Ageuniara

Carpinteiro de São Carlos é homenageado e distribui biografia

Por: DANIELE DE CASSIA MEROLA

23/03/2012

O carpinteiro Nicola Gonçalves, 82 anos, conhecido na cidade de São Carlos e região, por seus talentosos trabalhos em madeira, está divulgando sua biografia em um evento realizado em sua homenagem na Oficina Cultural Sérgio Buarque de Holanda.

A exposição fica aberta até o dia 14 de abril. Estão expostos paineís de madeiras em extinção, preparados por Nicola ao longo de sua vida profissional.

Além de carpinteiro e proprietário da Serraria do Bonde, Nicola Gonçalves é autor de mais de oito livros. Em sua atual biografia, relata histórias de sua vida na cidade de Colina desde a sua infância até atingir a maioridade, conta histórias de família e da luta para descobrir qual seria a sua verdadeira profissão.

Não influenciado pelas novas tecnologias, o carpinteiro ainda prefere escrever seu livros com caneta e papel. Depois de prontos os textos, recebe a ajuda da neta na digitação e os livros são montados manualmente.

Sem nenhum apoio de patrocinadores, o carpinteiro distribui seus livros de bom grado a quem se interessar, sem cobrar nada por isso. Todas as despesas são custeadas por ele. A cada lançamento são distribuídos uma média de cem exemplares.

Nicola Gonçalves não é conhecido na cidade apenas por suas experiências com madeiras e seus livros, mas principalmente pela sua generosidade.

Há mais de 40 anos, faz doação de bengalas e muletas para pessoas necessitadas. Ao todo, já produziu mais de 10 mil durante todos esses anos, sem cobrar nada pelas peças.

Nicola ressalta que já tem planos para o próximo livro. Pretende relatar os registros feitos da vida urbana e rural de São Carlos. Conta um pouco sobre os tipos populares dos anos 50 e 60, faz um histórico dos três bondes que existiram na época e dos cinemas de antigamente.

Para Ney Vilela, coordenador da Oficina Cultural Sérgio Buarque de Holanda, “Nicola Gonçalves é um memorialista metódico e atento. Suas impressões sobre São Carlos de outros tempos são emocionantes e sensíveis. Creio que uma cidade ou país sem memória, ou está gravemente doente ou já perdeu sua alma, e São Carlos não pode perder sua alma. Nicola é um cidadão fundamental na história da cidade”, completa Ney Vilela.

Mais informações podem ser obtidas na Oficina Cultural Sérgio Buarque de Holanda, pelo telefone (16) 3372-8882.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/