Ageuniara

Jaboticabal Atlético busca tombamento para evitar perder seu patrimônio

Por: ANDRE LUIS SOUZA DIAS

18/03/2011

Prestes a completar 100 anos, o Jaboticabal Atlético, tradicionalmente chamado de “Tigre de Athenas”, passa por uma indefinição com relação ao seu estádio de futebol. Devido principalmente a dívidas contraídas com o passar dos anos com jogadores, funcionários, fornecedores etc, o clube teve seu patrimônio colocado a leilão e acabou arrematado no final de 2009 para saldar estas dívidas.

O empresário Valdecir Garbin, da cidade de Monte Alto, foi quem arrematou o estádio atleticano por um valor aproximado de R$ 1,3 milhão, bem abaixo do valor de mercado, porém não pode usufruir do patrimônio enquanto não se decide sobre o tombamento.

O arrematante possui uma carta de arrematação em primeira instância que foi registrada em cartório em janeiro de 2011. “Vou colocar um segurança e lacrar o imóvel. Paguei, registrei e estou procurando parceiros para fazer alguma obra no local”, disse o empresário que afirmou não ter pretensões em continuar com o futebol.

Diante disto, o coordenador do Patrimônio Cultural de Jaboticabal, o advogado Dorival Martins de Andrade, foi nomeado para verificar a possibilidade de tombamento do patrimônio do Jaboticabal Atlético e, junto com uma comissão, analisou todos os itens necessários para o tombamento do clube.

A comissão redigiiu um documento com mais de quinhentas páginas que poderá oficializar o tombamento do estádio "Dr. Robert Todd Locke". O documento foi encaminhado no dia 24 de fevereiro ao Secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Claudio Almeida, responsável pela defesa do patrimônio Cultural de Jaboticabal.

O Secretário anunciou que o proprietário do estádio será notificado com a entrega deste documento para o tombamento. "Após esse anúncio ao atual proprietário, nós iremos nomear uma pessoa dentro do Conselho para ser nosso redator e analisar o documento", explicou.

Segundo Claudio Almeida, essa pessoa terá quinze dias para fazer a análise e, caso necessário, mais quinze dias como prazo máximo. "Depois desse período ele nos dará a palavra final sobre o tombamento. O prefeito José Carlos Hori também está acompanhando o caso", afirmou. "Sobre o atual proprietário, cabe a ele entrar na justiça caso não seja da sua aprovação o tombamento", conclui.

O Presidente do Jaboticabal Atlético, Gustavo Borsari, anunciou que o clube entrou com recurso em instância superior para reverter o leilão do estádio e aguarda julgamento. O arrematante ainda não tem a posse definitiva do imóvel, apenas o termo de arrematação registrado em cartório. Até que o processo esgote todas as possibilidades de recurso na Justiça o clube possui o direito de remissão para usar o espaço.

“Vou até o último recurso que for possível para tentar não perder o patrimônio do clube” afirma. Borsari comenta ainda que o tombamento poderá evitar que o empresário tenha interesse em continuar com o imóvel. "O fato de tombar o estádio impede modificações e isso tira o interesse de se apropriar de algo que não pode modificar", afirma.

Paulistão 2011

Sobre o time profissional que confirmou participação no Campeonato Paulista 2011, o gerente de futebol do clube, Carlos Alberto Leite, afirmou que o elenco começa a ser montado a partir do dia 21 de março, com a chegada do treinador Rodrigo Fonseca. "Ele já deixou o Mirassol com as categorias de base e chega para montar o elenco para a temporada”.

O gerente de futebol está animado com a colaboração de empresários da cidade. “Vamos vender cadeiras cobertas e ingressos em pacotes únicos”, afirma. O clube venderá a um valor de R$ 70 o pacote de ingressos para acompanhar os jogos em Jaboticabal.

A respeito do estádio, Leite afirmou que está reestruturando a parte interna do campo do Jaboticabal para deixá-lo pronto para o Paulistão. "Um engenheiro esteve no clube para fazer as análises e disse que dificilmente a Federação irá interditar. Serão pequenas coisas que podem ser resolvidas", comentou. Sobre parceiros, ele afirmou que o clube já está fechado com mais de dez empresas que irão colaborar neste ano. "Sentimos uma resposta boa da cidade neste novo projeto e estamos juntando forças para fazer um bom campeonato", disse o gerente.

O clube está tentando fazer uma programação especial para comemoração dos 100 anos do Atlético com algumas atividades, além de procurar montar um time competitivo para os torcedores do Jaboticabal Atlético.

O Jotão está no Grupo 2 da Série B, ao lado de Américo, Barretos, Guariba, Olé Brasil, Olímpia e Matonense. A estréia acontecerá em 1º de maio, fora de casa, contra o Barretos. A intenção da diretoria, porém, é estrear em casa como parte das comemorações ao centenário do clube. A estréia do Jaboticabal Atlético será no dia 8 de maio em Jaboticabal e terá pela frente, logo na segunda rodada, o clássico regional diante do Guariba.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/