202205171223

Notícias

Campanha contra o racismo desenvolvida por agência experimental de Publicidade da Uniara começa a ser veiculada

Publicado em: 19/01/2022

Uma campanha publicitária que aborda a luta contra o racismo, desenvolvida pela agência experimental Pupila Marketing Criativo e apresentada em 2021 como trabalho final do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade de Araraquara – Uniara, começou a ser veiculada na cidade. A agência é formada pelos alunos Maria Eduarda Lázaro de Freitas, Edson Evandro Fernandes de Almeida, Laura da Costa Silvério e Mariana Sundermann Martinelli.

“O nosso cliente é o Centro de Referência Afro ‘Mestre Jorge’. A ideia era uma campanha educativa para trazer conhecimento para aqueles que ainda acreditam que o racismo é apenas algo do passado ou, como muitos dizem, ‘mimimi’. Infelizmente o racismo é um preconceito que está no dia a dia de muitos brasileiros. Desenvolvemos uma campanha para as redes sociais, um documentário e uma propaganda que, em breve, serão veiculados. Nesta semana, já foi colado um dos outdoors na Via Expressa, e é muito gratificante, pois conseguimos um patrocinador que tornou possível levar esse projeto à rua”, relata Maria Eduarda, em nome do grupo.

Ela lembra que, recentemente, houve dois episódios explícitos de racismo em Araraquara, sendo um em uma hamburgueria e outro em um salão de beleza. “O racismo infelizmente ainda é visto como algo que não existe mais, porém, os pretos e pretas sentem as consequências na pele diariamente, seja em um olhar torto, quando entram em uma loja e são seguidos pelo segurança ou quando sofrem com xingamentos explícitos como ‘preto de alma branca’ ou outros mais ofensivos, como quando são comparados a animais. Isso definitivamente precisa acabar, e foi pensando nisso que desenvolvemos essa campanha, empoderando os pretos e pretas com fotos que destacam sua beleza e frases de impacto”, explica a estudante.

O conceito da campanha foi “Racismo, um câncer moral”. “Depois de desenvolver todo esse projeto, consigo ver que essa é, sem dúvida, a melhor - ou pior - definição para esse preconceito que mata e machuca muitos negros diariamente”, desabafa Maria Eduarda, mencionando que, além do outdoor, a campanha também será veicula em busdoor e redes sociais do Centro de Referência Afro - Facebook, Instagram, YouTube, Spotify e panfleto. “Só gostaria de agradecer a todos que tornaram esse projeto possível. Tivemos o apoio de várias pessoas que participaram das fotos, do vídeo, do documentário e do podcast. Sem vocês, nada disso seria possível”, declara.

A coordenadora do curso de Publicidade e Propaganda da Uniara, Eduarda Escila Ferreira Lopes, conta que a campanha é veiculada com verba cooperada, por algumas empresas de comunicação. “O tema é de grande relevância, e esses meios de comunicação de Araraquara abraçaram a causa”, finaliza.
O Centro Afro é vinculado à Coordenadoria Executiva de Políticas Étnico-Raciais da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Participação Popular da Prefeitura de Araraquara.

Informações sobre o curso de Publicidade e Propaganda da Uniara podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.

 

Últimas notícias:

Busca

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /

Saiba o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações. Utilizamos cookies essenciais e analíticos de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

ENTENDI