mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Notícias

Pesquisa sobre o uso de laserterapia em ratas com síndrome do ovário policístico é tema de dissertação na Uniara

Publicado em: 11/03/2020

Em sua dissertação de mestrado, no Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia em Medicina Regenerativa e Química Medicinal – PPGB-MRQM da Universidade de Araraquara – Uniara, Eduardo Donato Alves desenvolveu uma pesquisa sobre o uso de laserterapia em ratas com síndrome do ovário policístico, sob orientação do professor Luis Henrique Montrezor.

O trabalho é intitulado “Fotobiomodulação em ratas induzidas à síndrome do ovário policístico: estudos in vivo e in vitro”. “Foi um procedimento de aplicação de fotobiomodulação no qual foram utilizadas ratas induzidas à síndrome do ovário policístico, uma doença cujas estatísticas mostram que aproximadamente 10% das mulheres, no mundo, apresentam seus sintomas quando chegam à idade reprodutiva. O teste foi feito nos animais para se verificar os efeitos do laser – fotobiomodulação - sobre a instalação da doença nos ovários”, explica Alves.

As conclusões, de acordo com ele, apontaram “que o laser agiu de forma positiva nos cistos, fazendo com que os ovários das ratas induzidas voltassem a ter funcionamento”.

Além disso, no projeto também foi analisada “uma parte relacionada a osteoblastos, a produção de células ósseas”. “Essa produção é influenciada pela liberação de hormônios que saem dos ovários, e o laser provocou algum efeito, porém, não foi analisado se os resultados foram positivos ou negativos. Isso deverá ter continuidade em um próximo trabalho. No entanto, foi possível verificar que o laser influenciou, de alguma forma, na produção de células ósseas”, afirma Alves.

Montrezor reforça que o ex-mestrando trabalhou em um projeto que associou as alterações ovarianas. “Fizemos laserterapia, a fotobiomodulação. É um estudo de aplicação mais lenta porque o objetivo foi entender mecanismos básicos, tanto de atividades ovariana e óssea, quanto do efeito que a fotobiomodulação – laser de baixa intensidade – tem sobre as atividades celulares, em uma situação específica, na qual induzimos uma patologia ovariana”, Detalha.

A longo prazo, segundo o orientador, “nosso objetivo é criar conhecimentos para sustentarem futuras possíveis terapias e tratamentos para algumas situações relacionadas com essas atividades ovariana e óssea”. “Estamos aguardando resultados de um experimento feito com parceiros da Unesp de Araçatuba para finalizarmos um artigo científico de Eduardo, que foi dedicado e sempre cumpriu suas atividades acadêmicas e laboratoriais. Já tem um artigo publicado, além de resumos em congressos nacionais e internacionais. Ele conquistou esse título de mestre com bastante empenho e é merecedor disso”, finaliza.

Informações sobre o PPGB-MRQM da Uniara podem ser obtidas pelo endereço www.uniara.com.br/ppg, pelo telefone (16) 3301-7348 ou pelo e-mail secpgbio@uniara.com.br.

Últimas notícias:

Busca

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /