202404241652

Notícias

Em TCC, aluna de Biologia da Uniara pesquisa a existência de rãs, sapos e pererecas no Parque do Basalto

Publicado em: 04/01/2024

A aluna da graduação de Biologia da Universidade de Araraquara – Uniara, Mylena Colombo Ferreira, analisou a “Diversidade e Ocorrência da Anurofauna na Unidade de Conservação Parque Natural Municipal do Basalto em Araraquara-SP” em seu Trabalho de Conclusão de Curso – TCC, orientado pelo professor Olavo Nardy.

“Realizamos, por meio de gravações de áudio e registro de imagens, o levantamento da comunidade de anfíbios anuros - rãs, sapos e pererecas - que habitam o Parque Natural Municipal do Basalto. Os resultados obtidos indicam que a comunidade de anuros do local é composta por sete espécies, entre três famílias e quatro gêneros”, conta Ferreira.

Ela relata que houve predominância das famílias Hylidae e Leptodatylidae “devido às adaptações evolutivas de cada uma, o que viabiliza a procriação dos indivíduos inclusive em épocas de estiagem”. “Desse modo, cabe aos mantenedores dessa unidade de conservação realizarem monitoramento da fauna identificada e elaboração de projetos de manejo, a fim de mantê-la”, aponta a estudante.

Os anfíbios anuros apresentam, de acordo com a aluna, grande importância ecológica e social “por serem predadores de animais que expressam riscos para os seres humanos, tendo como exemplo escorpiões e vetores que disseminam dengue, malária e febre amarela, entre outras enfermidades tropicais epidêmicas; por serem excelentes bioindicadores ambientais, e também por produzirem substâncias que podem ser transformadas em fármacos voltados à saúde humana”.

“Uma avassaladora diminuição no grupo é observada mundialmente desde a década de oitenta e, dessa forma, estudos direcionados a ele são de suma importância para elaboração de projetos de manejo voltados à conservação do grupo e do local de pesquisa”, salienta Ferreira.

Nardy, por sua vez, comenta que, “com a crescente da população humana, principalmente nas cidades, e o aumento das áreas urbanas, muitas áreas naturais têm se aproximado ou têm sido abraçadas pelas cidades”. “O conhecimento dessas áreas e a informação de quais espécies de fauna e flora ainda residem nesses lugares se torna de extrema importância”, reforça o orientador.

Dessa forma, segundo o docente, o conhecimento de espécies mais sensíveis, como anuros, lepidópteros e quirópteros, entre outros, como aranhas, libélulas e aves nesses locais, pode ser de grande auxílio na gestão da área e conservação da fauna em ambientes urbanos.

A coordenadora do curso de Biologia, Teresa Kazuko Muraoka, menciona que o TCC de Ferreira é fruto de uma parceria firmada com a Prefeitura Municipal de Araraquara. “O Parque do Basalto ficou sob responsabilidade da Uniara por vinte anos e, durante esse período, a graduação desenvolveu muitos trabalhos no local. Hoje, administrado pela Prefeitura, foi transformado em unidade de conservação, a primeira do município, local propício para fins didáticos e pesquisa”, finaliza.

Informações sobre o curso de Biologia da Uniara podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.

 

Últimas notícias:

Busca

Selo e-MEC: UNIARA
Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /

Saiba o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações. Utilizamos cookies essenciais e analíticos de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

ENTENDI