202101270041

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Deficientes visuais têm acesso a serviços especiais em S. Carlos

Por: DANIELE DE CASSIA MEROLA

18/05/2012

São Carlos é referência regional em inclusão de deficientes visuais. As soluções e serviços desenvolvidos no Espaço Braile estão atendendo, também, portadores dessas necessidades de outras cidades da região, como Ibaté, Água Vermelha e Itirapina.

O Espaço Braille é uma Biblioteca Pública Especializada, ligada ao SIBI (Sistema Integrado de Bibliotecas), mantido pela Prefeitura. Com quarenta deficientes visuais cadastrados, o Espaço busca favorecer a inclusão social e digital das pessoas com deficiência visual, garantindo acesso à informação mediante utilização das novas tecnologias.

O acervo conta com mais de dois mil títulos impressos em braile para empréstimo e mais de cem títulos em audio-livros. O material inclui poesia infantil, juvenil e ficção produzida por autores nacionais.

O Espaço oferece curso de Braille; Sorobã para desenvolver raciocínio lógico; informática com softwares próprios que orientam o usuário por som, usando apenas o teclado; lupa eletrônica; escâner que gera um arquivo de som.

Duas professoras especializadas ensinam os deficientes a se orientarem e se locomoverem por vias públicas. Elas acompanham os deficientes até suas casas e os ensinam a usar a bengala, treinando-os a tomar ônibus e a se locomoverem sozinhos, sem medo.

De acordo com Antônio Donizete Pereira, de 55 anos, que perdeu a visão há três anos, o Espaço Braille tem ajudado a se adaptar a andar sozinho e, principalmente, a ler e escrever. Mas ainda faltam algumas melhorias na cidade, como ruas e sarjetas com acesso a deficientes.

Os participantes relatam muita emoção, afirma Sani Bielsa Gregório, pedagoga do Espaço Baille. Ressalta que “muitos não andam sozinhos por falta de acessibilidade e pela insegurança que sentem. Numa parceria com um psicólogo, eles e seus familiares recebem orientação de como não ter medo para andar sozinhos”, conclui.

Mobilidade Urbana

De acordo Marcio Estevo, bibliotecário do Espaço,”a cidade de São Carlos ainda tem necessidade de algumas ferramentas para auxiliar na acessibilidade dos deficientes. Falta informação para as pessoas.

Muitos estabelecimentos não se informam, ao construir um novo local, sobre a maneira correta de fazer uma calçada, instalar uma lixeira, entre outras informações. A Prefeitura disponibiliza um manual que orienta sobre as exigências para adequação dos espaços públicos. Antes de construir, cada proprietário deve se informar para atender às normas, ressalta Márcio Estevo.

Rogério Almeida Chefe da Divisão de Mobilidade e Acessibilidade Urbana de São Carlos, assegura que “a Prefeitura tem divulgado informações promovendo a mobilidade e acessibilidade no município". Segundo o secretário, as obras de acessibilidade no Terminal Rodoviário e Urbano da cidade já foram concluidas.

Contando Histórias

Outro projeto bem recebido pelos deficientes visuais é o “Contação de Histórias”, uma iniciativa de um grupo de estudantes da Ufscar. Os deficientes também são convidados a atuar como contadores de história e o projeto busca incentivar a leitura.

Os usuários também têm a oportunidade de participar do “Espaço 7”, onde acontecem as instalações sonoras "Cada Um o Mundo Inteiro". São instalações montadas a partir de entrevistas com imigrantes sul-americanos residentes em São Carlos.

Cinema e sentidos

Outra novidade que está chamando a atenção dos usuários é o projeto Cine+Sentidos que consiste em sessões gratuitas de cinema. Os filmes são adaptados com áudio e descrição das cenas. As sessões são gratuitas e quinzenais, no Cine São Carlos.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/

Saiba o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações. Utilizamos cookies essenciais e analíticos de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

ENTENDI