202101251732

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Assistente Social destaca trabalho de grupo araraquarense "Chá de lenços"

Por: BIANCA CRISTIANE LAROZE

07/05/2015

O grupo de autoajuda “Chá de Lenços”, com sede em Araraquara(SP), teve início com cinco mulheres que resolveram se reunir para um chá da tarde na tentativa de animar uma amiga que havia acabado de receber o diagnóstico de câncer de mama. Na reunião, cada uma levou um lenço para presenteá-la, o que deu origem ao nome do grupo.

Após obterem resultados positivos com a primeira reunião, resolveram criar uma página no Facebook aberta publicamente (que hoje conta com 1.800 membros) e um grupo no Whatsapp formado apenas por mulheres vítimas do câncer. Ambos criados com intuito de levar apoio, esperança e troca de experiência.

O grupo feminino tem aumentando a cada reunião. Em setembro, o grupo era composto pelas cinco mulheres, inicialmente citadas, e hoje conta com aproximadamente 70 integrantes de diferentes faixas etárias e com variados tipos de câncer.

Conta também com um terapeuta que realiza encontros terapêuticos uma vez por mês para trabalhar o psicológico e o emocional das “Chaletes” como se denominam.

“O Chá de Lenços é composto apenas por mulheres para que não haja constrangimentos e, nas reuniões, as integrantes precisam estar à vontade. Homens e mulheres têm maneira diferentes de pensar e encarrar o câncer, exceto nosso terapeuta, é claro. As integrantes dos encontros tem ou já tiveram câncer, pois só quem passa pela mesma situação pode compreender a dor do outro”, afirma, de forma esclarecedora, Dorothea Adriana Coltinho, umas das fundadoras do grupo, apelidada como Aventureira, já que todas as integrantes são batizadas com um apelido.

 O grupo conta com uma “madrinha”, Fernanda Cordeiro, a única integrante que não é vítima da doença. Foi dela a ideia inicial dos encontros, o que explica seu título.

Os encontros acontecem, informalmente, uma vez por semana como forma de “descontração, desabafos, espiritualidade e comilança”, expõe Dania Garcia, também fundadora do "Chá de lenços" conhecida pelo grupo como “Dania Furacão.”

“Sou extremante dinâmica e ativa, costumo dizer que bagunço tudo para que as coisas tenham que ser restauradas e fiquem melhor do que eram”, diz ao explicar o apelido.

“Somos um grupo de autoajuda, não temos fins lucrativos, e gostariamos de enfatizar que fazemos esse trabalho social por amor, tudo o que queremos é levar conforto, esperança e fé para nossas companheiras. Somos todos voluntárias e ganhamos mais do que dinheiro, é inexplicável o retorno em forma de olhos esperançosos e sorrisos cheios de fé”, declara Dania, emocionada.

Diante disso, a Assistente Social, Keli Rodrigues, faz uma análise e destaca a importância do trabalho desenvolvido pelo Grupo. “Vítimas do câncer acreditam que são as únicas passando por essa doença, então entra a importância do trabalho social e das instituições de apoio”, afirma ela.

“O grupo Chá de Lenços proporciona que pessoas com uma realidade, em comum, se conheçam, troquem experiências, transmitam energia umas as outras, trabalhando o psicológico e o emocional de pacientes que, muitas vezes, chegam abalados por saberem que estão doentes e que o tratamento é cruel”, observa a Assistente Social.

"Trabalhar a tristeza o medo, o desespero e a preocupação faz com que a vida do paciente melhore e recupere suas esperanças”, completa Keli.

Publicada em 07/05/2015 às 14h05.

 



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/

Saiba o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações. Utilizamos cookies essenciais e analíticos de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

ENTENDI