[ mostrar mensagem ]

COMUNICADO

A Rádio Uniara FM 100,1 está temporariamente fora do ar para ajustes técnicos.

Em breve, toda a programação da rádio estará normalizada. Agradecemos a compreensão de todos os nossos ouvintes

Cordialmente,

Universidade de Araraquara - Uniara

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Funcionamento de radares em Ibitinga ainda está indefinido

Por: TIAGO DA MATA

24/08/2010

Três radares fotográficos de velocidade estão instalados na Avenida Engenheiro Ivanil Francischini em Ibitinga(SP). Eles estão localizados em três pontos considerados, pontos de riscos na Avenida.

O primeiro radar está na descida de um ponto conhecido como "Passeiódromo" (sentido trevo da Vila dos Bancários). O segundo localiza-se na descida do trevo do Cristo Redentor (sentido Pavilhão de Exposições). E o terceiro está localizado na descida do Pavilhão de Exposições (sentido Cemitério), este considerado um dos trechos com maior risco de acidentes.

Os radares, que já estão instalados desde o começo do ano, estavam sendo utilizados até agora para testes e o motorista que passasse por eles em alta velocidade ainda não era multado.

Segundo as normas do Código Brasileiro de Transito(CBT), uma Avenida do porte da Perimetral (Avenida Engenheiro Ivanil Francischini), considerada uma via arterial, o limite máximo de velocidade é de 60Km/h. Nos pontos onde há os radares será de 50Km/h.

Segundo informações, os radares entrariam em funcionamento no dia 1º de agosto, o que não ocorreu.O Secretário de Segurança Pública, Trânsito e Tecnologia, Pedro Manchini Neto, informou que ainda não tem data prevista para que os radares entrem em funcionamento.

Segundo ele, o setor de trânsito da cidade foi municipalizado e, com isso, o dinheiro arrecadado com as multas, agora ficará para o município.

Sobre a velocidade máxima permitida, ele informa que realmente será de 50Km/h nos pontos onde houver os radares e que as placas, tanto de aviso dos radares, quanto da velocidade já estão nos lugares devidos, mas ainda cobertas e só serão descobertas quando forem “inaugurados” os radares.

A população local, a mais envolvida no caso, já opina sobre o assunto. Para o estudante Santhyago Ev, de 19 anos “os radares vão dar maior segurança para quem trafega pela Avenida, mas na minha opinião, dos três radares colocados, apenas um era realmente preciso, que é o da descida do Pavilhão sentido Cemitério, pois poucos metros a frente do radar tem uma curva muito fechada e perigosa.Os outros dois pontos não oferecem tanto risco às pessoas",observa.

Já para o comerciante Francisco da Mata “os radares foram colocados em boa hora, já que a Avenida está sendo recapeada e estão tirando todas as valetas que havia no percurso, que é bom para quem trafega, mas com isso vai ficar um tapete, e isso para os jovens é um aperitivo para andarem em alta velocidade. Achei muito válida a colocação dos radares”,destaca.

A população espera a data exata em que os radares entrarão em funcionamento, mas já podem “treinar”, para que, futuramente, quando os radares entrarem em funcionamento, não se esqueçam deles.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/