicos de Controle da Poluição"

Pesquisador

Prof. Dr. Hildebrando Herrmann

Resumo

Os recortes econômico-sociológicos e o estudo da legislação ambiental, além da caracterização da área e levantamento de indicadores de qualidade de vida têm, neste projeto, o papel de pensar a região investigada como objeto de políticas públicas. Indicadores de qualidade de vida têm, no contexto desta investigação, o sentido de, a partir das condições concretas de vida da população residente no entorno da bacia, analisar em que medida os grupos se mobilizam por programas de educação ambiental, por propostas contra a poluição e riscos ambientais. Ações da população visando à proteção do meio ambiente - consideradas como formas de se pleitear melhor qualidade de vida - serão discutidas no âmbito de subsídios de políticas públicas dirigidas à gestão racional do meio ambiente, mediante uma redefinição dos modos de desenvolvimento, dos usos dos seus frutos e das perspectivas de sustentabilidade.

"Estudos Comparados em Gestão de Bacias Hidrográficas"

Pesquisador

Prof. Dr. Zildo Gallo

Resumo

Esse projeto procura investigar e avaliar o desenvolvimento do recém-instituído Sistema Integrado de Gerenciamento de Recursos Hídricos (SIGRH), que dividiu o Estado de São Paulo em 22 Unidades de Gerenciamento de Recursos Hídricos (UGRHI). Cada UGRHI deve ser investigada a partir da Política Estadual de Recursos Hídricos e tal investigação deve levar em consideração o seu processo de desenvolvimento e as formas de ocupação do território dele decorrente. Trata-se de avaliar os impactos econômicos, sociais e ambientais causados pelas intervenções dos diversos agentes econômicos instalados na região e de analisar e, até mesmo, indicar políticas que solucionem ou minimizem tais impactos. Destacam-se neste projeto a importância metodológica e viabilidade de estudos comparados.

"Avaliação da Contaminação Ambiental por Resíduos Orgânicos"

Pesquisadores

Profª. Drª. Maria Lúcia Ribeiro
Profª. Drª. Janaína Florinda Ferri Cintrão

Resumo

Como consequência do uso de pesticidas, especialmente em atividades agrícolas, as possibilidades de contaminação do ambiente, dos produtos agrícolas e dos próprios aplicadores destes insumos devem ser investigadas com a finalidade de gerar dados que permitam traçar um perfil da real situação da área em estudo. A identificação dos pesticidas, a seleção de matrizes adequadas para a realização de estudos de resíduos e a escolha de metodologias para a análise da avaliação de risco, além de fornecerem informações relevantes para caracterizar o tipo da eventual contaminação, são indicadores importantes para se proporem programas de monitoramento e/ou medidas que possam preservar o meio ambiente, a qualidade dos alimentos e, em consequência, a saúde da população. Neste projeto pretende-se avaliar a contaminação por resíduos de pesticidas empregados nas culturas de cana de açúcar e/ou citrus, da região de Araraquara, em matrizes que sejam representativas do universo investigado.

Relacionado a este projeto, objetiva-se estudar a preservação da área de recarga do Aquífero Guarani. Os objetivos desse projeto, decorrentes da problemática exposta acima, podem ser resumidos em: avaliar os riscos potenciais de contaminação da água subterrânea, a partir das características dos diferentes domínios pedomorfoclimáticos das áreas de recarga do Aquífero Guarani; avaliar os riscos efetivos de contaminação das águas subterrâneas, considerando as áreas críticas representadas pela utilização da vinhaça nas usinas sucroalcooleiras da região de Araraquara.

"Inserção da Indústria Mineral nas Atividades Desenvolvidas em Bacias Hidrográficas (Bacia Tietê/Jacaré)"

Pesquisadores

Prof. Dr. Hildebrando Herrmann
Prof. Dr. Zildo Gallo

Resumo

Políticas públicas podem ser consideradas como ações destinadas a solucionar problemas presentes ou futuros. Compõem o quadro dessas políticas: o diagnóstico sobre necessidade de ação, planejamento estratégico, decisão governamental, exteriorização ou implementação da política e monitoramento. A quarta fase se perfaz através de normas legais coercitivas. Conhecê-las é fundamental para se saber a real situação do ambiente considerado, e com isso, sanar lacunas e omissões legais.

