Ageuniara

Aplicativos facilitam o aprendizado de idiomas

Por: AMANDA CÂNDIDO NOGUEIRA

31/05/2013

É compreensível que nos dias atuais as pessoas sintam mais vontade de retomar os estudos fazendo cursos, entrar na faculdade, aprender novos idiomas, mas a falta de tempo acaba impedindo que elas façam o que desejam. Uma das vantagens dessa nova geração tecnológica é o fato de poder fazer qualquer coisa com um único aparelho na palma da mão.

Com a geração de celulares inteligentes ninguém fica na mão, pois é possível baixar aplicativos de idiomas que oferecem excelentes aulas rápidas e todos os dias, alguns mais simples oferecem apenas o inglês e espanhol, já outros mais completos fornecem vários níveis de inglês, francês, espanhol, alemão, japonês.

Uma variedade de idiomas para se aprender de forma interativa podendo se aprofundar cada vez mais em qualquer lugar e o que é melhor, em sua maioria são gratuitos.

Já formado em Moda, Estilo e Negócios pelo Centro Universitário de Araraquara (UNIARA), Rafael Borges sempre quis aprender francês, também pela exigência de sua profissão, e resolveu arriscar usando um desses aplicativos no seu aparelho Android. “Com toda interação como Duolingo é bem mais divertido aprender já que é como se fosse um jogo, perco corações caso eu erre uma frase, assim é bom porque eu acabo me dedicando mais para não errar.”, explica Borges.

O Duolingo é boa plataforma de aprendizado, para quem não quer deixar de praticar todos os dias, tem o sistema de lembrete via sms e e-mail avisando: “Aprender requer um pouco de prática todos os dias”.

Outros aplicativos

Há também aplicativos como Babbel, Busuu, LiveMocha, 50 Línguas, Wespeak que oferecem mais de uma língua desde o nível básico até o avançado, ensinando como se comunicar quando alguém sai de viajem, conversando com estrangeiros, como pedir comida, etc. Não apenas destinados para adultos e jovens adultos, mas também para crianças, aplicativos como LínguaLeo e o PlayWords que são gratuitos e estão entre os mais baixados na loja da Play Store para Android e na App Store para IOS.

O que implica grande parte da procura desses aplicativos no dia-a-dia é a necessidade de ter uma base de uma outra língua, como acontece com Mariana Pasqualine, estudante do segundo ano do ensino médio, tendo dificuldade em espanhol, ela vem usando o aplicativo Busuu para estudar nas horas vagas e vê melhoras no seu desempenho escolar. “Desde o ano passado ando tirando notas baixas em espanhol, não consigo entender a professora e isso estava me prejudicando. Então, instalei o Busuu pra ter uma base da língua e esta me ajudando, dei uma melhorada do ano passado para cá.”, explica.

A necessidade de outro idioma no currículo é importante para conseguir um bom emprego e também na hora da diversão acaba fazendo falta, assim como na hora de viajar, conhecer novas cidades, novas culturas.

Para não gastar muito com cursos ou professores particulares, a primeira opção acaba sendo esses aplicativos para smartphones.

Há alguns anos era diferente: a tecnologia não nos oferecia todos esses recursos, era dificultoso aprender por si mesmo uma segunda língua, isso requeria muita dedicação, já nos dias de hoje, ficou bem mais fácil se beneficiar de todo tipo de aprendizado através da tecnologia.

Com a professora de Língua Portuguesa e Inglês Julia Gorla, de Araraquara(SP), não foi diferente. “Na minha geração, precisávamos ir para as aulas, ter material e ouvir fitas cassetes. Quando os Beatles, Queen, lançavam música nova a gente ficava voltando fita para tentar entender o que eles estavam falando e transcrever. Não sou contra nada da tecnologia, tudo que tivermos disponível para aprender é viável.”, diz ela que também ensina Língua Portuguesa no Centro Universitário de Araraquara(UNIARA).

A professora de línguas também explica que a pesquisa e coleta de informações durante no processo de aprendizado de um idioma é muito importante. “Tudo que uma pessoa puder pegar de informação é útil, é bem mais fácil aprender nos dias de hoje. Se a pessoa se dedicar, é possível estudar sozinho sim. Hoje em dia temos tudo: aulas, aparelhos com esses aplicativos, só não aprende quem não quer”,finaliza.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/