Ageuniara

Fenômeno natural muda curso do rio Jacaré Guaçú

Por: WILLIAN GUILHERME DE OLIVEIRA

21/05/2005

Um fenômeno natural está surpreendendo a todos que passam pela ponte sobre o rio Jacaré Guaçú, entre Boa Esperança do Sul(SP) e Araraquara(SP). Após as fortes chuvas do mês abril, o rio simplesmente mudou de lugar.

O jacaré Guaçú é um dos maiores afluentes da região e não suportou o volume de água das últimas chuvas vindo a romper seu próprio leito criando um caminho alternativo de cerca de 400 metros, por entre a mata, soterrando seu antigo percurso com toneladas de areia trazidas pela correnteza.

A mudança de curso assustou moradores e proprietários das fazendas da região. Édison dos Santos morador de uma fazenda confessa nunca ter visto algo semelhante. “Eu pesco no rio quase todos os dias e demorei dez dias para perceber o que tinha acontecido”, diz o morador.

O desvio do Jacaré demorou a ser percebido porque enquanto a água do antigo leito não começou a secar, parecia que o rio estava passando pelos dois lugares. “A água começou a baixar e quando fui ver, o rio estava passando por outro caminho”, afirma o pescador José Bispo.

Bispo ficou surpreso com a mudança do rio, segundo ele os melhores pontos de pesca agora não passam de uma lagoa sem vida e que em breve estará seca. “Ficou difícil até para quem pesca de barco, a água agora passa pelo meio da mata dificultando o acesso dos pescadores e também dos barcos”, diz.

As fazendas afetadas com a mudança do rio deverão entrar com um pedido na justiça para reaverem ao menos um córrego para perto de suas propriedades uma vez que os animais correm riscos ao se deslocarem até o novo leito do Jacaré.

O impacto causado pela mudança não é sentido somente pelos pescadores e fazendeiros, a mata ciliar que acompanhava o leito do rio agora está debaixo d’agua e correndo o risco de desaparecer.

A bióloga Marcela Aparecida Roque diz que o fenômeno pode ocorrer a cada dezenas de anos, o que torna o fato estranho para nós, mas normal para a natureza.

Segundo ela os impactos causados pela mudança logo aparecerão e não trarão boas notícias. “O rio tende a abrir caminho por entre a mata e isso poderá causar uma erosão no leito do rio fazendo com que ele diminua sua profundidade, derrube mais árvores e isso interfira no ecossistema local”, explica.

O antigo canal já está quase seco e a mata ao redor já começa a avançar sobre ele fazendo desaparecer aos poucos as marcas do antigo curso do rio Jacaré Guaçú.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/