"Economia Solidária e Meio Ambiente"

Pesquisadores

Prof. Dr. Zildo Gallo
Prof. Dr. Marcus C. Avezum Alves de Castro

Resumo

O projeto procura investigar os arranjos cooperativos que têm sido adotados pelos municípios para resolver problemas socioambientais, particularmente os relacionados à gestão dos resíduos sólidos urbanos. A gestão dos resíduos tem possibilitado o desenvolvimento de empreendimentos cooperativos que têm contribuído com o processo de inclusão social de populações excluídas do mercado formal, como também se constituído em alternativa para a separação/segregação dos materiais reciclados, ponto fundamental para o fomento da cadeia produtiva da reciclagem e reintegração dos materiais.

"Gestão Integrada de Recursos Hídricos: Indicadores Ambientais e Geoprocessamento"

Pesquisadores

Prof. Dr. Denilson Teixeira
Prof. Dr. Leonardo Rios

Bolsistas

Ms. Alessandra de Souza Alberto
Ms. Vitor Molina Junior

Mestrandos

Bianca Cavichioni de Oliveira
Décio Lago
Mauricio Ferreira de Macedo

Graduação

Vitor Rocha dos Santos

Resumo

A abordagem aqui proposta visa a estudar e aprofundar as bases científicas para propor estratégias de gestão integrada de recursos hídricos, visando à recuperação e manejo de uma bacia hidrográfica. O projeto se justifica na abordagem dos principais desafios do processo de gestão integrada de recursos hídricos. Dentre estes desafios, o projeto busca analisar as seguintes etapas, entendidas como prioritárias: diagnóstico e caracterização da Bacia Hidrográfica; estruturação do sistema de informação ambiental; programa de monitoramento de recursos hídricos; plano de bacia e integração territorial administrativa; indicadores dos processos de sustentabilidade na bacia hidrográfica; capacitação de atores sociais; rede regional de investigações e cooperação técnica; e fomentar publicações e difusão de resultados.

Financiadores

  • FUNADESP - Fundação Nacional de Desenvolvimento do Ensino Superior (Bolsa Produtividade em Pesquisa);
  • Uniara - Centro Universitário de Araraquara (Auxílio Financeiro).

Equipe

  • Adriana Aparecida Mendes
  • Alessandra Borro Nascimento
  • Alesssandra de Souza Alberto
  • Ana Lúcia Bortolani
  • André Serotini
  • Andréia Regina da Silva Leandro
  • Carlos André Bonganha
  • Carolina Lourencetti
  • Cássia Cristina Marcomini
  • Cátia Milciane Caíres Haddad
  • Denilson Teixeira
  • Eliana C. A. S. Gorgatti
  • Flávia Cristina Sossae
  • Flórida Rosa Mali Assencio
  • Fábio Roberto Peres
  • Gilmar Simões de Oliveira
  • Helena Carvalho de Lorenzo
  • Hemerson Cleiton de Pietro
  • Hildebrando Herrmann
  • Janaína F. F. Cintrão
  • José Tadeu Celestrino
  • João Alberto da Silva Sé
  • Juliana Munaretti de Oliveira
  • Juliana Sakota Telles Chinalia
  • Leonice Aparecida da Silva
  • Luiz Cláudio dos Reis Scarmato
  • Manoel Luiz Neto
  • Marcelo Barros de Arruda Castro
  • Marcus César Avezum Alves de Castro
  • Maria Lúcia Ribeiro
  • Zildo Gallo

Projeto: Fechamento de Mina: Aspectos Técnico-Sociais e Legais

Início

2005

Coordenador(a)

Prof. Dr. Hildebrando Herrmann

Descrição

Dentro da temática relativa à Gestão de Território, este projeto de pesquisa foi desenvolvido em parcerias com outras Instituições públicas.

A atividade de mineração, por ocorrer na crosta terrestre, provoca impactos diversos na superfície. Dependendo da substância e da disposição dos rejeitos, alguns impactos podem ser irreparáveis e irreversíveis. Para amenizar essa situação o presente projeto discute as diversas formas de recuperação das áreas degradadas, inclusive trata da sua recuperação total por ocasião do fechamento das minas.

Entidades participantes

CETESB/UFOP/Uniara

  • Prof. Dr. Hildebrando Herrmann - Uniara
  • Prof. Ms. José Cruz Flores - UFOP
  • Profª. Eliane Poveda - CETESB
  • Falbert Maurício de Senna - mestrando Uniara

Projeto: Gestão de Recursos Hídricos das Bacias das Vertentes Atlânticas do Vale do Paraíba Paulista - Aplicações da Abordagem Geo-bio-hidrológicas e do Conceito de Ecologia de Paisagem

Início

2005

Coordenador(a)

Prof. Dr. Hildebrando Herrmann

Dentro da temática relativa Gestão de Território este projeto de pesquisa está sendo desenvolvido em parceria com outras Instituições públicas.

Este projeto tem como Instituição âncora a IG/Unicamp, apoiado pelo Programa de Políticas Públicas da FAPESP, coordenado pela Profa Dra Suely Yoshinaga Pereira. Busca, em um primeiro momento, diagnosticar a situação das áreas de risco da região à luz do conceito da ciência geológica, bem como levantar a contaminação do aquífero da Bacia do Rio Paraíba do Sul, assim como as diversas agressões à paisagem local, decorrentes do mau uso do solo e subsolo. Em um segundo momento, visa a oferecer subsídios para uma correta gestão do território considerado. Participam do projeto dois docentes e três mestrandos da Uniara.

Entidades Participantes

IG/Unicamp; Fundação Florestal; Faculdade de Engenharia Civil da UNESP - Guaratinguetá e Uniara. Apoio FAPESP (Processo nº 00/13714-1).

  • Prof. Hildebrando Herrmann - Uniara
  • Profª. Drª. Suely Yoshinaga Pereira - IGE/Unicamp
  • Profª. Drª. Maria José Brito Zackia - Uniara
  • Prof. Dr. Silvio Jorge Coelho Simões - UNESP-FEG
  • Prof. Ms. Paulo Valladares Soares - Fundação Florestal/SMA - SP

Equipe

  • Hildebrando Herrmann
  • Maria José Brito Zakia
  • Romir Alves Leal

Linha de Pesquisa: Políticas Públicas e Desenvolvimento

Projeto: Políticas de Desenvolvimento Regional: Impactos de Transformações Recentes

Início

2000

Coordenador(a)

Profª. Drª. Helena Carvalho de Lorenzo

Descrição

O projeto coordenado pela Profª. Drª. Helena Carvalho De Lorenzo tem por objetivo estudar formas contemporâneas de desenvolvimento local e regional e suas possibilidades de integração através de políticas regionais de desenvolvimento sustentável. O principal elo de sustentação desse projeto vem sendo o Núcleo de Estudos em Desenvolvimento Regional, atualmente denominado Grupo de Estudos em Desenvolvimento Local e Meio Ambiente - GEDEMA, voltado ao estudo das micro e pequenas empresas e ao desenvolvimento local, que dispõe de um banco de dados e estatísticas regionais, gradativamente ampliado por meio das parcerias institucionais. Este projeto integrado é composto por três outros projetos:

1. "Políticas Públicas e Desenvolvimento Local e Regional: Região de Araraquara e São Carlos"

