Notícias

Simpósio da Uniara aborda ética no uso de animais

Publicado em: 16/04/2018

Na última sexta-feira, dia 13 de abril, o Comitê de Ética no Uso de Animais – CEUA da Universidade de Araraquara – Uniara promoveu o “I Simpósio do Comitê de Ética no Uso de Animais”. Com palestrantes especialistas na área, o evento contou com grande participação de alunos e docentes da universidade e de outras instituições de ensino, bem como de pesquisadores da cidade e região.

A coordenadora do Comitê, Ana Paula de Souza Faloni, conta que os temas das palestras foram baseados no princípio dos três “erres”: “Refinement – que significa refinamento, Reduction –redução do número, sempre que possível, e Replacement – substituir os animais por métodos alternativos, sempre que possível”.

“Na primeira palestra, o foco principal foi a importância do delineamento experimental correto, para se ter reprodutibilidade dos resultados quando forem feitas pesquisas usando as mesmas metodologias, mas para descobrir coisas novas. Na segunda, foi explanada a importância da ética na experimentação animal, o porquê que ainda não é possível eliminar por completo o uso de animais, e o tema legislação, que está mudando bastante”, relata.

De acordo com ela, “os demais palestrantes trabalharam a importância da estatística em pesquisa, que deve ser realizada desde o delineamento experimental, o que já contribui para o refinamento da pesquisa”. “Eles falaram de cálculo amostral, que também pode contribuir para reduzir o uso de animais ao menor número possível”, comenta.

Ana Paula afirma que “a ideia do simpósio foi promover um encontro da comunidade científica de Araraquara e região para discutir alguns dos temas mais abordados entre os alunos, docentes e pesquisadores”. “O número de pessoas que compareceram foi muito bom, e a Uniara e a reitoria apoiaram bastante a realização do evento, tanto é que não teve custo para os participantes”, explica.

Para uma das palestrantes, Patrícia Gama, “é importante esclarecer esse tema para os alunos, principalmente para os de iniciação científica, no que se refere a ele observar as condições que tem de trabalho, porque muitas vezes, nós, enquanto instituição, nos preocupamos com uma série de coisas, e é importante que o aluno traga os problemas que ele está encontrando. Se não fizermos o estudante pensar sobre isso, ele vai aceitar as condições que ele tem e, muitas vezes, ficar frustrado”.

Para Patrícia, “outra coisa importante desse tipo de evento, que é essencial, foi trazer a questão da importância do uso de animais nas áreas clínica, médica e farmacêutica, para que possamos mostrar para uma pessoa que, no momento em que ela toma um remédio para curar alguma doença ou dor, aquele medicamento teve que ser testado antes em vários modelos para poder chegar até ela”. “Esse é um dos primeiros pontos que temos que fazer as pessoas pensarem e entenderem. Se esses testes forem feitos com planejamento e com conduta ética, as pessoas entendem melhor, porque não são coisas feitas sem planejamento ou de qualquer forma. A sociedade precisa entender que há uma razão por trás disso, mas que também existe uma organização para que isso aconteça”, explica.

Ela elogia a universidade e o CEUA pela iniciativa. “A Uniara e o Comitê estão de parabéns. Realizar o simpósio foi muito importante, e acredito que deva se repetir mais vezes, porque a questão da educação tem que ser fortalecida. Isso é importante para despertar o interesse dos estudantes, atrair os pesquisadores e fazer com que eles pensem mais”, finaliza.

 

Clique para ampliarClique para ampliarClique para ampliarClique para ampliarClique para ampliar

Últimas notícias:

Busca

Assessoria de imprensa
assimprensa@uniara.com.br
16 3301 7142
Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /