[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

A Rádio Uniara FM 100,1 está temporariamente fora do ar para ajustes técnicos.

Em breve, toda a programação da rádio estará normalizada. Agradecemos a compreensão de todos os nossos ouvintes

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Coro e Osso apresentou espetáculo

Por: ALEXANDRE POMPEO

26/10/2010

Tudo na vida remete ao tempo e, por isso, tudo é temporal, inclusive o espetáculo da Associação Cultural Coro e Osso,de Matão(SP), que celebrou vinte anos, em 2010, apresentando ao público uma homenagem ao seu próprio tempo, no anfiteatro "Adriana Manzi" da Escola Estadual "Henrique Morato".

Fazendo uso da canção como uma das mais antigas formas de expressão musical na civilização, o espetáculo realizado nos dias 15 e 16 de outubro, foi construído com alto teor cênico e utilizou a temática do tempo como fio condutor, adaptando ao formato de coro trabalhos de vários compositores predominantemente brasileiros como Lenine, Chico Buarque, Danilo Caymmi, Caetano Veloso, Pedro Luiz e Itamar Assumpção. Além destes, também assinam composições do repertório os integrantes Gerson Bruno, Rodrigo Bandeli e o maestro Luiz Piquera.

Mas, longe de ser somente uma adaptação, "Temporal" foi fruto de uma pesquisa do grupo conduzida por Piquera na busca de novas possibilidades de tratamento coral para a forma canção. Assim, o trabalho do grupo consistiu em um desafio no qual permaneceu evidente a preocupação do grupo em trazer canções para um formato inovador sem a perda da força original.

De acordo com o maestro Luiz Piquera, um corte mais profundo, sutil e de investigação técnica, com base no tempo. “Talvez a canção seja a forma musical mais antiga, como estrutura. Ela vem da Antiguidade, com os registros de canções da Grécia antiga e do Egito. Ela permite grande liberdade de expressão e versatilidade de execução, é dissertativa, descritiva, retoma valores universais, valores atemporais. Todos os elementos de força, personagem e contexto, reconhecemos na canção e no tempo. Por isso, resolvemos fazer esse casamento do formato musical canção com esse motivo tão caro para nós, seres humanos, que é o tempo”, explicou.

Nas têmporas, a oralidade

Partindo do musical e cênico para o conceito, o rótulo "Temporal" também classificou um espetáculo que é inerente ao Coro e Osso até mesmo em nome, retomando não só a noção de tempo, mas ainda oralidade e raiz. “O espetáculo é um fluxo natural, porque parece que foi o tempo que se mostrou pra gente como tema para este trabalho. E no estudo da palavra, Temporal é oral, oralidade, e também um osso, o osso das têmporas. Veja que a ligação é muito forte até mesmo com a origem de nosso nome. Por isso, um casamento em tempo”, acrescentou Piquera.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/