Ageuniara

Mercado da beleza ainda está imune a crise econômica

Por: BIANCA CRISTIANE LAROZE

25/03/2015

Muito tem se falado sobre a crise que está assolando o mercado financeiro brasileiro e os impactos que isto tem causado de modo geral no país. Em Araraquara(SP) desde o início de 2015, é possível perceber alguns movimentos na retratação do mercado de alguns produtos, como carros, serviços de viagens internacionais, cotadas em dólar, e o comércio varejista.

A proprietária de uma loja de móveis decoração da cidade, Karina Destáfane Brunetti , afirma que houve uma queda de 30% em suas vendas em relação ao mesmo período no passado.“Acredito que esse declínio nas vendas é reflexo do aumento do preço de itens de necessidades básicas, como gasolina,luz,alimentação e planos médicos ,já que a saúde pública no país é precária, a maioria das pessoas estão tendo que aderir planos de saúde particulares, o que compromete boa parte do orçamento.” Ela ainda acrescenta que “as pessoas tem prioridades primárias e pagam caro por elas, o que afeta, de modo geral, o comércio e a economia, pois o orçamento familiar já está comprometido não comportando produtos supérfluos.”

Entretanto, um mercado que parece não ter sido afetado pela crise financeira, até o momento, é o de beleza, já que os brasileiros estão, cada vez, mais preocupados em manter o cuidado com o corpo e cabelo. Prova disso é que segundo a Associação Brasileira da Industria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosmético (ABIHPEC),o Brasil já alcança o segundo lugar no ranking entre os países de maior consumo de produtos e serviços de beleza, como faturamento anual aproximado de R$136 bilhões de reais, perdendo apenas para os EUA.

Em Araraquara,  a profissional de uma clinica de estética, há quatorze anos, Cristiane Regina da Silva, relata a veracidade de que apesar da crise, o setor da beleza continua faturando. “A demanda pelos serviços de beleza aumentou significantemente no primeiro trimestre de 2015 comparado ao mesmo período do ano passado, havendo aumento, até mesmo, no número de homens adeptos a tratamento de beleza como cabelo, depilação e limpeza de pele", finaliza modificando uma famosa frase de Vinicius de Moraes "A Crise que me perdoe ,mas beleza é fundamental." 

Publicada em 25/3/2015 às 19h31.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/