[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

A Rádio Uniara FM 100,1 está temporariamente fora do ar para ajustes técnicos.

Em breve, toda a programação da rádio estará normalizada. Agradecemos a compreensão de todos os nossos ouvintes

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Moradores reclamam da falta da coleta seletiva em bairros de Araraquara

Por: SARAH GEOVANA BARROS DA SILVA

23/02/2016

A Cooperativa Acácia de Catadores, Coleta, Triagem e Beneficiamento de Materiais Recicláveis de Araraquara não acompanhou o crescimento da cidade nos últimos anos. Localizada no Jardim Alto dos Pinheiros III, a Cooperativa foi oficializada em 2008.

A araraquarense Antônia Fonseca de Carvalho, 49 anos, enfermeira, que reside no Jardim Athenas, diz se sentir excluída por morar num bairro em que não há coleta seletiva. "Morei no bairro São José durante 12 anos e sempre tive o serviço deles, agora me mudei para o Athenas e sinto falta. Todos os bairros precisam do serviço, é de grande importância para população, tomara que estejam pensando em incluir novos bairros”.

A aposentada Maria Claudia de Carvalho de 70 anos, também está desconfortável com a situação. Moradora do Jardim Adalberto Roxo, disse que guarda os recicláveis no seu quintal até ter tempo para levar à Vila Xavier, onde sua mãe reside.

Segundo o gestor de projetos da Cooperativa, David Teixeira Pinto, a Acácia realmente não opera nos bairros que surgiram após 2014, como Jardim do Valle Verde, Jardim Athenas, Jardim Adalberto Roxo, Distrito Industrial, Jardim Silvestre e outros. Além destes, não realiza o serviço no Jardim Hortênsias devido uma ocorrência que tiveram no início do programa.

O Gestor explicou que existe um contrato de prestação de serviços com o DAAE (Departamento Autônomo de Água e Esgoto), assinado em 2012, e desde então o documento não foi reavaliado. O contrato define o valor da remuneração pelo serviço prestado e, sem a reavaliação, a coleta seletiva não consegue acompanhar o crescimento da cidade, O custo do serviço aumentou mas a remuneração por ele permanece a mesma desde 2012, explicou o gestor David Teixeira Pinto. Ainda não existe um plano de expansão.

HISTÓRIA

A iniciativa do programa de coleta seletiva em Araraquara foi dos catadores que trabalhavam no lixão por conta própria. Eram 40 catadores coletando materiais recicláveis, vivendo situação de exclusão social. Em 2002 criaram a Associação Acácia. Em 2006 a associação foi transformada em cooperativa de catadores.

Logo em 2007 foi lançada a coleta seletiva em toda a cidade, com a operacionalização da Acácia, numa parceria com a Prefeitura Municipal e o DAAE (Departamento Autônomo de Água e Esgotos, responsável pela gestão de resíduos sólidos da cidade). Mas só em 2008 a cooperativa foi oficializada.

Com a primeira versão do contrato da prestação de serviços, a Acácia começou a ser remunerada e pode obter empréstimo em condições especiais junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para investir na estrutura necessária.  Assim os cooperados passaram a ter direitos trabalhistas. 

Atualmente a Cooperativa conta aproximadamente com 200 cooperados, que recebem o salário mínimo paulista (R$ 880). Atualmente o volume de reciclados da cooperativa atinge, em média, 480 toneladas mensais.

 O objetivo da coleta é recolher os materiais recicláveis porta a porta, que devem ser separados corretamente pelos moradores. Os cooperados cumprem itinerário de coleta diaria, de modo a recolher o material depositado pelos moradores cobertos pelo programa ao menos uma vez por semana. Para saber os dias da coleta em cada rua, o interessado deve fazer contato pelo telefone (16 )3337-4564.O destino dos recicláveis é a usina de beneficiamento, onde realizam a separação e alguns materiais são prensados e vendidos. 

A cooperativa desenvolve parcerias com a Prefeitura de Araraquara, com o Governo Federal, através do BNDES, FUNASA e DRS - Banco do Brasil. Mantém diálogo com a Unesp de Araraquara e desenvolve projetos com o Centro Universitário de Araraquara - Uniara.

Atualmente os gestores da coooperativa estão trabalhando no projeto Cataforte, que pretende unificar as cooperativas da região, num total de 11 (de Araraquara até Orlândia). O objetivo é para realizarem a venda do material recolhido  em conjunto, diretamente para as empresas que utilizam essa matéria prima.

As cooperativas esperam conseguir melhor remuneração pelo material vendido e, também, conseguir adquirir materiais e equipamentos em melhores condições por negociarem em conjunto com os fornecedores. O projeto ainda está sendo avaliado.

A Acácia está instalada na Avenida Gervásio de Brito Francisco, 750, Jardim Altos dos Pinheiros III, em Araraquara.

(Publicada em 4/3/2016 - 18h)



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/