Trata-se de um projeto interinstitucional, financiado pelo Programa de Políticas Públicas da FAPESP quinto edital, realizado em parceria com a FCLAr/UNESP. Iniciou-se em 2002. Em 2003 foi aprovado para uma segunda fase e encerrou-se em setembro de 2005. O projeto, na primeira fase, buscou conhecer a realidade socioeconômica regional em suas especificidades e potencialidades. Elaborar critérios e indicadores para a formulação de políticas públicas integradas, promovendo a articulação entre as equipes das prefeituras e, especialmente, formulando proposições com potencial de respostas às necessidades regionais. Na segunda fase, o projeto esteve focalizado em quatro estudos para formulação de políticas públicas que se revelaram importantes para todos os municípios envolvidos: 1. Criação e implantação do Sistema de Informações Tecnológicas voltado ao desenvolvimento local das pequenas e micro empresas. No bojo desta proposta, destacam-se a concepção e implementação do projeto Disque Tecnologia, de âmbito regional, em parceria com o Disque Tecnologia do CECAE/USP, realizado por meio de um convênio interinstitucional. 2. Estudos para a avaliação das possibilidades de construção de um arranjo produtivo local no segmento produtivo de materiais para uso médico-odontológico. 3. Estudo das possibilidades para a criação de uma central regional para a reciclagem de resíduos plásticos. 4. Estudos para implementação de política de monitoramento ambiental regional para Recursos Hídricos Superficiais. Destes quatro estudos, o primeiro está em fase final de implantação pela prefeitura Municipal de Araraquara. Cabe destacar, como uma outra tendência da pesquisa no âmbito das discussões sobre desenvolvimento local, o estudo dos efeitos positivos e negativos (sociais, ambientais e econômicos) de atividades ligadas ao turismo regional. Esta temática vem se revelando importante alternativa de diversificação econômica, principalmente no que se refere ao turismo rural e vem se constituindo em objeto de investigação científica de alguns mestrandos.

Todos os estudos contaram com a participação de alunos de graduação e pós e com produção científica, sendo duas bolsas de Iniciação Científica também financiadas pela FAPESP, e uma dissertação de mestrado.

2. "Percurso de Colaboração para a Implementação de Políticas Públicas de Desenvolvimento Local Integrado entre Regiões"

Organizado como desdobramento das articulações resultantes da implantação do projeto FAPESP e com a utilização dos resultados da pesquisa pelas administrações municipais, efetivou-se a participação do grupo de pesquisadores no "Acordo de Cooperação entre as regiões italianas do Marche, da Toscana, da Ùmbria, da Emilia Romagna e o Governo da República Federativa do Brasil", promovido pela Secretaria de Coordenação Política e assuntos Institucionais da Presidência da República. Desta parceria, resultou um novo projeto “Percurso de colaboração para a implementação de políticas públicas de desenvolvimento local integrado entre regiões”, envolvendo as regiões italianas e os municípios de Araraquara, São Carlos, Gavião Peixoto, Ribeirão Bonito e Ibaté. Este projeto vem sendo desenvolvido com os mesmos objetivos do anterior, quais sejam, a busca de ações de interesse coletivo, com vistas ao aumento da cooperação e redução do individualismo entre municípios.

3. "Aglomerações Produtiva Meio Ambiente"

Um outro desdobramento do estudo inicial foi o projeto "Aglomerações Produtivas Meio Ambiente", do qual participam as professoras Sonia Regina Paulino e Helena Carvalho de Lorenzo. Este projeto está voltado à construção de uma nova proposta metodológica para o estudo dos arranjos produtivos locais da perspectiva ambiental. Toma como ponto de partida uma concepção de desenvolvimento como um processo integrado e de longo prazo e supõe que alterações nas formas de organização e configuração das estruturas produtivas devem ir além das implicações em termos de crescimento econômico, buscando inserir a questão ambiental como um aspecto formador da competitividade. Teve origem no projeto "Micro e Pequenas Empresas em Arranjos Produtivos Locais no Brasil", que vinha sendo desenvolvido a partir de uma parceria com a REDESIST - UFRJ e com a UFSC.

Nestes projetos, estão envolvidos três mestrandos, dez alunos de graduação, sendo duas bolsas de iniciação científica FAPESP.

