[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

Em vista das melhorias que estão sendo realizadas na portaria principal da Unidade I da Uniara, alunos, interessados e colaboradores devem utilizar a entrada localizada na Rua Voluntários da Pátria, 1309 (Rua 5).

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Bolsões clandestinos de entulho incomodam moradores de Araraquara

Por: CARLOS AUGUSTO CAMPOS DE PAULA

25/09/2009

Tema de preocupação em Araraquara, a crescente utilização de grandes terrenos como bolsões clandestinos de entulho tem preocupado a população que reside nas proximidades. Restos de construção, móveis antigos, galhos de árvores, pneus velhos, entre outros rejeitos, são depositados sem nenhum cuidado nesses locais.

A administração municipal mantém seis bolsões oficiais para descarte de entulho, espalhados em diversos pontos da cidade. Nesses depósitos regulares, há espaços destinados aos diferentes rejeitos, facilitando a posterior separação e reaproveitamento dos materiais descartados.

A maioria dos depósitos irregulares fica próxima a margens de rios, atraindo animais peçonhentos e ratos. Outro fator que preocupa é a quantidade de pneus jogados ao ar livre que podem se transformar em criadouros do mosquito da dengue no período de chuvas.

Moradores das proximidades reclamam do descaso por parte dos órgãos competentes. “Nós já ligamos várias vezes na Prefeitura e no DAAE e nada foi resolvido. O jeito que está esse terreno é um absurdo, muitas pessoas da vizinhança já encontraram escorpiões dentro de casa”, denuncia Maria Amélia Santos, moradora próxima de um bolsão clandestino na Vila Melhado.

Em outro ponto da cidade, no Parque Gramado, a quantidade de entulhos depositados como pneus, roupas e restos de podas é ainda maior. No local, onde não existe vizinhança nas proximidades, contrasta com uma horta bem cuidada aos fundos.

No Jardim Morumbi o entulho encontra-se espalhado pela mata ciliar das margens do Ribeirão das Cruzes. Entretanto a pouco menos de 500 metros encontra-se o bolsão do Jardim São Gabriel, mantido pela prefeitura. Os carroceiros são os principais responsáveis pela descarga ilegal de entulho no local.

Segundo Agamenon Silva, chefe da equipe da DAAE responsável pela fiscalização dos depósitos ilegais de entulho, explica que o número de fiscais é reduzido, mas procura atender o número máximo de ocorrências que chegam. Silva destaca a importância da população avisar sobre locais clandestinos. “Queremos que a população continue a ligar avisando sobre isso, mas são necessárias medidas mais severas com esses carroceiros”, afirma.

Embora poucas pessoas e principalmente os carroceiros utilizem os bolsões mantidos pela prefeitura, esses locais, segundo o Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE) recebem cerca de meia tonelada diariamente. “Quando faço limpeza em casa levo no lixão perto do Pinheirinho, mas agora que sei da existência desse bolsão perto de casa, com certeza deixarei tudo lá”, afirma Chico de Assis, morador do Jardim Brasil.

Pontos de Entrega de Entulhos e Volumosos

Bolsão Jardim Igaçaba – Rua Antonio Rodrigues Leal, 31.

Bolsão São Gabriel – Avenida Fortunato Micelli, 83.

Bolsão Santa Angelina – Rua Hermínio Tozetti, 319.

Bolsão Parque São Paulo – Avenida Maria Brambilla Passos, 384.

Bolsão Santa Lúcia – Rua Castro Alves, 80.

Bolsão Jardim Capri – Avenida Tocantins, 273.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/