202101240622

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Médicos alertam para perigo de exposição ao sol

Por: BRUNA LUIZA NUCCI

11/11/2005

Após o inverno, as pessoas devem se habituar, aos poucos, com o sol intenso do verão. Os médicos especialistas orientam que as pessoas devem sempre usar protetor solar, mesmo na sombra, proteger todas as partes do corpo e não se expor ao sol nas horas de maior radiação solar.

Com todos esse cuidados tenta-se evitar,o câncer de pele que, quando detectado precocemente, apresenta altos percentuais de cura.

A médica dermatologista, Dra. Márcia Facco, de São Carlos (SP) diz que o protetor solar deve ser usado meia hora antes de sair de casa. "Deve ser um hábito diário e contínuo. No peito dos pés, costas das mãos, orelhas, nariz, lábios e a área em redor dos olhos, pois são áreas sensíveis que também têm de ser protegida”, orienta.

Segundo ela, durante nossa vida o sol é extremamente danoso à pele e que quando exposta com freqüência, ao sol, passa a ficar ressecada, manchada e com perda de elasticidade.

"Em conseqüência disso ela sofre um envelhecimento precoce, com aumento das rugas. Entre ás 11h30 e 16h30 não se deve estar exposto ao sol sem proteção", diz a médica.

Ainda, de acordo com a Dra. Márcia, no verão as pessoas devem se bronzear moderadamente ao longo dos dias. "O excesso de luz também pode causar mal-estar como: dores de cabeça, febre, e dolorosas queimaduras", diz.

Outro médico de São Carlos, Dr. Humberto Darcie, da Unimed, explica que a pele é dividida em duas camadas: externa, a epiderme, e outra interna, a derme. "Ela é responsável pela regulação da temperatura do corpo, como a reserva de água , vitamina D e gordura", informa.

Segundo ele, o câncer de pele é mais comum em pessoas com mais de 40 anos e indivíduos de pele clara, sensível aos raios solares e os negros normalmente têm câncer de pele nas regiões palmares.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/

Saiba o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações. Utilizamos cookies essenciais e analíticos de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

ENTENDI