Financiadores

  • FAPESP - Programa de Políticas Públicas. Processo 201/13141-4
  • FAPESP - Organização de Eventos - Processo 04/10017-9
  • FAPESP - Iniciação Científica - Processo 04/00248-3
  • FAPESP - Iniciação Científica - Processo 04/00247-3
  • FUNADESP - Fundação Nacional de Desenvolvimento do Ensino Superior (Bolsa Produtividade em Pesquisa)
  • Uniara - Centro Universitário de Araraquara (Auxílio Financeiro)
  • Prefeitura Municipal de Araraquara

Equipe

  • Cristiana do Carmo Posati
  • Denilson Teixeira
  • Fabiana Florian
  • Fernanda Biacco Amadeu
  • Fred Aparecido Matano
  • Gerson Braz
  • Graciele Moreira Saran
  • Helena Carvalho de Lorenzo
  • Luciane Castiglioni
  • Marcus César Avezum Alves de Castro
  • Moacir José Bertaci
  • Oriowaldo Queda
  • Ricardo Augusto Bonotto Barboza
  • Rodrigo Furgieri Mancini
  • Rosely Mana Domingues
  • Sérgio Azevedo Fonseca
  • Sônia Regina Paulino
  • Vitório Dimas Barsi
  • Wagner Antonio Jacometti
  • Zildo Gallo

Projeto: Poder Local e Assentamentos Rurais: Expressões de Conflitos de Acomodação e de Resistência

Início

2004

Coordenador(a)

Profª. Drª. Vera Lúcia Silveira Botta Ferrante

Descrição

Este projeto, intitulado "Inserção de Assentamentos Rurais nas Dinâmicas Locais/Regionais" foi financiado pelo CNPq e concluído em fevereiro de 2004.

O presente projeto é consequência de um ciclo de 20 anos de estudos voltados à temática dos assentamentos rurais, no qual temos priorizado dimensões qualitativas na metodologia de acompanhamento de tais experiências. Tem como objetivo central aprofundar a rede de relações dos assentamentos com o poder local, não encarado em suas externalidades, mas como expressão de arranjos, de tensões, de gestação de novas estratégias de recusa e de aceitação a propostas vindas de parcerias entre prefeituras e usinas da região e do engendramento de novas formas de poder, talvez de uma "nova cultura política". A ideia de uma trama de tensões como instrumento analítico de compreensão da realidade busca a superação da noção de "impacto", tão utilizada em pesquisas recentes sobre a temática da inserção social dos Projetos de Assentamentos Rurais em distintos contextos regionais. Os assentamentos, experiências inovadoras na gestão econômica do território, expressam tensões que são reveladoras das contradições e possibilidades da chamada agricultura familiar frente ao poder do grande capital agropecuário e agroindustrial, no âmbito do desenvolvimento social no campo paulista. O confronto dos assentados nos espaços sociais de disputa e constituição das alternativas de desenvolvimento e de distintos projetos políticos é gerador dessa trama de tensões, opondo agentes, racionalidades e interesses diversos, mediante distintos projetos, compromissos e estratégias.

Três grandes objetivos se articulam neste projeto, a partir de nossa abordagem teórico-metodológica: 1. Proceder à avaliação das diferenciadas formas de ação levadas adiante pelas Prefeituras face aos projetos de assentamentos rurais, como expressão de um jogo de forças que transcende a dimensão meramente institucional e põe em questão interesses econômicos e compromissos políticos assumidos pelos participantes deste jogo. A compreensão desta trama nos leva, de certa forma, a retomar a discussão dos assentamentos como uma política estatal definida pelo jogo das forças sociais. Nesse campo político, a trama de tensões é constituída pela mobilização dos atores assentados, sujeitos políticos que travam relações com as Instituições públicas (principalmente de âmbito municipal); tanto mediante práticas clientelistas com fins eleitorais, como através da participação nos diferentes fóruns municipais de discussão de planos para o desenvolvimento rural (Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural e também o Orçamento Participativo). As relações travadas entre as lideranças assentadas e os agentes políticos do município levam os assentamentos a entrarem ou não na agenda das prioridades de desenvolvimento local/regional, situações que serão investigadas ao longo do projeto. 2. Avaliar as consequências da inserção dos assentamentos na economia regional - e a reinterpretação do significado dessa inserção - bem como o peso decisivo que o entorno representa nas suas estratégias e perspectivas futuras. Na região de Araraquara - região central do Estado - o significado da implantação da cultura da cana-de-açúcar no cenário dos assentamentos nos leva a investigar expressões de inserção de tais projetos nos complexos agroindustriais da região, mediadas por uma rede de clientelismos e de manifestações da cultura da dádiva, assim como formas de resistência nas tentativas dos assentados de modificarem o sistema de poderes e controles traçado pelas usinas, estimulados, muitas vezes, pela defesa do meio ambiente. 3. Como terceiro bloco de objetivos a serem perseguidos na análise da trama de tensões constituída pela inserção dos assentamentos nos entornos locais/microregionais, destacamos as alternativas de sustentabilidade desenvolvidas pelos assentamentos, sempre em relação com os demais agentes locais, através de projetos e aspirações educacionais, eixo analítico desenvolvido pela Profª. Drª. Dulce Whitaker.

