202109170450

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Notícias

Aluno de Arquitetura da Uniara desenvolve estudo com propostas de soluções para os alagamentos e inundações em São Carlos

Publicado em: 01/12/2020

O aluno do último ano do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Araraquara – Uniara, Fábio Salinas, desenvolveu seu Trabalho Final de Graduação – TFG “com propostas de soluções para o problema de alagamentos e inundações em São Carlos, com foco na área mais prejudicada pela chuva”, conta a orientadora do estudo, Maisa Fonseca de Almeida. O TFG foi apresentado à banca examinadora nesta terça-feira, dia 1º de dezembro, no Centro de Artes da instituição.

De acordo com Fábio, “a urbanização desordenada e o significativo aumento de áreas impermeáveis vêm acarretando impactos ambientais e comprometendo a qualidade de vida da população de forma cada vez mais expressiva”. “Este fato aponta a necessidade de intervenções requalificadoras e projetos que levem em conta a adequação das formas de ocupação do solo, extensão da vegetação e atenção aos sistemas hídricos, tal como parametrizados pelos princípios que orientam a ampliação da infraestrutura verde e design biofílico das cidades”, relata.

“Sendo assim, idealizamos projetar um Parque Linear nas margens do Córrego do Gregório, localizado na região central de São Carlos, que teve seu curso contido e entornos impermeabizados, dado que, sob fortes chuvas, contribui para a ocorrência de enchentes e inundações. O projeto que ora apresentamos tem como objetivos a requalificação das margens do referido córrego por meio do enriquecimento da infraestrutura verde e técnicas Biofílicas, através do alargamento da área de várzea visando a redução da velocidade de seu fluxo d’água e da ampliação de áreas com cobertura vegetal, tendo em vista minimizar os impactos ambientais resultantes de sua desnaturalização. Assim, busca-se ampliar os espaços livres da cidade voltados à cultura, ao esporte e ao lazer da população, integrando o Parque Linear Córrego do Gregório a outros espaços e praças já existentes, incrementando a articulação em rede que deve caracterizar a infraestrutura verde de uma cidade”, complementa o estudante.

Para Maisa, “os acontecimentos dos últimos anos nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, principalmente, nos meses de fevereiro e março, em relação as chuvas com inundações, deslizamentos, mortes e desabrigados, e que também ocorrem em menor medida na cidade de São Carlos, expõem alguns dos incidentes climáticos que têm assolado as cidades brasileiras nos últimos tempos”. “Muitos estão relacionados a combinação de eventos climáticos incomuns, fora dos padrões previstos. E, diante da excessiva impermeabilização do solo, da ocupação de áreas inadequadas, do tamponamento dos córregos dos rios, do desmatamento da mata ciliar, têm mobilizado emergencialmente arquitetos, engenheiros, bombeiros, policiais e outros corpos técnicos buscando solucionar, em caráter emergencial os danos e estragos, e reduzir o sentimento de desamparo da população”, explica a docente.

Ela afirma que, “no entanto, esses eventos poderiam ser melhor previstos e solucionados, minimizando os efeitos materiais e humanos, se as práticas por meio da regulação pública, dos planos diretores, das leis de uso e ocupação do solo urbano, dos códigos de construção e de posturas, fossem melhor contextualizadas em relação aos municípios”. “Atualmente, devido às transformações climáticas e à pandemia, as cidades passam por um novo paradigma, com a busca por novos modelos de urbanização, segundo um conceito ecológico de conservação e preservação do meio ambiente natural das cidades, e com a construção de espaços mais fluídos, áreas de ócio e lazer, espaços qualificados para o convívio social e práticas esportivas ao ar livre”, finaliza.

Informações sobre o curso de Arquitetura e Urbanismo da Uniara podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.



Últimas notícias:

Busca

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /

Saiba o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações. Utilizamos cookies essenciais e analíticos de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

ENTENDI