202101271239

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

A pintura em tela traz motivação aos idosos

Por: AMAURI ALEXANDRE ALVES

04/09/2006

Para os artistas plásticos que ensinam pintura em tela, existem duas práticas capazes de integrar as pessoas e levar mais cor e ânimo à vida. Uma delas é o esporte e a outra a arte, independente de qual seja a manifestação artística.

Os professores de artes plásticas Miriam E.B. Boralli, Nilce Regina Redondo, Marcelo Selmini, Giazzi e Luccas destacam a pintura como uma atividade relaxante, excelente para a disciplina e também para dominar a ansiedade.

Enfatizam que para a terceira idade é uma prática muito interessante, principalmente aos que trazem guardada desde a infância a vontade de aprender a pintar quadros e que não tiveram a oportunidade, além de ser um ótimo caminho para a integração com outras pessoas. “A dedicação à pintura é o respeito ao momento de cada um. Nela, as pessoas não precisam representar nada, podem ser elas próprias, podem errar, dar risada, contar histórias”, diz o professor Marcelo Selmini.

Em Araraquara existem ateliês que oferecem cursos de pintura em tela. As aulas variam de uma a três horas por semana e o custo ao mês varia de R$ 10,00 a R$ 150,00.

Não há cursos de pintura totalmente gratuítos devido ao custo do material. Mesmo a Secretaria da Cultura de Araraquara não oferece curso gratuito, segundo informa Roberto Fiori, responsável e educador de arte.

Mesmo sem oferta de cursos gratuitos, é grande o número de pessoas da terceira idade que buscam os cursos de pintura para se auto ajudarem a superar doenças e outras dificuldades. Um gostoso reencontro com imagens do passado foi o que a pintura em tela permitiu a Marli Franciscatto, 63 anos. Ela pintou na tela a casa em que morou quando tinha quatro anos em Rosa Martins (bairro rural de Araraquara). “Este foi um grande presente que dei a mim mesma. Estou concretizando nas telas a minha própria história”. Os professores observam que ao pintar passagens de suas próprias histórias as pessoas são capazes de reviverem muitos fatos passados.

Poder retratar belas paisagens foi o que levou Iranilde Alves Queiroz, 50 anos, às aulas de pintura. Depois que passou a ter contato com a arte a vida de Iranilde mudou, pois tornou-se mais alegre. “Antes eu só ficava em casa, com trabalhos domésticos e os problemas do dia-a-dia de uma família; com isso a solidão trouxe conseqüências prejudiciais à minha saúde. A pintura devolveu o sentido para a vida", relata.

SERVIÇO

Miriam E.B. Boralli atende na rua São Bento, 2052 - centro; Nilce Regina Redondo, atende na rua Armando Salles de Oliveira, 152, bairro São Geraldo; Marcelo Selmini atende na rua Padre Duarte, 2173 – centro; e Giazzi e Luccas atendem na rua São Bento, 2034 - centro,

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/

Saiba o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações. Utilizamos cookies essenciais e analíticos de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

ENTENDI