Ageuniara

Valor da cesta básica diminui 1,07% em Jaboticabal

Por: ANDRE LUIS SOUZA DIAS

04/03/2011

O custo da cesta básica caiu em Jaboticabal. Os ítens que mais contribuíram para a queda foram feijão, carne bovina, batata e mussarela. A redução chegou a 1,07% em janeiro, segundo o Índice São Luís, um projeto de pesquisa local.

Os dados foram divulgados pelo professor de Economia Júlio Cesar Berlingieri, responsável pelo índice São Luis (projeto de pesquisa e de extensão à comunidade, desenvolvido por docentes e alunos de ensino superior).

O valor registrado da cesta básica em fevereiro foi de R$ 443,21, com uma redução de R$ 4,79 em relação a dezembro de 2010. Os ítens que mais contribuíram para a queda foram feijão, carnes de segunda e primeira, batata e mussarela. Já os ítens que tiveram maior elevação no preço foram refrigerante, açúcar, frios, sabão em barra e margarina.

Em janeiro, dos 41 ítens da cesta, houve aumento em apenas 13 produtos e redução em 28. No acumulado de um ano (janeiro de 2010 a janeiro de 2011), a inflação da cesta básica de Jaboticabal é de 8,57%, correspondente a R$ 34,99 de aumento. Este valor ficou bem próximo do acrescentado ao salário mínimo, que passou de R$ 510 para R$ 545, mas o percentual de reajuste do mínimo, 6,86%, é inferior ao do crescimento do custo da cesta básica, 8,57%.

Um dos fatores que contribuíram para esta variação foi a abertura de novos mercados e hipermercados na cidade. O aumento da concorrência leva os estabelecimentos a adequarem seus preços para atrair os consumidores.

Em entrevista concedida à Ageuniara, Kleber de Lima, locutor e chefe de família que recebe salário em torno de R$ 1650, comprometeria 27% dos seus rendimentos com a cesta. Lima considera não ser viável, no seu caso, adquirir todos os gêneros da cesta.

O salário de um trabalhador deveria ser de, aproximadamente, R$ 2.200 para que pudesse comprar os produtos desta cesta sem comprometer os demais gastos básicos com sua família.

O valor da cesta básica também vem caindo em diversas capitais brasileiras, de acordo com o DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos ). As principais variações ocorreram em Brasília (-2,02%) e Florianópolis (-2,07%), porém algumas capitais tiveram alta como Acaraju (4,32%), Curitiba (3,36%) e Recife (3,20%).

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/