202101230521

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Controle de Zoonoses: projeto poderá ser implantado em Nova Europa

Por: NATALIA FERREIRA SCHIMIDT

25/02/2015

Com o crescimento da população nas cidades pequenas, também deu-se inicio a um aumento relativo quanto a população animal. Surgindo então, a necessidade de um Centro de Controle onde pudesse ser feito o recolhimento destes animais mantendo, assim, a população mais agradecida. Sem contar que os animais teriam um atendimento diferenciado para que fossem saciadas suas necessidades de saúde também. E Nova Europa(SP), não fica  fora deste contexto, mas com um diferencial: o número de animais nas ruas é muito maior de que o esperado. E esse número vem crescendo a cada dia.

Ao ver a fragilidade em que esses cães e gatos se encontram nas ruas da cidade, os amantes desses bichinhos se sentiram sensibilizados a ajudar de alguma forma. Uns tratam na porta de casa por não poder levar todos para o quintal e adotá-los como “filhos”, mas outras pessoas que se sentem ameaçadas pelos mesmos, possuem uma reação um pouco mais agressiva em relação aos mesmos.

A educadora e coordenadora professora Elisete da Silva, moradora da cidade, possui em mãos talvez a solução deste problema. Um projeto de controle para esses animais: “Projeto de Controle de Zoonoses e Fatores Biológicos”. "A ideia central deste projeto se deu pelo número de cães e gatos nas ruas da cidade, onde ali podem ou não transmitir ou até adquirir doenças",  afirma. 

De acordo com ela, esses projetos são estabelecidos para que se desenvolva atividades de vigilância ambiental e o controle de doenças transmitidas e também dos consequentes agravos e incômodos.

Para que o projeto ganhasse força e saísse do papel, seria necessário o auxilio financeiro por parte da prefeitura de Nova Europa. Com isso, para que a  mesma fosse obrigada a auxiliar financeiramente a cidade, deveria possuir em torno de 15 mil habitantes. Infelizmente Nova Europa possui registrados apenas 10.135 mil habitantes.

Como a necessidade fala mais alto, alguns moradores começaram a averiguar possibilidades de se criar algo que pudesse colocar o projeto em funcionamento. Segundo Elisete, foi apresentado o projeto à prefeitura da cidade, mas não houve o retorno esperado e sim que a prefeitura não teria condições financeiras para assumir tal responsabilidade.

“O projeto não foi apresentado a mim documentado, apenas em conversas rápidas. Este projeto já fazia parte do plano de governo. Mas, o meu mandato ainda se encontra no segundo ano, isso ainda pode vir a ser cogitado", declarou  o prefeito Osvaldo Aparecido Rodrigues (PPS). 

Para a educadora de Saúde Pública, responsável pelo Controle de Vetores, Joselaine Mara dos Santos "esse tipo de abandono pode ser fatal. Os animais, quando abandonados  passam a ingerir restos de alimentos que são dispensados nas lixeiras das casas, ou até por transitarem por lugares infectados que podem chegar a transmitir doenças até para nós seres humanos.”

Antes que isso se torne um fato real, foram apresentadas  algumas providências à prefeitura. No caso, esse projeto seria realizado com ajuda de profissionais da área Veterinária, onde fariam todo o controle de doenças para que se o animal fosse para algum lar, após ser adotado, para que pudesse voltar a conviver com a sociedade de maneira saudável. Seria realizada a castração, e também o controle com as vacinas necessárias,  contando também com algumas cirurgias caso houvesse precisão.

Com essas providências, se evitaria o desconforto tanto ao animal ou aos moradores, trazendo assim uma boa convivência para com os amantes dos animais que talvez queiram adotar, ou até mesmo, para com os não simpatizantes que se sentiriam mais acomodados.  

Publicado em 25/2/2015 às 20h44.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/

Saiba o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações. Utilizamos cookies essenciais e analíticos de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

ENTENDI