202101231344

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Profissional alerta sobre os efeitos do futebol no ambiente corporativo

Por: ANNA REGINA DAVILLA

07/11/2012

O futebol está presente de maneira muito intensa na vida dos brasileiros. Alguns até admitem não gostar ou, simplesmente, não entender muito do tal esporte popular, mas não importa se muito ou pouco todos sabem o que é, e o quanto influencia em nossa comunidade.

O primeiro aspecto que nota-se ter grande importância diante de toda organização social é o fato do esporte ter divisões em times, torcidas e, com isso, grupos sociais que atrai de maneira muito eficaz o ser humano. Ainda mais, em uma sociedade desafiadora e segregativa.

De acordo com a Coordenadora de Recursos Humanos Clarisdani Marques,de Araraquara(SP), o efeito que toda essa disputa pode causar no ambiente profissional é proporcional ao equilíbrio do funcionário. “Cada indivíduo tem poder de escolha diante de como irá reagir a cada momento de sua vida. Quando seu time ganha ou perde os efeitos podem sim afetar em seu trabalho, como toda situação em seu cotidiano”.

Também é do conhecimento da maioria que existe nesse esporte momentos “críticos” de grande decisão e estresse. Comumente ocorrem no domingo, dia da semana que, para a maioria dos cidadãos, antecede o começo de toda a jornada de trabalho.

Para o técnico em Tecnologia da Informação, Ricardo de Freitas,24, o resultado do futebol do domingo não interfere em nada. “Não me deixo levar por uma decisão de futebol. É legal para o lazer, mas trazer esse estresse para o trabalho mais atrapalha do que ajuda”, ele ainda coloca que o mesmo não acontece se o sentimento for positivo. “Claro que se algo me estimula a ter um dia feliz eu trago sim essa motivação para o trabalho”, diz referindo-se a momentos de vitória de seu time.

O prazer pela torcida

O ser humano, desde sua origem, é atraído por disputas e sente prazer em fazer parte de um grupo que defende uma bandeira ou um ideal. Tornar essa característica, intrinsecamente humana,algo que completa as relações e acrescenta ao convívio é o que faz a diferença.

Para o assistente de manutenção, Miguel Trizolio,28, esses sentimentos podem afetar o ambiente de trabalho, mas não necessariamente trazer prejuízos. “Eu fico nervoso sim, gosto de torcer, admito que às vezes até entro em alguma discussão. Mas, além do que criar desavenças, penso que o futebol proporciona também uma interação saudável em todos os ambientes”, ressalta.

Clarisdani explica que tudo é uma questão de controle emocional em todos os aspectos da vida. “Saber trabalhar as emoções e excitações de maneira positiva é o segredo no trabalho e na vida”, conclui.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/

Saiba o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações. Utilizamos cookies essenciais e analíticos de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

ENTENDI