202205171154

Notícias

Docentes e alunas do Mestrado em Odontologia da Uniara são autores de artigo publicado em revista científica

Publicado em: 08/12/2021

Docentes e alunas do Programa de Pós-Graduação em Ciências Odontológicas – Mestrado em Odontologia da Universidade de Araraquara – Uniara são autores do artigo “Influence of orthodontic force on immediately loaded implants”, publicado no periódico Research, Society and Development. O conteúdo, que tem como primeira autora a mestranda Gabriela de Oliveira Teixeira, orientada pela professora Nadia Lunardi, pode ser acessado e baixado gratuitamente pelo link https://bit.ly/3pGZVmC.

“O artigo trata da colocação de implantes dentários em pacientes que não tinham dentes no fundo – molares - e precisavam de tratamento ortodôntico, sendo que, ao invés de se esperar sessenta dias para iniciar a ortodontia no paciente, com apoio no molar, isso foi feito 42 horas depois. A relevância do estudo está em reabilitá-lo, colocando o implante, e em realizar a ortodontia juntamente no processo, ganhando-se tempo, além do restabelecimento de uma condição bucal melhor para o paciente”, explica Gabriela.

Nadia relata que, na literatura, já é comprovado que “se uma força ortodôntica for colocada em um implante que já está osseointegrado, isso não o afeta”. “O trabalho da Gabriela foi esse, de verificar se, logo após a colocação de um implante e da força ortodôntica, isso não afeta nada. Ela constatou que não, e há inclusive alguns casos que melhoram a condição óssea”, aponta a orientadora.

Ela comenta que, atualmente, “as pessoas têm muita pressa para ficarem com tudo pronto logo, e na ortodontia, em casos de pacientes que não têm todos os dentes, falta o apoio, que chamamos de ancoragem de dente, para movimentarmos os outros dentes”. “Então, quando se tem um apoio do implante, que é melhor ainda, a situação é perfeita”, destaca.

Todo o processo precisa ser multidisciplinar e com um grande planejamento, de acordo com a docente. “Não se pode colocar o implante em um lugar inadequado. Dessa forma, temos um tratamento multidisciplinar, que acelera o processo tanto de ortodontia, deixando-o mais previsível, quanto de prótese, visto que, quando termina a ortodontia, já pode ser restabelecida a parte protética”, finaliza Nadia.

Além dela e de Gabriela, os outros coautores do artigo são o coordenador e a vice-coordenadora do Mestrado, Rogerio Margonar e Thallita Pereira Queiroz, a professora Pâmela Letícia Santos e a mestranda Daniela Oliveira Marques.

Informações sobre o Mestrado em Odontologia da Uniara, que está com inscrições abertas para seu processo seletivo, podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br/ppg/ciencias-odontologicas, pelo telefone (16) 3301-7408, pelo WhatsApp (16) 98105-3530 ou pelo e-mail mestradoodontologia@uniara.com.br.

 



Últimas notícias:

Busca

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /

Saiba o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações. Utilizamos cookies essenciais e analíticos de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

ENTENDI