Ageuniara

Ibaté pode desenvolver turismo ecológico

Por: JOSEANE APARECIDA DE FATI BORRI

19/03/2004

Em Ibaté (SP), existem cerca de dez cachoeiras que ainda não foram exploradas, por estarem localizadas em propriedades privadas.Algumas com quedas de mais de 40 metros de altura onde existe um potencial em turismo de aventura.

A guia de turismo, Vera Pepato,tenta montar na cidade , o Conselho Municipal do Turismo, que cuja criação já foi aprovada pela prefeitura na lei n° 2026 de 2 de junho de 2003.Quem deu inicio para aprovação do projeto foi o vereador Maurício Trinta.

"O Conselho já está em processo de formação, e no mês de Junho o SEBRAE vai visitar essas cachoeiras. Já fazem qautro anos que estou trabalhando nesse projeto e espero conseguir que esse turismo seja explorado", diz Vera.

O prefeito de Ibaté, Thomaz Ângelo Russito (PMDB), diz que é a favor desse projeto, mas não pode se comprometer antes da vinda do SEBRAE à cidade.

"Acredito nesse projeto, vou ajudar no que for preciso, mas não depende só de mim. Se esse projeto dar certo, acredito que possa trazer benefícios à cidade, como gerar mais empregos", diz o prefeito.

Alguns moradores do município, estão na expectativa de que tudo vai dar certo, dizem achar interessante a possibilidade de Ibaté se transformar em cidade turística.

"Acredito nesse potencial que Ibaté tem, são cachoeiras lindas que precisam ser exploradas. E também a cidade vai ficar conhecida e freqüentada por muitas pessoas", observa a moradora Elaine Migliorini.

"Acho que seria bom para cidade que esse potencial turismo fosse explorado, mas precisaria ser um trabalho bem feito, com equipes treinadas, responsáveis, para que não aconteçam acidentes, assim como andam acontecendo em algumas cidades da região",diz um outro morador Marcelo Nicoleti.

A preocupação de Vera Pepato no momento, é com o SEBRAE ( Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), porque são eles que vão dizer se realmente tem condição desse turismo ser explorado.

" Eles darão as instruções sobre como deve ser feito esse trabalho. Temos que esperar o SEBRAE vir até à cidade para saber qual a opinião deles sobre esse projeto. Eles estão dando uma espécie de assessoria para nós, está marcado uma visita deles à cidade em junho, acho que só depois dessa visita poderemos dizer algo mais concreto e estamos torcendo para que tudo de certo", finaliza Vera.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/