[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

A Rádio Uniara FM 100,1 está temporariamente fora do ar para ajustes técnicos.

Em breve, toda a programação da rádio estará normalizada. Agradecemos a compreensão de todos os nossos ouvintes

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Karatê de Jaboticabal se destaca em competições nacionais e internacionais

Por: FÁBIO RODRIGO PENARIOL

25/06/2012

A equipe de Karatê de Jaboticabal vem se destacando nas competições nacionais e internacionais. A delegação já foi campeã brasileira, panamericana e sulamericana, conquistou também a 4ª colocação no mundial disputado na Malásia, na modalidade Kata.

A última boa atuação da equipe foi no início de junho, pelo Campeonato de Karatê de Boa Esperança do Sul (SP), para onde levou 12 atletas, que conquistaram 22 medalhas, sendo treze de ouro, cinco de prata e quatro de bronze, com caratecas de idade entre 5 e 20 anos. Os destaques de Jaboticabal foram Victor Yonamine Mota, de 17 anos, e Monique Yonamine Mota, com 14 anos.

Apesar de ganhar várias medalhas e fazer boas participações nos campeonatos, o principal objetivo da cidade é educar as crianças e jovens pelo esporte. Para a treinadora de Jaboticabal, da Seleção Brasileira de Karatê e diretora de artes marciais da prefeitura e da Fundação de Amparo ao Esporte (FAE), Simone Yonamine Mota, é um orgulho ter ex-alunos se formando em alguma profissão. “Buscamos ser referência regional, não apenas no esporte, mas na ética e no jogo limpo, passando para todos uma boa imagem da cidade e nossa maior conquista é colocar os atletas na faculdade”, explica.

Em 2012 serão realizados os Jogos Olímpicos de Londres, na Inglaterra, mas o Karatê, apesar de ser uma modalidade olímpica, não participa desta competição pois, para entrar uma nova modalidade, outra deve ser excluída. Além disso, o país tem que oferecer suporte suficiente para o aumento de atletas participantes.

A treinadora Yonamine comentou sobre uma possível presença em Olimpíadas no futuro. “Todos nós (técnicos e atletas) torcemos para que isso ocorra, porém, se a participação do esporte nessa competição depender de votação dos antigos mestres japoneses, o Karatê não entrará para o evento porque, para eles, o Karatê perde um valor muito importante, que é seu significado filosófico”, afirma.

Patrocínios e psicologia do Karatê

Como na maioria dos esportes, os patrocínios ajudam muito os atletas. No Brasil, o atleta que conquista o pódio em competições continentais ou intercontinentais chega a receber uma bolsa de até R$ 2 mil por mês. O país oferece a bolsa atleta nacional, que gira em torno de 950 reais. O município de Jaboticabal também oferece ajuda, mas o auxílio é de apenas 50 reais mensais. Entretanto, este valor é disponibilizado para qualquer iniciante nas aulas de Karatê.

Um exemplo de atleta que recebe auxílio é Nicole Yonamine Mota, de 16 anos, que após conquistar a 3ª posição no campeonato sulamericano, realizado na Venezuela, alcançou índice para solicitação da bolsa atleta federal, recebendo R$ 1850 por mês governo federal.

O Karatê também é indicado por psicólogos, principalmente para os pais que têm filhos com problemas disciplinares. Essa indicação ocorre porque, além de exigir esforço físico, o Karatê exige disciplina e esforço mental. Segundo a psicóloga Elaine Panobianco, o Karatê proporciona situações que deixam a criança mais sociável. “O Karatê ajuda a pessoa a ter autocontrole, fazendo com que a criança abra mão de algumas atitudes em função do grupo e da ideologia que o esporte transmite”, explica a Psicóloga.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/