Ageuniara

Grafitismo pode ser visto em Araraquara

Por: ALAN WILLIAN RASPANTE LIMA

25/03/2015

O grafite pode ser descrito como uma inscrição feita em paredes. Foi nos Estados Unidos, em Nova Iorque, que o grafitismo virou um tipo de manifestação cultural, um grito de liberdade de expressão. O grafitismo também se tornou popular devido ao crescimento do Hip Hop americano, se tornando uma ascendente no movimento.

Desde então, o grafitismo evoluiu e se tornou uma arte contemporânea. E, obviamente, virou uma mania mundial.Mas como definir o grafitismo? Para algumas pessoas, o grafite ainda é visto como um meio de vandalismo, porém, para o grafiteiro Lucas Zaar, de 22 anos, "o grafite é apenas uma forma de expressão e um trabalho digno, uma arte urbana ainda em ascenção". O grafiteiro ainda explica que o grafite é uma manifestação, porém, que a pichação, sim, pode ser vista como um vandalismo, algo extremamente gratuito e que destoa de todo o movimento.

Grafite é arte complexa e que possui um mensagem como base, ao contrário da pichação.Nos muros de Araraquara(SP), por exemplo, existem vários exemplos de uma verdadeira manifestação cultural. Desde o índio grafitado próximo aos muros das Praça "Pedro de Toledo" aos muros da Via Expressa com os personagens do Chaves, uma verdadeira homenagem de afeto ao saudoso programa. Existem também frases musicais - como a do cantor Cazuza em baixo do terminal rodoviário -, como também existem reivindicações populares.

De acordo com a advogada Patrícia M. Santos, 37 anos, de Araraquara, pichação é crime e pode, sim, terminar em cadeia. Pela lei 9.605/98 - Art. 65, é considerado crime ambiental, possui multa e pode dar detenção de três meses a um ano. "Isso se não for monumento público ou histórico, e aí, a pena pode ser estendida", informa.

A diferença entre ambos é irreconhecível e o grafite segue em ascensão como uma arte urbana. Pessoas estão se especializando na área e a população agradece. Afinal, tudo o que torna a cidade agradável e bonita, pode ser visto com bons olhos e admiração.

Publicada em 25/3/2015 às 19h49.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/