202101250315

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Museu de Araraquara busca alternativas para atrair jovens

Por: BRUNA MENDES ANELLI

07/03/2014

Localizado em Araraquara, na Rua Voluntários da Pátria, Centro, o Museu de Arqueologia e Paleontologia de Araraquara (MAPA)oferece, há mais de uma década, cultura gratuita ao público de todas as idades. Sua finalidade é explicar estas duas ciências e quais são os seus objetos de estudos.

A paleontologia se dedica ao estudo dos seres vivos na terra sem a intervenção cultural do homem; já a arqueologia estuda a produção cultural do ser humano mediante a análise de seus artefatos.

Pessoas de várias idades frequentam o museu, a grande maioria estudantes. Visando atingir esse público, a parceria com a Fundação Araporã promove ações especiais para receber e estimular o conhecimento dos estudantes. São visitas monitoradas, oficinas, exibição de vídeos e palestras educativas, executadas pelos estagiários da Fundação Araporã e por funcionários do museu.

A Fundação mantem convênio com a Prefeitura Municipal de Araraquara e responde pela criação e estruturação do MAPA, curadoria de patrimônio arqueológico, restauração, conservação e preservação do material arqueológico juntamente com o diagnóstico das coleções arqueológicas do museu e a recepção de coleções particulares.

Segundo Virginia de Gobbi, Gerente de Museus, conhecer o passado auxilia na compreensão do mundo em que vivemos, como interferimos no nosso meio e as mudanças e transformações pelas quais passamos hoje, que refletirão no nosso futuro. O museu possibilita reflexões que contribuem para o desenvolvimento intelectual e cultural das pessoas que o frequentam, favorecendo a formação de cidadãos mais críticos e conscientes na sociedade e contribuindo para a preservação de seu patrimônio, ressalta Virginia.

A professora de Educação Infantil Valéria Adão Zaffani também ressalta a importância das visitas monitoradas ao MAPA. Iniciativas como essa aguçam a vontade dos alunos de visitar novos lugares e favorecem o aprendizado, levando o aluno a refletir sobre como é importante a preservação do patrimônio, diz Valéria. As visitas também permitem ao professor dar aprofundamento em sala de aula sobre o que foi observado na exposição.

O horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 9h às 12h e das 13h às 17h30; aos sábados, das 9h às 12h. A entrada é gratuita.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/

Saiba o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações. Utilizamos cookies essenciais e analíticos de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

ENTENDI