Neste eixo de discussão, desenvolveu-se uma área temática relativa à produção de leite como alternativa de desenvolvimento regional para produtores familiares.

Relacionado à temática da agricultura e desenvolvimento local/regional, desenvolve-se o projeto relativo da agricultura familiar da Mata Atlântica. Este projeto, coordenado pela Associação ECOAR Florestal e financiado pelo Fundo Nacional de Meio Ambiente FUNAMA, tem como parceiros a Uniara, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Empregados de Ibiúna/SP, o Instituto Florestal/SP e o Sindicato Patronal Rural de São Roque. Tem como objetivo a melhoria da qualidade de vida, da qualidade ambiental e da conservação dos recursos naturais em propriedade de agricultores familiares. Em decorrência desse projeto tem-se articulado instituições regionais e locais visando à implantação de projetos florestais com espécies naturais e exóticas com fins de produção e conservação. Nesta pesquisa, estão envolvidos o Prof. Dr. Oriowaldo Queda e dois mestrandos.

Financiadores

  • CNPq (Produtividade em Pesquisa - Processo nº 306351/2003-0);
  • CNPq (Auxílio Financeiro a Pesquisa para Apoio de Pesquisa Científica e Tecnológica - Processo nº 403515/2003-3);
  • CNPq (Bolsistas de Iniciação Científica - Processo nº 502949/2004-0);
  • CNPq (Bolsitas de Apoio Técnico a Projetos de Pesquisa Científica e Tecnológica - Processo nº 505406/2003-9);
  • FUNADESP - Fundação Nacional de Desenvolvimento do Ensino Superior (Bolsa Produtividade em Pesquisa);
  • Uniara - Centro Universitário de Araraquara (Auxílio Financeiro).

Equipe

  • Dulce Consuelo Andreatta Whitaker
  • Eliene Cristina Barros Ribeiro
  • Henrique Carmona Duval
  • João Ricardo Nogueira
  • Juliano Leite Malara
  • Juliano Márcio Calderero
  • Lee Yun Feng
  • Luciana Antoniosi
  • Luiz Manoel de Moraes Camargo Almeida
  • Marcelo Alves Ferreira
  • Oriowaldo Queda
  • Thauana Paiva de Souza Gomes
  • Valéria Aparecida Bastos
  • Vera Lúcia Silveira Botta Ferrante

Linha de Pesquisa: Sutentabilidade

Projeto: A Inserção de Variáveis Ambientais nas Organizações Empresariais: uma Reflexão sobre Novos Tipos de Gestão e Desenvolvimento Sustentável

Inicio

2005

Situação

Finalizado

Coordenador(a)

Profª. Drª. Ethel Cristina Chiari da Silva

Descrição

Esse projeto toma como ponto de partida que a complexidade do cenário econômico, tanto nacional quanto mundial, influenciada em grande parte pelos fatores tecnológicos, humanos e mercadológicos, no caso específico das organizações industriais, tem conduzido esse segmento a refletir sobre suas relações com o meio ambiente. Esta relação pode ser traduzida nas novas exigências de natureza legal, por parte do poder público e/ou mercadológica, por parte dos próprios consumidores, fazendo com que as empresas tenham que desenvolver uma compreensão holística do ambiente.

Os fatores gerenciados pelas organizações, tais como fatores humanos, tecnológicos, de qualidade dentre outros, devem contribuir para responder de maneira eficaz a essa nova exigência. No entanto, isto se manifesta ou se desenvolve de diferentes formas dependendo das características das organizações, como tamanho, localização, grau de incentivo, tipologia, dentre outras. O objetivo deste projeto é estudar mecanismos de gestão empresarial que auxiliam a inserção de variáveis ambientais nos sistemas produtivos de bens e serviços. Vários são os subprojetos incluídos nessa investigação, de forma a possibilitar, ao presente estudo, uma abordagem ampla e integrada. Mais especificamente podem-se citar:

  1. O desenvolvimento sustentável: um estudo dos mecanismos de apoio a sua viabilização. Trata do conceito de sustentabilidade e seus mecanismos de gestão auxiliares. Pretende-se, aqui, uma reflexão teórica acerca de conceitos, apresentação de uma perspectiva evolutiva e indicações de meios de apoio ao desenvolvimento sustentável;
  2. Aprendizagem organizacional voltada às questões ambientais. O projeto está relacionado à aprendizagem organizacional e variáveis ambientais;
  3. Análise sobre a relação da qualidade total e do gerenciamento ambiental. Trata da análise de como as filosofias da qualidade, ora desenvolvidas para a realidade de grandes empresas, de produção em massa e seriada, podem contribuir para a melhoria de processos e produtos de pequenas empresas.

Equipe

  • Abramo Manchini Junior
  • Ethel Cristina Chiari da Silva
  • José Luis Garcia Hermosilla
  • Júlio Luis Cadete
  • Oscar Tupy
  • Wilson César Lima Junior
  • Wilson Kendy Tachibana

Projeto: Relação entre Investimentos em Meio Ambiente, Recursos Humanos, Responsabilidade Social e Criação de Valor de Empresas no Brasil

Início

2005

Situação

Finalizado

Coordenador(a)

Prof. Dr. Oscar Tupy

Descrição

Esse projeto sustenta que nos mercados emergentes, muitas empresas poderão se beneficiar de iniciativas que aliam progresso a desenvolvimento sustentável - práticas ambientais sensatas, crescimento social e econômico responsável. Contudo, a falta de uma pesquisa sistemática sobre práticas de gestão responsável em empresas de economias emergentes relacionada ao impacto dessas práticas nos negócios tem sido um dos obstáculos para aqueles que se dedicam à promoção da responsabilidade social empresarial. Nesta perspectiva, o trabalho tem por objetivo estimar as relações entre investimentos em meio ambiente, valor econômico adicionado, redução de custos e aumento de receitas de empresas de diferentes setores no Brasil. Os relatórios de administração das empresas e demonstrações financeiras conforme publicado pela Comissão de valores Mobiliários e outras fontes com Gazeta Mercantil e Revista Dinheiro serão utilizados como fonte de dados. Procurar-se-á estimar as relações de causalidade entre variáveis.

Neste projeto estão envolvidos dois mestrandos e três alunos de graduação.

Equipe

  • Clóvis Mancinelli
  • Ethel Cristina Chiari da Silva
  • José Luis Garcia Hermosilla
  • Oscar Tupy
  • Valdir Alexandrino Junior
  • Wilson Kendy Tachibana

Projeto: Recursos Produtivos e sua Relação com o Ambiente: Estudo de Casos Regionais

Início

2000

Coordenador(a)

Prof. Dr. José Luis Garcia Hermosilla

Descrição

O objetivo desta pesquisa foi analisar a política de recursos produtivos de empresas regionais, com o intuito de identificar sua importância estratégica, técnicas e conceitos utilizados, para atender às demandas ambientais. Visava também a estreitar o relacionamento entre a comunidade empresarial e acadêmica, buscando o crescimento mútuo e desenvolvimento regional de modo mais consistente e integrado. Este projeto envolvia dois subprojetos "O Perfil do Consumidor de Produtos Ecológicos" e "Análise da Qualidade dos Serviços Prestados na Ótica dos Consumidores e seus Fornecedores". Realizado em parceira com o Núcleo de Gestão Empresarial, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção USP-SC, incorpora alunos da graduação e da pós-graduação. Dentro desses estudos foram desenvolvidos sete dissertações de mestrado.

