[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

A Rádio Uniara FM 100,1 está temporariamente fora do ar para ajustes técnicos.

Em breve, toda a programação da rádio estará normalizada. Agradecemos a compreensão de todos os nossos ouvintes

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Crise no setor calçadista afeta economia jauense

Por: TAMIRES FERNANDA BAPTISTA FRASSON

25/05/2012

A cidade de Jaú, conhecida pela fabricação de calçados femininos, registrou uma queda de, pelo menos, 30% no setor em 2011 e enfrenta o primeiro semestre de 2012 com pouca perspectiva de retomada de crescimento. O aumento da importação dos calçados chineses e o boicote na importação por parte de alguns países, como a Argentina, seriam os principais motivos da crise.

Mesmo com a alta do dolar, empresários do setor calçadista jauense se mantém em alerta e planejam cortes de custos por falta de pedidos para produção. Eles acreditam que duas coisas impedem o desempenho e a competitividade da indústria nacional em vários segmentos: o Real muito apreciado em relação ao dolar e a alta carga tributária em cima do setor produtivo.

Empresário do setor há dezessete anos, João Fogagnolo disse que neste ano a queda de sua produção será de 20% em relação a 2011. “Infelizmente teremos cortes na produção devido à falta de pedidos e serão mais bem reavaliados os custos e despesas”, conclui. Sua empresa tem estrutura para produzir dois mil pares/dia, mas, só no primeiro semestre, produziu 30 mil pares a menos em relação ao mesmo período do ano passado, equivalente a quase um mês de produção.

Rafel Paulillo, economista formado pela USP, acredita que “o enfoque não deve ser na produção de sapatos de qualidade inferior e de preço barato, pois quando o dolar cair de novo, os produtos chineses voltarão com um preço ainda mais barato”. “Um foco na qualidade e também no valor agregado (inovação, design, etc.) é uma estratégia interessante para que a indústria se proteja das variações do nível do câmbio”, analisa.

O deputado federal Newton Lima (PT-SP) esteve na cidade no último domingo (20) para participar da abertura da 7ª edição da feira Jaú Trend Show, principal evento calçadista do interior paulista realizado entre os dias 20 e 23 de maio. Ao lado de líderes do setor e autoridades locais, o parlamentar defendeu a desoneração tributária da cadeia calçadista, destacando os incentivos que a Medida Provisória nº 563 poderá garantir ao setor.

O presidente do Sindicato das Indústrias de Calçados (Sindicalçados) de Jaú, Caetano Bianco Neto, lembrou que na última edição da feira, realizada em novembro de 2011, cobrou das três esferas de poder (Prefeitura, Assembleia Legislativa do Estado e Governo Federal) medidas que pudessem estimular o crescimento do setor.

Segundo o prefeito de Jaú, Osvaldo Franceschi, as novas medidas, contidas na MP nº 563, terão importante impacto na economia jauense, uma vez que 50% do PIB local está vinculado ao setor calçadista.

Jaú Trend Show

Em sua 7ª edição, a feira de Jaú ontou com a participação de mais de 200 marcas de calçados, bolsas e assessórios. Recebeu visitantes de outros estados e até estrangeiros.

Em anúncio publicado no "Jornal Exclusivo" na última quinta-feira (24), um dia após o término da feira, o promotor do evento, Paes de Barros, diz que esta foi a última edição realizada na cidade. Segundo o anúncio, “a feira jauense será incorporada no grande projeto da SP Trend, em Ribeirão Preto”.

Em nota, o presidente do Sindicalçados, Caetano Bianco Neto, lamenta essa medida, mas salienta que não serão poupados esforços para que a feira continue na cidade.

Para alguns empresários de grande porte que não expuseram este ano, “a feira já estava morta” e o fim dela na cidade não interferirá nas vendas, mas atrapalhará na divulgação das marcas das pequenas empresas.

Importância do setor na cidade

Com uma população de aproximadamente 130 mil habitantes, Jaú é conhecida como a Capital do Calçado Feminino, contando, atualmente, com 200 indústrias registradas, que atendem os mercados interno e externo, podendo produzir juntas uma média de 100 mil pares por dia.

A indústria calçadista e o cultivo da cana-de-açúcar são os grandes responsáveis pela economia da cidade. Jaú tem grande destaque no circuito canavieiro, sendo uma das cidades produtoras de açúcar e álcool no estado de São Paulo. Já a indústria calçadista fica responsável por empregar mais da metade da população.

MP 563

Os interessados em conhecer o texto completo da Medida Provisória n° 563, que estabelece desoneração tributária para alguns produtos, podem acessar o link:(http://www.receita.fazenda.gov.br/Legislacao/MPs/2012/mp563.htm)

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/