mostrar mensagem ]

Comunicado aos alunos de Medicina, Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia (COVID-19) - 02/04/2020

Prezados alunos,

Informamos aos alunos dos cursos de Medicina, Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia que estão abertos os cadastros para alunos que queiram participar da ação estratégica “O Brasil conta Comigo”. O edital recruta interessados em contribuírem com o Brasil nesse momento, de maneira regulamentada nos instrumentos legais.

O aluno que tiver interesse em se inscrever (e que for selecionado), terá vários benefícios pedagógicos descritos nas portarias do MEC e do Ministério da Saúde. Ademais, haverá remuneração oferecida pelo Ministério da Saúde para os selecionados.

Clique aqui e leia na íntegra o comunicado oficial da reitoria da Instituição.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Informações oficiais (COVID-19) - 02/04/2020

Prezados alunos,

Estão circulando na internet imagens falsas de um comunicado em nome da Uniara. Para certificar-se de que uma mensagem é verdadeira, acesse diretamente de seu computador nosso site através do endereço https://www.uniara.com.br/.

Os comunicados oficiais da instituição serão sempre publicados em nosso site.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Comunicado: Prorrogação da suspensão das aulas (COVID-19) - 26/03/2020

A Reitoria desta Universidade resolve:

Renovar a suspensão de todas as atividades teóricas e práticas dos cursos presenciais, estendendo-a para até o dia 11 de abril de 2020, com exceção do Internato do Curso de Medicina, Módulo 12, pois, a pedido do Ministro da Saúde tais estudantes deverão estar em prontidão.

Clique aqui e leia na íntegra o comunicado oficial da reitoria da Instituição.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Comunicado: Orientação do Procon referente a mensalidade de escolas (COVID-19) - 21/03/2020

Prezados alunos,

Procon orienta que mensalidade de escolas sejam pagas mesmo durante suspensão das aulas por causa do coronavírus.

Clique aqui e confira a reportagem na integra.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Comunicado - Suspensão das atividades do internato médico (COVID-19) - 19/03/2020

A Reitoria desta Universidade resolve:

1. Suspender todas as atividades do Internato Médico dos Módulos 9, 10 e 11, por 10 (dez) dias prorrogáveis, a partir de segunda-feira dia 23/03/2020, com plano de reposição para cada dia letivo.

2. Manter as atividades do Internato do Módulo 12, recomendando que os internos possam ser recrutados para áreas de maiores demandas dentro ou fora do Hospital de Ensino, se assim for necessário.

Clique aqui e leia na íntegra o comunicado oficial da reitoria da Instituição.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Nota sobre atividades domiciliares (COVID-19) - 17/03/2020

Em virtude da excepcional suspensão temporária das aulas, serão apresentadas aos estudantes atividades pedagógicas em regime especial de exercícios domiciliares, que permitirão a continuidade das atividades acadêmicas, fundamentados em determinações do MEC para esse momento.

Portanto, a partir da próxima semana, cada Coordenador de Curso enviará a seus alunos todas as informações necessárias à implementação das atividades domiciliares.

Clique aqui e leia na íntegra a nota oficial da reitoria da Instituição.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Comunicado Urgente - Suspensão das aulas (COVID-19) - 16/03/2020

O posicionamento da Uniara frente às medidas preventivas sobre a pandemia COVID-19 está baseado nas evidências que nos vem sendo trazidas pelos órgãos de controle de saúde governamentais. As autoridades da Saúde preconizam que a suspensão de atividades coletivas é a melhor alternativa para “achatar” a curva epidemiológica da contaminação.

Assim sendo, a Uniara informa que todas as atividades teóricas e práticas dos cursos presenciais estão suspensas do dia 16/03/2020 ao dia 28/03/2020, com exceção dos estágios do 4º ano do Curso de Enfermagem e o Internato do Curso de Medicina, pois, tais profissionais, a pedido do Ministro da Saúde, deverão estar em prontidão.