Estes projetos foram concluídos no ano de 2005.

Dentro desta abordagem iniciou-se um novo projeto: "A Inserção das Variáveis Ambientais nas Organizações Empresariais: uma Reflexão sobre Novos Tipos de Gestão e Desenvolvimento Sustentável", que está detalhado como um novo projeto.

Financiadores

  • FUNADESP - Fundação Nacional de Desenvolvimento do Ensino Superior (Bolsa Produtividade em Pesquisa)
  • Uniara - Centro Universitário de Araraquara (Auxílio Financeiro)
  • CNPq - SEBRAE/FIESP - Prefeitura Municipal de Araraquara

Equipe

  • Cláudio Luis Piratelli
  • Ethel Cristina Chiari da Silva
  • Guilherme Volpe Vitorino da Silva
  • Heraldo Pedroso Pimentel
  • José Benedito Sacomano
  • José Luis Garcia Hermosilla
  • José Marcos Paula Theodoro
  • Juraci Brandão de Paula
  • Keli Cristina Padilha André
  • Luiz Henrique Oliani
  • Marcus César Avezum Alves de Castro
  • Sirley da Consolação Coimbra

Projeto: Variáveis Ambientais e seus Impactos nas Empresas: Estudos Regionais

Início

2000

Coordenador(a)

Prof. Dr. Wilson Kendy Tachibana

Descrição

Este projeto teve como objetivo caracterizar e analisar as condições em que os conceitos ambientais são absorvidos e aplicados em empresas industriais na região. Buscou investigar a produção, consumo e emissão de produtos deletérios ao meio ambiente, identificar os fatores externos ao processo produtivo, as motivações para a adoção de medidas de proteção ambiental e de tecnologias mais limpas, o cumprimento ou não da legislação ambiental em vigor e, principalmente, as ações e esforços desenvolvidos no sentido de implantar um Sistema de Gestão Ambiental. Este projeto foi desenvolvido em parceria com a EMBRAPA/SC e SEBRAE-SC. Associado a este desenvolveram-se outros projetos:

  • "Impactos dos Custos Ambientais na Estrutura de Custos do Setor Metal-mecânico", o qual investigou as influências de tais custos no sistema de custeio das empresas, assim como analisou a responsabilidade ecológica das organizações no âmbito dos elementos estratégicos acionados pelas empresas.
  • "Estratégias Ambientais de Empresas no Brasil", com o objetivo de analisar as estratégias ambientais da indústria, ou seja, verificar quais as ações, responsabilidades, práticas, procedimentos, processos e recursos empregados pelas empresas determinado setor no Brasil e no exterior para a minoria e preservação do meio ambiente.
  • "Eficiência Produtiva de Usinas de Açúcar e Álcool no Estado de São Paulo".

Estes projetos foram concluídos no ano de 2005.

Dando continuidade a esta temática foi proposto um novo projeto: "Relação entre Investimentos e Meio Ambiente, Recursos Humanos, Responsabilidade Social e Criação de Valor de Empresas no Brasil".

Financiadores

  • FUNADESP - Fundação Nacional de Desenvolvimento do Ensino Superior (Bolsa Produtividade em Pesquisa);
  • Uniara - Centro Universitário de Araraquara (Auxílio Financeiro).

Equipe

  • Aparecido Gomes de Oliveira
  • Ethel C. Chiari da Silva
  • Fernando Celso de Campos
  • Hildebrando Herrmann
  • José Luis Garcia Hermosilla
  • Marcos Antonio Bonifácio
  • Oscar Tupy
  • Paulo Roberto Vieira Marques
  • Sonia Regina Paulino
  • Wilson Kendy Tachibana
Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /cursos/presencial/mestrado/desenvolvimento-territorial-e-meio-ambiente/