Ageuniara

Boulevar dos Oitis destaca Araraquara

Por: GISLAINE APARECIDA BIFURCO

19/06/2009

O Boulevar dos Oitis, localizado na Rua Voluntários da Pátria(Rua 5), mais conhecida como "túnel verde", é um dos cartões postais mais lindos de Araraquara(SP).

Criado para valorizar este patrimônio histórico com suas calçadas, marcadas por pegadas de dinossauros, é um museu a céu aberto com, aproximadamente, 300 árvores centenárias da espécie oitis.

Segundo o gerente de edificações da prefeitura,João Bernal,a Rua 5 não foi tombada pelo patrimônio histórico e se fosse, não seria possível realizar as obras do Boulevar.

A lei municipal nº3.556 de 12 de dezembro de 1988, determina que os oitis não devam ser arrancados e, sim, cuidados, mantendo sua história.

Débora Josiane Cucci de Carvalho Pedroso, gerente de consevação de áreas verdes, as árvores da espécie oitis localizadas na Rua 5 têm um poder de recuperação muito grande, são bem cuidadas e dificilmente pegam cupins e quando há algum caso, ela é tratada para que não seja erradicada.

O ex-prefeito Edinho Silva(PT), logo após sua reeleição em 2006, teve a idéia de implementar uma iluminação diferenciada, substituindo as luminárias da Companhia Paulista de Força e Luz(CPFL), por lâmpadas de vapor metálico, que são lâmpadas de cor branca e uma iluminação ornamental de cor verde para destacar as folhagens das árvores, colocadas na via carroçal, ou seja, no meio da Rua.

Com estudos na ocasião, chegou-se a conclusão de que, a melhor maneira de se conseguir um efeito do "túnel verde", propriamente dito, era colocar as luzes na via, tecnicamente pelo ângulo de abrangência.Mas, essa iluminação não deu certo.

No início, houve muita depredação,por ser um sistema que ficava aceso durante toda a noite e num horário que não tem movimento, o vandalismo foi muito grande e a manutenção começou a ficar caro com prejuízos para o município.

A reposição de cada lâmpada,vidro,além do transtorno para a população, em fechar o trânsito para a manutenção, tinha um custo elevado.

A CPFL foi uma importante parceira da prefeitura nas obras do Boulevar.Executou uma obra sem custos para o município, substituiu a rede de energia e cabos nus, que são os fios decapados, por cabos isolados, por estarem no meio das árvores. Em tempo de chuva, os fios se entrelaçavam e entravam em curto-circuito, queimavam transformadores,causavam um transtorno geral e danificavam os galhos dos oitis.

Conforme Alex Nery Miranda, engenheiro de iluminação da prefeitura,os cabos continuam lá, mas com um diferencial de padrão da CPFL.Ele explica que são cabos multiplexados e que podem estar, entre as árvores, com segurança."Inclusive, após as obras, não oconteceram mais problemas",diz.

Moradores

De acordo com Juraci Mitie Fava, moradora da Rua 5, a prefeitura deveria cuidar de outras coisas que são de maior prioridade como a área da saúde, por exemplo."Na época das obras para a construção do Boulevar, tiravam pedra de um lado e colocavam do outro, deixando tudo do mesmo jeito, como se não tivesse mexido, ficando pior e sem manutenção, a via está toda desnivelada e há pedras soltando", observa.Para ela colocar as luzes onde há um fluxo grande de automóveis não foi uma boa idéia.

Para o artísta Ernesto Lia,respeitado e reconhecido mundialmente "é triste ver, e não é de hoje, estas árvores centenárias sem conservação, sofrendo uma poda tão brusca e, com isso, o retorno das aves, sujando as calçadas e bancos.É lamentável dizer, mas já ouvi queixas de moradores que presenciaram focos de cupins nos oitis.Para quem respeita uma cidade e para quem respeita as leis, isso dói bastante",ressalta ao falar da Rua onde foi criado e onde mora até hoje.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/