Ageuniara

Para psicóloga, novas tecnologias não devem substituir a vida social

Por: ALAN WILLIAN RASPANTE LIMA

08/04/2015

No início da última década, jamais se imaginaria que, um dia, as Redes Sociais se tornariam o que é hoje: parte do cotidiano de todas as pessoas. Não apenas é um simples acontecimento, mas, sim, uma realidade que a cada vez mais se torna presente e necessária. Ninguém poderia imaginar que existiria algo chamado Facebook ou, até mesmo, um banco de dados para currículos. E ninguém poderia prever que essa evolução digital fosse acontecer de forma tão gradativa e rápida.

Atualmente, existem inúmeras Redes Sociais, e para qualquer finalidade. O Facebook acaba sendo o mais conhecido e também o mais abrangente, afinal, trata-se de uma Rede Social que serve para compartilhamento, network, empregos e por aí vai. O Facebook, aliás, possui qualquer finalidade. Mas também existem as redes sociais para namoro (“Par Perfeito”), catalogação de filmes (“Filmow”) e séries (“Banco de Séries”), e música também (Last.fm).

Para o estudante Joel Medina Costa, 27 anos, de Araraquara(SP), as redes sociais parecem ter um fator importante em sua vida. “Trabalho com mídias sociais e consegui o meu emprego atual através de uma rede social, o Linkedin", informa. Para o estudante, as Redes Sociais são extremamente importantes. "Não se consegue mais imaginar o mundo sem Redes Sociais, ou Internet”, conclui o estudante.

Outra  estudante, de Araraquara, Beatriz Trindade Melo, 23 anos, acredita que as redes sociais ganham uma forma ainda mais pessoal. A estudante afirma que já concluiu diversos cursos online e,  inclusive, aprendeu Inglês em um deles . “Sempre fui tímida e sempre fiquei mais na Internet do que devia e podia, mas isso me ajudou muito. Fiz cursos e amigos pra uma vida toda. Não posso reclamar. A Internet, e as redes sociais em si, me deram a vida que tenho hoje”, reflete.

Para a psicóloga Ana Correa é preciso ter limites. "Você precisa ter um momento de distração, de contato humano e de ar livre. Não há necessidade de ficar interligado 24h por dia, é bacana usar as Redes Sociais como um complemento, ferramenta de trabalho, mas elas não devem, nunca, substituir a sua vida social",orienta.

Publicada em 15/4/2015 às 21h20.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/