Clique aqui e leia na íntegra o comunicado oficial da reitoria da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Notícias

Dia Mundial da Água: atenção para problemas vinculados à disponibilidade e à acessibilidade ao recurso

Publicado em: 20/03/2020

Neste domingo, 22 de março, é celebrado o Dia Mundial da Água. Para o professor do curso de Biologia da Universidade de Araraquara – Uniara, João Carlos Geraldo, “a comemoração da data, se tiver um sentido de chamar a atenção para os problemas vinculados à disponibilidade e à acessibilidade ao recurso, é sempre válida”.

De maneira sintética, o docente lembra que há países como o Brasil, que dispõem de grandes recursos hídricos, e outros que têm falta crônica ou estão no limite da utilização. “No grupo dos que têm falta, podemos citar parte dos países africanos, a Península Arábica e outras áreas desérticas ou semidesérticas”, relata.

Já em relação ao grupo que faz uso mais restrito e consciente da água, ele menciona como exemplo a Europa, “onde os recursos hídricos são limitados por questões geográficas”. “Só que são países que fazem uso mais racional da água, por serem mais ricos e disporem de recursos econômicos para tratamentos caros de água e esgotos, além de acesso a tecnologias de captação e utilização de águas pluviais. A Alemanha e a Austrália detêm boa tecnologia de estocagem e utilização dessas águas, como vasos sanitários que não utilizam água potável, mas pluvial. Mas ainda são equipamentos caros para países pobres”, observa.

No caso brasileiro, de acordo com o professor, há muito desperdício e má utilização do recurso, “talvez por causa de uma cultura de pouco planejamento ou por haver grande disponibilidade, com exceção à área do semiárido”. “O estado de São Paulo, que detém a maior população do país, está entrando em um estado crítico de abastecimento, mais a maioria da população desconhece a profundidade do problema”, afirma.

Geraldo aponta que não é conhecida, ainda, nenhuma forma de vida que prescinda da água no seu ciclo vital e que, portanto, “é preciso refletir sobre o fato de ela vir a faltar não apenas nas nossas cidades, mas também na produção de alimentos”. “Das atividades produtivas humanas, a agricultura é a que mais gasta água, ao contrário do pensamento corrente de que o maior utilizador seja o ramo industrial. E ambos, mais o uso doméstico, são grandes poluidores, pela descarga de elementos poluidores e, por vezes, altamente tóxicos”, ressalta.

O professor comenta que, em alguns lugares do mundo, já é utilizada água de reuso, “que são os esgotos tratados para atingirem condições de potabilidade e descontaminação”. No entanto, ele coloca que “não basta deixar a água ‘limpa’, mas sim livre de elementos poluentes e patogênicos que possam existir em águas que foram utilizadas para higiene pessoal e doméstica, além de usos industriais”. “Pode haver contaminação e essa água vir a causar problemas de saúde pública”, alerta.

Quando o assunto são projetos que utilizam água do mar para transformá-la em potável, ele destaca que, no Brasil, o caso mais conhecido é o de Fernando de Noronha, no qual é utilizada tecnologia de dessalinização da água fornecida à população. “Há pouca disponibilidade de água no arquipélago e o custo de levá-la do continente é impraticável. Mas é uma água com um custo maior, repassado ao consumidor, obviamente. Penso que haja algumas iniciativas no interior do Nordeste, pela presença de água salobra. Países arábicos também vêm utilizando dessalinizadores há algum tempo. Nunca experimentei água dessalinizada, mas segundo relatos, ela guarda um pouco de sabor residual do sal. Talvez seja necessário um tempo e investimentos para alcançar uma água semelhante à chamada água doce”, reflete.

Como mensagem em relação ao Dia Mundial da Água, o professor retoma o caso brasileiro: “devemos mudar nossa cultura de desperdício e também de utilização poluidora desse precioso recurso. Apesar de haver uma boa legislação sobre o uso dos recursos hídricos, grande parte dos municípios brasileiros ainda não dispõe de tratamento para as águas servidas, seja por falta de políticas públicas que invistam na implantação de infraestrutura de tratamento, seja pela questão de educação da população para o uso mais racional”, finaliza.

Informações sobre o curso de Biologia da Uniara podem ser obtidas no endereço www.uniara.com.br ou pelo telefone 0800 55 65 88.

Últimas notícias:

Busca

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /