[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

Em vista das melhorias que estão sendo realizadas na portaria principal da Unidade I da Uniara, alunos, interessados e colaboradores devem utilizar a entrada localizada na Rua Voluntários da Pátria, 1309 (Rua 5).

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Casos de queimadas diminuem em Araraquara após estiagem

Por: JEAN DAVID GARBINI CAZELLOTTO

25/09/2013

As queimadas que atingem os Estados do Sul e Sudeste do País entre agosto e setembro, castigam pela queda brusca da umidade relativa do ar. Às vezes criminoso, quem for pego incendiando alguma área pode ser multado em até R$ 781,00 para áreas com até 500 metros quadrados, de acordo com a Secretaria do Meio Ambiente.

Desde janeiro, aproximadamente 500 mil metros quadrados de mata verde já foram queimadas, só em Araraquara(SP). Somente em agosto, 60 ocorrências foram registradas pela Polícia Ambiental da cidade por queimadas em mato alto e terrenos.

De acordo com Edson Alves, Coordenador da Defesa Civil, o resultado do mês poderia ser pior. “Agosto de 2013 foi um período não muito comum, pois tivemos um inverno atípico, com chuvas”, disse.

No início de setembro, o fogo continuou preocupando o Corpo de Bombeiros e a população. Por todos os cantos da cidade haviam focos de incêndio ou queimadas de grandes proporções. A Defesa Civil informou que na primeira semana de setembro, 16 queimadas foram registradas, porém com a chuva que caiu, na semana seguinte, os números diminuíram.

Cuidados

A moradora do Jardim Cambuy, Janete Cerqueira, 38 anos, diz que sofre neste período por conta das filhas. “No começo do mês teve um incêndio aqui no bairro e minhas meninas não conseguiram dormir à noite. Para aliviar, eu coloco na janela, uma toalha molhada, para umidificar um pouco o quarto delas”, conta.

O Tenente do Corpo de Bombeiros de Araraquara, Cleber Marcelo de Oliveira, orienta para que a população não jogue lixo ou móveis velhos em terrenos e, caso veja algum início de incêndio, a orientação é ligar imediatamente para o Corpo de Bombeiros via 193.

Tecnologia a favor

A Polícia Militar Ambiental também usa satélites e GPS para a prevenção de queimadas em grandes locais, ou de difícil acesso. Segundo o Tenente Leandro de Oliveira, nestes casos, o rastreador ajuda muito. “Colocamos o endereço no GPS ou, então, fazemos uma espécie de trilha no aplicativo Google Mapas e vamos até o local descobrir o que houve”, afirma.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/