mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Notícias

Serviço Social da Uniara discute defesa dos direitos da criança e do adolescente

Publicado em: 22/05/2020

“A defesa dos direitos da criança e do adolescente: o papel da sociedade e dos serviços de proteção” foi o tema da live realizada nesta quinta-feira, dia 21 de maio. O conteúdo da atividade, promovida pelo curso de Serviço Social da Universidade de Araraquara – Uniara, pode ser conferido no link www.instagram.com/p/CAd7XqGg5ZV.

O evento foi ministrado pela coordenadora da graduação, Natalia Ferrari Vedroni, e pela assistente social judiciária do Tribunal de Justiça Estado de São Paulo - TJSP, Bianca Mattos, e contou com as participações de Ana Maria Ignacio e Renan Vicente, do Conselho Tutelar de Matão, e da gestora do Centro de Referência Especializado de Assistência Social - CREAS de Araraquara, Mônica Fernanda Favoreto da Silva.

“Foi um momento muito importante porque os estudantes puderam esclarecer suas dúvidas, então, interagiram bastante com perguntas. Chamamos a Bianca para falar um pouco sobre questões do Estatuto da Criança e do Adolescente, os direitos fundamentais e como identificar os casos de abuso sexual. Hoje em dia, diversos serviços atendem casos como esse, e é muito importante que tanto os profissionais dos serviços quanto os alunos e demais pessoas da sociedade saibam como identificá-los, pois diz respeito a uma maior garantia de direitos e proteção da criança e do adolescente”, explica Natalia.

Ela acrescenta que existem canais, que foram discutidos na live, para receberem as denúncias. “Bianca também falou sobre como funciona a questão da escuta, e aprendemos muito, tanto que havia a presença de profissionais de várias áreas.A intenção de chamar outros convidados de serviços de proteção para terem algumas falas foi de mostrar que temos uma rede envolvida no cuidado, e que é importante mostrá-la e trazê-la para mais perto, porque isso visa a um maior cuidado para as pessoas”, diz.

Em seguida, de acordo com a docente, houve a participação,por meio de Ana Maria e Vicente, do Conselho Tutelar, “que é considerado um órgão de garantia de direitos que faz parte dessa escuta”. “Também tivemos a participação da Mônica, pelo CREAS, que é um serviço de proteção especial que presta esse cuidado com a população em nível municipal e, além disso,colocamos que é importante falar muito a respeito dessa questão, inclusive como método preventivo para não precisarmos chegar depois que o problema já aconteceu, principalmente na época em que estamos, que é de isolamento social. Foi dito que os casos de abuso aumentaram por diversos fatores, então é muito importante trazermos esse alerta à sociedade e mostrarmos os canais de comunicação a respeito da denúncia, do abuso e do papel de cada um, que não precisa ser necessariamente só dos serviços de proteção, mas de todos nós quando se trata da defesa da criança e do adolescente. Isso, inclusive, está previsto na legislação, no Estatuto. É papel de cada um auxiliar na diminuição desse indicador, que infelizmente ainda é uma realidade”, reforça Natalia.

Para ela, foi uma noite muito produtiva. “Os alunos ficaram bastante satisfeitos com o aprendizado. Isso, para eles, será atuação do assistente social independentemente da área. Qualquer local relacionado a esse tema,onde estiver inserido, ou seja, que cuide de crianças, pode enfrentar determinada demanda, então é muito importante que, desde a graduação, já tenham contato com essa parte prática, de modo que não ficam presos na teoria. Passam a ter outra visão e postura, e assim, proporcionarão mais garantias de direito”, conclui a coordenadora, que faz questão de agradecer aos estudantes e aos parceiros da live.

Para Bianca, “foi um grande prazer e uma honra ministrar a palestra”. “O momento da live foi um grande impulso para a construção do conhecimento, sendo que os participantes interagiram integralmente, o que promoveu um debate dinâmico e produtivo. O tema da proteção dos direitos da criança e do adolescente é essencial para toda a sociedade, em especial para os trabalhadores das áreas de humanas e, sendo assim, contribuiu para todos os participantes de diferentes cursos e formações”, ressalta.

Vicente lembra que a live reuniu profissionais que atuam em segmentos diferentes, “contudo, os objetivos são os mesmos, isso é, assegurar e salvaguardar os direitos infanto-juvenis”. “Além disso, o evento levou informações sobre direitos fundamentais, os quais são encontrados na Lei Federal n. 8.069/90; o papel da sociedade em notificar, na hipótese ou suspeita, os órgãos competentes sobre maus tratos e/ou violências; atribuição do Conselho Tutelar na aplicação de medida de proteção frente às violações de direitos, e a função da proteção especial mais conhecida popularmente como CREAS. A propagação de informações funcionais dispensadas por profissionais que compõem o Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente tem impacto positivo no comportamento das pessoas, visto que elas sentirão segurança para quebrarem o silêncio e salvar vidas”, aponta.

Mônica coloca que “a proposta de realização da live foi uma estratégia muito interessante para a discussão do tema”. “O conteúdo abordado é fundamental para a prática profissional, e a participação aberta à sociedade foi um ganho no fortalecimento do trabalho de garantia de direitos da criança e do adolescente”, destaca.

Ana Maria, por sua vez, também ressaltou a importância do evento.“Ficamos felizes por podermos contribuir neste momento tão delicado. É muito importante esse olhar da Uniara, pois ao obter a participação dos alunos, isso faz com que mais pessoas passem a enxergar e a denunciar tais violações. Em especial, agradeço em meu nome e do Conselho Tutelar de Matão”, finaliza.

Informações sobre o curso de Serviço Social da universidade podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.



Últimas notícias:

Busca

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /