Ageuniara

De maneira ainda instável, insulina volta a ser distribuída nos PS de São Carlos

Por: RAQUEL BAES CORREIA

22/02/2016

Após dois meses em falta nos postos de saúde de São Carlos, insulina volta a ser distribuída, porém de forma racionada. Os pacientes diabéticos, que dependem deste medicamento, queixam-se da falta desde o fim de novembro do ano passado e agora da distribuição irregular.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), a insulina sintética é usada no tratamento de diabetes tipo 1 e em alguns casos de diabetes tipo 2. Ela tem a função de controlar a taxa de glicose no sangue do paciente. A falta de insulina na terapia pode causar o aumento de glicose no sangue do diabético e, consequentemente, em longo prazo, causar doenças e complicações nos rins, olhos e de circulação sanguínea nos membros.

O paciente Luís Fernando relatou à reportagem da Ageuniara que chegou a ligar na Ouvidoria da Prefeitura de São Carlos para reclamar da falta do medicamento, porém não obteve resposta do órgão. Luís descobriu que era diabético tipo 1 há 31 anos, e por conta de complicações na doença devido ao descontrole da glicemia, é cego. Luís voltou a receber o medicamento no começo de fevereiro, mas apenas um frasco, sendo que antes recebia dois fracos por semana. O custo de um frasco de 3 ml da insulina Lantus em farmácias comerciais, que é a quantidade distribuída pelos postos, varia entre R$ 83 e R$ 350.

A Defensoria Pública de São Carlos esclareceu que, neste caso, o paciente pode entrar com um processo na Justiça para ter o direito de retirar o medicamento, independente de atrasos ou não por parte do Governo do Estado ou da Prefeitura. Em janeiro houve um aumento de casos de pacientes com diabetes que buscaram pela Defensoria Pública de São Carlos para dar entrada neste tipo de processo.

A reportagem procurou a Secretaria Municipal de Saúde de São Carlos e a Farmácia do Posto de Saúde da Vila Isabel para esclarecimentos sobre o motivo da falta e posterior racionamento da insulina Lantus, porém nenhum dos órgãos quis se manifestar e esclarecer o problema.

(Publicada em 22/2/2016 - 22h23)



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/