[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

Em vista das melhorias que estão sendo realizadas na portaria principal da Unidade I da Uniara, alunos, interessados e colaboradores devem utilizar a entrada localizada na Rua Voluntários da Pátria, 1309 (Rua 5).

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Aumento de assaltos assusta moradores de Araraquara

Por: MATHEUS TRASSI DA CUNHA

28/03/2014

Moradores dos bairros Chácara Flora, Cidade Jardim, Cambuy e Jardim Botânico, entre outros, estão reclamando da falta de segurança e dos inúmeros assaltos a estabelecimentos comerciais e residenciais, que vem acontecendo nesse primeiro bimestre de 2014.

Segundo os dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP), o número de roubos, em Araraquara, subiu 162% do primeiro bimestre do ano passado para o mesmo período deste ano. Nos dois primeiros meses de 2013 foram registrados 29 assaltos e em 2014 o total já passa de 76 ocorrências.

Na região da Chácara Flora moram mais de duas mil famílias e os constantes assaltos a residências tem dado muito prejuízo e causado revolta. Segundo os moradores, o problema é consequência da falta de policiamento no bairro e da iluminação deficiente, o que acaba sendo um atrativo para os assaltantes e usuários de drogas.

Segundo uma moradora do bairro Cidade Jardim, a sua família teve um prejuízo de R$ 2 mil em aparelhos eletrônicos e jóias. Na Chácara Flora um morador teve um prejuízo de mais de R$ 5 mil e reclama dos furtos em residências acontecerem durante a tarde, quando os moradores não estão em casa e o fluxo nas ruas diminui.

Para os comerciantes dos bairros, alarmes e câmeras de segurança não têm afastado a onda de violência que prejudica o funcionamento do comércio. Devido ao medo de novos assaltos estão fechando os estabelecimentos mais cedo, o que lhes traz prejuízos.

Segundo a Tenente PM Rita Oliveira, o aumento das rondas nesses bairros está entre as medidas tomadas para conter a violência. Principalmente nos bairros de maior índice de violência, a Polícia Militar faz a abordagem de menores e de outros suspeitos nas ruas, durante madrugada. A policial chama a atenção para a importância das vítimas registrarem a ocorrência para que o policiamento possa ser executado de acordo com um planejamento que leve em conta a violência de cada região da cidade.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/