Ageuniara

Nova epidemia de dengue preocupa moradores de Araraquara

Por: RAFAEL ZOCCO DE CAMARGO

11/10/2011

Depois de cair em quase 0% as chances de dengue em Araraquara (SP), a Secretária do Estado da Saúde de São Paulo se preocupa com possíveis novos enfoques da doença e reunirá representantes de 283 municípios para tomar medidas contra essa proliferação para o próximo ano.

Apesar de não registrarem epidemias neste ano, cidades da região como Matão, Américo Brasiliense, Ibaté, Ibitinga, Itápolis, Motuca e Rincão ainda preocupam a Secretaria pelo seus históricos.

Pensando em um novo enfoque, moradores de Araraquara se preocupam com a possível volta da doença. Para a dona de casa, Cecilia Simão, o combate contra a dengue começa em casa.“Temos que tomar cuidado já em nosso lar. Olhar para ver se não forma alguma poça no quintal, se há muita água nos vasos de plantas e nas garrafas de plásticos, sem contar a caixa de água, que é muito importante estar fechada.”

Já para a aposentada, Therezinha dos Santos, de 85 anos, a fiscalização tem que continuar agindo contra à dengue.“É bom que os agentes visitem não só apenas as casas, mas lojas comerciais e terrenos abandonados. Temos que nos preocupar com isso todos os dias, infelizmente.”, declara ela.

Secretaria

“A entrada em circulação do subtipo 4 do vírus da dengue no Estado aumenta o número de pessoas suscetíveis à doença, ampliando o risco de casos graves e óbitos. Por isso esta mobilização", afirma o secretário de Estado da Saúde, Giovanni Guido Cerri, por meio de nota divulgada no site da Secretaria (www.saude.sp.gov.br).

Segundo informações do site, entre janeiro e agosto deste ano, foram registrados em todo o Estado de São Paulo, 81,2 mil casos de dengue. O número é 56% inferior ao mesmo período de 2010, quando houve 188,2 mil adoecimentos.Porém, em cidades como Araraquara, os casos aumentaram de um ano para outro — foram 1.289 no ano passado e 2.566 até agosto deste ano, revelam os número da Secretaria.

De acordo com o site da Secretaria, em setembro, a taxa de confirmações de novos casos praticamente zerou, favorecida pela estiagem (sem chuvas, o mosquito transmissor, Aedes aegypti, tem menos recipientes com água parada onde se reproduzir) e pelo trabalho de combate feito pela Secretaria da Saúde.

Para mais informações sobre a dengue, acesse: http://www.saude.sp.gov.br/ e http://www.combateadengue.com.br/



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/