[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

Em vista das melhorias que estão sendo realizadas na portaria principal da Unidade I da Uniara, alunos, interessados e colaboradores devem utilizar a entrada localizada na Rua Voluntários da Pátria, 1309 (Rua 5).

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Poucos desconhecem,mas muitos têm distúrbio do sono

Por: MARCIANO APARECIDO DA SILVA

27/08/2008

No Brasil, de acordo com os especialistas, a maioria da população tem algum distúrbio do sono, isso vale para homens, mulheres e crianças.

O sono de má qualidade (dormir mal ou dormir pouco) pode afetar, basicamente, o hormônio do crescimento no caso das crianças, causar transtorno de humor, alterar a capacidade de atenção e concentração.

A qualidade do sono interfere, e muito, nas atividades do dia-a-dia. Geralmente quando a pessoa sente sonolência durante o dia é porque não dormiu bem à noite, ou porque temos algum problema que desconhecemos.São muitos os distúrbios que interferem no nosso descanso, como ronco, apnéia, insônia, bruxismo, entre outros.

A dona-de-casa, Magda Gonçalves, conta que antes de descobrir que tinha um distúrbio do sono era mal-humorada, tinha dor de cabeça, sono o dia todo e sentia falta de ar. Depois que começou o tratamento tudo melhorou. Hoje ela dorme com uma máscara, uma espécie de compressor ligado a uma traquéia artificial.

Magda conta que pode parecer incômodo, mas depois que passou a dormir com a máscara seu sono melhorou muito.“Sentia muito cansaço, falta de ar e indisposição, além de oscilação na pressão arterial e sintomas de depressão. Com o tratamento percebi que nada melhor que uma noite bem dormida”, completa Magda.

As pessoas passam cerca de um terço do tempo dormindo e quando têm um problema de saúde não questionam se a causa pode ser noite mal dormida. Apesar de não existir estatísticas, os distúrbios do sono são comuns.

O neurologista, Dr. Dario Baldo Junior, dá orientações para uma boa noite de sono. “Temos que manter uma rotina. Não devemos praticar atividades físicas intensas perto da hora de dormir, já que elas fazem com que fiquemos agitados. Além disso, a pessoa deve cuidar da alimentação, não ingerindo café e chocolates antes de dormir”, explica o neurologista. O ideal é fazer uma atividade relaxante, independente de qual for, de acordo com o gosto de cada um. A função do sono é reorganizar todas as funções cerebrais, o organismo tende a entrar em ritmo normal, com o sono adequado.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/