Ageuniara

Campanha contra a esquistossomose termina nesta sexta

Por: DANIELLE CRISTINA REAL DE AQUINO

04/06/2009

A Secretária Municipal de Saúde de Araraquara(SP) realiza uma campanha contra a esquistossomose, que se encerra próxima sexta-feira(5/6).O trabalho é realizado juntamente com a Secretária Estadual de Saúde, que já encerrou a campanha na última semana.

A campanha tem como principal objetivo divulgar a doença, as formas de transmissão, prevenção e tratamento.As Unidades Básicas de Saúde (UBS)desenvolvem trabalhos de conscientização e informação e o público alvo são crianças em fase escolar e pessoas que vieram de regiões endêmicas, com registros frequentes da doença.

Segundo a enfermeira gerente da Vigilância Epidemiológica de Araraquara,Fabiana do Carmo Araújo, poucos são registrados em Araraquara.“As ações são de caráter educativo e pessoas com sintomas da doença podem solicitar o exame em qualquer Unidade de Saúde”, acrescenta Fabiana.

A esquistossomose mansônica, também conhecida como “doença dos caramujos” é causada por um parasita denominado Schistosoma mansoni.Sua transmissão acontece ao beber ou nadar em água infectada pelo caramujo. A pessoa que adquire a doença também se torna uma fonte de transmissão ao excretar ovos do parasita nas fezes, em locais com saneamento básico deficiente, que despeja dejetos em rios, lagoas, córregos, contaminando essa água.

A doença aparece de duas a seis semanas após o contato com a água contaminada e os primeiros sintomas são, em geral, coceira intensa e micropápulas avermelhadas, como a urticária.Posteriormente, os sintomas se confundem com os de outras doenças, como febres, diarréias e dores musculares. Se o portador da doença não for medicado, pode chegar ao óbito.

Fabiana ressaltou que cuidados básicos de higiene são essenciais para se evitar a doença. O tratamento é feito com dose única de um medicamento via oral, que é prescrito pelo medico após a realização de exame e constatação da doença. O médico avalia a dose adequada ao peso e a idade e se não há contra-indicações e o medicamento é fornecido gratuitamente pelo posto de saúde.

Quem apresentar os sintomas da doença deve procurar rapidamente uma Unidade de Saúde das 7h às 16h30 e solicitar o exame.

Para obter mais informações sobre contaminação e prevenção da esquistossomose acesse o site www.cve.saúde.sp.gov.br.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/