202101271317

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Projeto inclui alunos com Síndrome de Down no mercado de trabalho

Por: MARIA AUGUSTA ANDREATTI DE MORAES

08/04/2015

A Síndrome de Down é uma alteração genética que ocorre no cromossomo 21 e acarreta manifestações que variam de uma pessoa para a outra, porém o potencial e a capacidade devem ser incentivados para que tenham uma vida plena com todos os direitos garantidos, como o trabalho.

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), de Matão (SP), realiza um projeto de educação especial que visa a inclusão de alunos no mercado de trabalho, com aulas que desenvolvem as habilidades básicas e de gestão. Atualmente 65 alunos estão atuando em empresas conveniadas da cidade, como Lojas Pernambucanas, Supermercado Palomax, Lupo e Predilecta Alimentos.

"A escola oferece um currículo adaptado onde são desenvolvidas posturas adequadas de trabalho e execução dos mesmos. As vagas são levantadas e oportunizadas por algumas empresas da cidade e região através de parcerias estabelecidas. Em seguida são avaliadas, testadas as aptidões e habilidades e depois selecionamos os alunos", explica o diretor da Apae, Luiz Fernando Zuin.

"Exercer uma atividade é essencial para o homem, uma vez que a produtividade está atrelada à valorização da pessoa e  transforma seu mundo. O trabalho situa o aluno no complexo mundo das relações sociais e estrutura seu mundo psíquico, desenvolve e amplia suas capacidades, produtividade, desenvolve sua criatividade e resgata sua autoestima", complementa a coordenadora pedagógica Maria Aparecida de Lima.

As famílias participam, acompanham, orientam e autorizam o processo para que as dificuldades sejam minimizadas e elaboradas de forma positiva, sendo esse apoio essencial na inclusão do aluno. "Durante o período de execução do projeto podemos concluir que a família apresenta o papel protagonista diante da inclusão e que os resultados dependem do apoio oferecido por elas. Sendo assim, uma família estruturada e presente reduz a rotatividade no trabalho", afirma a terapeuta ocupacional, Elaine Kaibara.

A professora Adriana Camargo desenvolve com os alunos, durante as aulas de Educação Especial para o Trabalho, noções de ética e cidadania, comunicação, noções cívicas, noções de trânsito, sistema monetário, segurança no trabalho, competências básicas para o trabalho e outros setores do desenvolvimento humano e pessoal.

"O projeto visa desenvolver a autonomia e independência de pessoas com deficiência intelectual, refletindo de forma positiva na sua qualidade de vida. Levando assim, a exercer seus direitos e deveres de cidadão trabalhador, obtendo reconhecimento social, quebrando estigmas e demonstrando assim seu potencial", finaliza Adriana.

Publicada em 08/04/2015 às 19h26.

 



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/

Saiba o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações. Utilizamos cookies essenciais e analíticos de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

ENTENDI