202101170606

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Adesivos dimunuem sofrimento de mulheres na menopausa

Por: VALESCA CRISTINA MENDONCA

13/06/2003

O novo adesivo de reposição hormonal do laboratório Novartis , conhecido como “Estradot” está disponível nas farmácias de Araraquara(SP).

como muitos outros adesivos estão no mercado para facilitar o tratamento de reposição hormonal e diminuir os sofrimentos das mulheres no período da menopausa.

“Por enquanto a procura por este medicamento é baixa ,por ser uma marca nova, mas o tratamento com adesivos tem aliviado muito o sofrimento das mulheres que antes tomavam injeções ou comprimidos para amenizar os efeitos da menopausa”informa a farmacêutica Taís Turrioni.

O “Estradot”foi lançado no mercado em duas dosagens:uma de 50 micro gramas e outra de 100 micro gramas e em cada caixa vem oito adesivos .

"Estes adesivos vem reforçar nas farmácias o novo tratamento de reposição hormonal criando para as mulheres novas alternativas de tratamento sem muito sofrimento", observa Taís.

Segundo o médico ginecologista Dr. Marcus Sampaio de Araújo os benefícios do tratamento com adesivos ,da reeducação alimentar e dos exercícios físicos é de fundamental importância para o bem estar da mulher. "Ameniza este problema que atinge muitas mulheres ,principalmente ,na faixa dos 45 aos 50 anos,diminuindo em poucas semanas os calores e suores noturno e a longo prazo a reposição da massa óssea", explica.

De acordo com o ginecologista o adesivo deve ser aplicado na pele seca ,não deixando formar bolhas de ar porque então o adesivo não tem efeito e em pontos onde não há pêlos sendo trocado conforme a recomendação médica.

"Para que este tratamento dê certo a paciente deverá procurar o seu ginecologista e fazer testes porque apesar de não ter graves conseqüências existe as reações cutâneas e para mulheres com alergias ou pele muito fina não é aconselhável o uso deste medicamento", orienta o médico.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/

Saiba o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações. Utilizamos cookies essenciais e analíticos de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

ENTENDI