Ageuniara

Ginecologista diz que contraceptivos injetáveis são eficazes

Por: CAMILA ASTORINO

01/10/2003

O anticoncepcional injetável tem a mesma ação da pílula,mas não protege contra Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis. "Os anticoncepcionais injetáveis são hormônios aplicados por via intramuscular por mês ou a cada três meses, dependendo do tipo de dosagem",explica a ginecologista Dra.Márcia da Silva, de Araraquara (SP).

Segundo ela, a injeção age como a pílula, os hormônios fazem o organismo acreditar que a mulher está grávida e suspendem a ovulação. "O uso a pílula deve ser recomendada pelo médico, que indicará a dosagem mais adequada ao organismo da mulher", informa.

Segundo a ginecologista, as mais beneficiadas com esse tipo de contracepção são as "esquecidinhas", que a mulher precisa tomar uma vez ao mês ou a cada três meses. "Mas os médicos e pesquisadores ainda não sabem afirmar qual o efeito desses contraceptivos à longo prazo", alerta a Dra.Marcia.

Ela explica que embora o anticoncepcional injetável seja eficaz, não previne contra a Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis. "Por isso é necessário utilizar em conjunto a camisinha", afirma



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/