Ageuniara

Incentivo estimula busca por artesanato em Araraquara

Por: MANOELA DE MIRANDA MARQUES

04/11/2009

Araraquara(SP) teve um aumento considerável no número de artesãos e pessoas que ganham a vida com artes manuais. São vários os motivos a que se deve esse crescimento, mas entre eles estão a crise financeira que atingiu a população, nos últimos meses, e os incentivos dados pela prefeitura, através da Secretaria Municipal de Cultura, para as pessoas interessadas no ramo.

Um desses incentivos foi a criação do projeto Girassol, em 2002, pelo vereador Carlos Nascimento(PT), que busca fomentar a organização das pessoas que trabalham com o artesanato e utilizá-lo como fonte de renda. Atualmente, o projeto tem mais de 40 cadastrados.

A estudante,Giovana Oliveira,começou confeccionar camisetas para ajudar a pagar os estudos e se cadastrou no projeto Girassol. “Fiquei muito animada com esse projeto, consegui aumentar as vendas, pagar minha Faculdade e não parei mais de trabalhar”,conta.

Outro benefício aos artesãos da cidade, cadastrados na prefeitura, é a possibilidade de participar de feiras e eventos. Nos últimos anos, a cidade tem organizado excursões para grandes feiras da capital e da região com o objetivo de facilitar o contato dessas pessoas com as novidades da área.

Além dos eventos prestigiados fora da cidade, é possível aos artesão cadastrados, participar de projetos desenvolvidos em Araraquara como o Sarau na Praça, que acontece na última sexta-feira do mês, na praça Pedro de Toledo; o Choro das Águas, que acontece, aos domingos, no Departamento de Águas e Esgoto (DAAE); e a Feira Agro Comercial e Industrial da Região de Araraquara (FACIRA), que acontece todos os anos no mês de agosto.

A aposentada Maria do Carmo, trabalha com artesanato há cinco anos. “Gosto muito de trabalhos manuais, faço bolsas, enfeites, bijuterias e comecei comercializar quando me aposentei para ajudar na renda da família”, afirma. Para ela, o trabalho melhorou muito com a ajuda da prefeitura.“Depois que me cadastrei na cidade e pude expor meu trabalho,em alguns lugares, o lucro aumentou muito e fiquei ainda mais motivada”,completa Maria.

A participação em eventos de arte e esses projetos culturais, mostram ao público que o artesão brasileiro, ao aliar técnica e dom pessoal, produz muito e alcança sucesso. O artesanato tornou-se uma vertente da arte.

Os interessados em se cadastrar, ou obter mais informações, devem procurar Milton Najm Bernardi ou Euzânia Andrade, no Palacete da Esplanada das Rosas “Paulo de Arruda Corrêa da Silva”, à rua São Bento, nº 794 – Centro. Informações também podem ser obtidas pelo telefone (16) 3322-2770 e através do email seccultura@araraquara.sp.gov.br.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/