[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

Em vista das melhorias que estão sendo realizadas na portaria principal da Unidade I da Uniara, alunos, interessados e colaboradores devem utilizar a entrada localizada na Rua Voluntários da Pátria, 1309 (Rua 5).

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

São Carlos: uma potência em nanotecnologia

Por: LUAN EMÍLIO FAUSTINO

30/03/2010

A nanotecnologia,está mais próxima do que você imagina.Em São Carlos(SP)já existe o laboratório de nanotecnologia para a agricultura que foi inaugurado em 28 de maio de 2009, na Embrapa Instrumentação Agropecuária. A participação brasileira ainda é modesta nesse seguimento, mas oferece perspectivas animadoras.

Mas,afinal o que é a nanotecnologia e quais são vantagens que os estudos na área podem oferecer? Quem responde essa pergunta é o pesquisador José Manoel Marconcine da Embrapa.“A nanotecnologia é a capacidade potencial de criar coisas a partir do menor, usando as técnicas e ferramentas que estão sendo desenvolvidas,nos dias de hoje, para colocar cada átomo e cada molécula no lugar desejado, trabalhamos com a escala de 1 a 100 nanômetros que é 1.000 vezes menor que um micrometro, possibilitando a formulação de novos materiais, novos sensores e aplicações diferentes que a gente tem no cotidiano",explica o pesquisador.

De acordo com ele, para se ter uma noção, um fio de cabelo é da ordem de 30 a 80 micrometros, "ou seja, trabalhamos com algo 1.000 vezes menor que o diâmetro de um fio de cabelo”,completa.

Sobre os avanços e vantagens dos estudos na área, a Embrapa Instrumentação Agropecuária desenvolveu a língua eletrônica, um sensor para líquidos capaz de identificar os diferentes tipos básicos de sabor (amargo, doce, ácido e salgado) e verificar contaminantes orgânicos e inorgânicos em meio aquoso.

O dispositivo tem uma sensibilidade dez vezes maior que a do ser humano. Outra vantagem da língua eletrônica é que ela evita a exposição de pessoas a substâncias tóxicas ou de paladar desagradável, não havendo ainda a perda de sensibilidade com longos tempos de exposição, como ocorre com as pessoas."Por isso, o sistema apresenta excelentes resultados na diferenciação de bebidas com o mesmo paladar, como distintos tipos de vinhos, café, chá e água mineral", explica o pesquisador Luiz Henrique Capparelli Mattoso que coordenou o projeto da língua eletrônica.

As possibilidades para a nanotecnologia são infinitas, sua trajetória que teve início com os eletrônicos tornando-os mais rápidos e leves, agora já beneficia setores como a medicina (criação de nanorobos que filmam e garantem a maior precisão em procedimentos cirúrgicos), agricultura (novos fertilizantes onde se pode ter a liberação controlada dos pesticidas), engenharia (criação de materiais mais resistentes e flexíveis), entre outras.

Da ficção para a realidade

Parece que nem mesmo a ficção cientifica acompanha toda essa evolução do mundo real, no filme “Minority Report – A nova Lei”, estrelado por Tom Cruise e dirigido por Steven Spielberg, lançado em 2002, a nanotecnologia era um dos apelos futuristas do filme que se passava em Washington de 2054. Em menos de oito anos a ciência evolui de tal forma que o que era projetado para acontecer apenas em 2054 já é uma realidade do nosso tempo. Realidade cara, diga-se de passagem, é necessário um investimento de US$ 10 milhões a US$ 100 milhões para criar uma empresa de nanotecnologia. Só um microscópio pode custar entre US$ 1 milhão e US$ 5 milhões. Estima-se que a nanotecnologia deve movimentar cerca de US$ 2,6 Trilhões em 2014.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/