[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

A Rádio Uniara FM 100,1 está temporariamente fora do ar para ajustes técnicos.

Em breve, toda a programação da rádio estará normalizada. Agradecemos a compreensão de todos os nossos ouvintes

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Comércio de Araraquara busca soluções para enfrentar a crise

Por: JULIA SERIO FRANCHI

13/11/2015

Desde que o cenário econômico do Brasil começou a apresentar problemas, as vendas do comércio e a rede varejista começaram a decair. Em Araraquara (SP), comerciantes começaram a buscar alternativas prolongando promoções, melhorando as formas de pagamento e tentando obter melhores preços junto aos fornecedores.

Segundo dados divulgados pela Confederação Nacional do Comércio de Bens e Serviços (CNC) em setembro, veículos, móveis e eletrodomésticos apresentaram maior queda de vendas.

Para o presidente do Sincomércio, Antonio Deliza Neto, em Araraquara todos os setores do varejo apresentaram queda, mas os que tiverem redução mais expressiva no faturamento foram as lojas de eletrodomésticos e eletrônicos, lojas de departamentos, materiais de construção, lojas de móveis e decoração e lojas de vestuário, tecido e calçados, que basicamente refletem a queda brusca da renda do consumidor.

Desde o início do ano, o comércio de Araraquara vem registrando mais demissões do que admissões. Até o momento registra-se um total de 404 postos fechados na cidade, sendo que em 2014 foram fechados 95. Esse resultado mostra que houve um aumento preocupante nonúmero de vagas de trabalho no setor de comércio da cidade.

As lojas começaram a sofrer com a crise desde o primeiro semestre, mas de maneira superficial. “Hoje os comerciantes não têm mais dúvidas do quadro difícil da economia, uma vez que a confiança do consumidor vem reduzindo gradualmente desde o mês de março”, relata Antonio.

No mesmo período o ano passado, os consumidores eram mais confiantes em relação às perspectivas futuras, tanto que em 2014 a intenção de consumo se manteve estável.

Já para o ano de 2015 não aconteceu o mesmo, pois houve aumentos significativos na taxa de desemprego e inflação que são os primeiros indicativos de queda da renda da população, afetando diretamente o consumo das famílias.

Para as festas de fim de ano, Antonio relata que as previsões de venda são de queda até o momento. O comércio acumula uma queda de 3% nas vendas de janeiro até setembro e no acumulado de 12 meses as vendas recuaram 6,9%, de acordo com dados do Banco Central. Há  projeção de um recuo de 8% nas vendas até o final do ano. "Entretanto", ressalta Deliza Neto, "há uma expectativa de que as vendas deste final de ano mantenham-se no mesmo patamar do ano passado, o que traria um alívio para o comerciante em geral”, finaliza.

(Publicada em 13/11/2015 - 20h35)

 

 



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/