Ageuniara

Atleta de Araraquara treina forte por vaga nas Paraolimpíadas de Londres

Por: FABIANNE SOUSA FARIAS

13/04/2012

Alex Palhares, 19 anos, é destaque da natação paraolímpica e disputa vaga na equipe brasileira que participará das Paraolimpiadas de Londres, em agosto deste ano. Ele participou de vários campeonatos regionais e obteve bons resultados.

O nadador participa do projeto “Esportes Adaptados”, realizado pela prefeitura de Araraquara (SP) em parceria com a Secretaria de Esportes e Lazer. O projeto existe há dez anos e oferece modalidades esportivas de natação e atletismo para pessoas com deficiências físicas e visuais.

O paraatleta nasceu com um problema congênito que o fez perder a visão logo cedo. Alex conta que a prática do esporte o ajuda na superação dos limites e na melhoria do condicionamento físico e mental. “Além da natação trazer muitos benefícios para a minha saúde, o convívio com outras pessoas que também têm limitações físicas é importante, pois um incentiva o outro, e a possibilidade de participar das Paraolimpíadas é em parte graças ao encorajamento que eu recebo dos meus colegas”, comenta.

Para o treinador Alisson Silva, as probabilidades de Alex disputar o campeonato mundial são inúmeras. “Ele é um aluno dedicado, disciplinado e que tem muita vontade de vencer. Estamos treinando bastante para que ele consiga melhorar ainda mais o seu desempenho”, enfatiza.

As Paraolimpíadas serão realizadas no mês de agosto e até lá, Alex ainda vai passar por mais duas seletivas, em São Paulo, realizadas pelo Comitê Olímpico Internacional, que definirá os classificados para o mundial. Segundo Alisson, nas provas de 50 metros livre, o paraatleta têm feito um ótimo tempo, de 29 segundos, tendo apenas um concorrente de Santa Catarina que também faz essa média. Para o professor, “os treinos são intensivos para que ele consiga melhorar sua velocidade e chegar à média de pelo menos 28 segundos”.

Wilton Fernandes, cadeirante, é um dos 15 alunos de natação. Ele diz que disputar um mundial é o objetivo de qualquer atleta e ver o colega perto de concretizar esse sonho é um incentivo a todos eles. “Não é por causa de uma deficiência física que nós vamos deixar de lutar por aquilo que queremos. Com persistência e dedicação a gente consegue vencer qualquer obstáculo na vida”, afirma.

O Secretário de Esportes e Lazer, Fabrício Cândido, diz que o projeto “Esportes Adaptados”, além de promover a inclusão de pessoas com deficiências físicas e visuais, visa proporcionar qualidade de vida e melhoria da autoestima. Segundo ele, “a prática esportiva leva a essas pessoas a promoção da saúde e a superação de limites, além de gerar estímulos à independência e autonomia”.

O treinador Alisson Silva afirma que atuar como professor desses alunos é gratificante. “Eu mais aprendo do que ensino; eu os ajudo na parte da natação, mas eles me ensinam lições de vida, de superação e encorajamento todos os dias”, finaliza.

Os interessados em se inscrever para participar do projeto devem ligar na Secretaria de Esportes, (16) 3303-2700.

Os treinos acontecem semanalmente, no clube da Ferroviária, de terça a sexta, das 8h às 11h e das 13h30 às 16h.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/