Ageuniara

Reforma amplia alfabeto e muda acentuação de algumas palavras

Por: FERNANDO SCHIMIDT PEREIRA

03/10/2008

Quantas letras têm o alfabeto português? Precisou pensar? Vinte e três. Por enquanto. A partir de janeiro de 2009 esse número se altera no Brasil e serão vinte e seis, já que k, y e w serão incluídas no alfabeto do país. A inclusão está no conjunto das 21 bases de mudança propostas na reforma ortográfica da língua portuguesa, sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva no dia 29 de setembro. Novas regras de acentuação e o fim do trema também estão previstas.

As alterações são resultado de um acordo aprovado por países de língua portuguesa em dezembro de 1990. Portugal, Brasil, Moçambique, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe fazem parte das negociações.

Para vigorar, o acordo precisava da ratificação de no mínimo três países, o que ocorreu em 2006 com Brasil, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. O Parlamento de Portugal só aprovou a reforma em maio deste ano.

A professora de língua portuguesa e especialista em gramática Maria Adelaide Souza explica que o acordo entrará em vigor no Brasil em janeiro de 2009 e sua implantação será feita de forma gradual. “As novas normas devem chegar aos textos escolares em 2010 e passarão a ser obrigatórias em 2012”.

A reforma não ocorre de forma pacífica e suscita polêmica entre alguns seguimentos da sociedade, principalmente nos setores políticos e acadêmicos.

Laura de Mello, professora de Língua Portuguesa na rede pública estadual, apóia a mudança e se justifica afirmando que “desta forma o idioma ficará mais fácil. A supressão do trema, por exemplo, facilitará muito o ensino da língua, já que a função desse sinal de acentuação é sempre questionada pelos estudantes.”

Maria Adelaide, porém, adverte que a mudança tem que ser exposta de maneira clara aos estudantes e num primeiro momento o antes e depois devem ser explicitados aos alunos, especialmente nos dias de hoje em que os jovens fazem sua própria codificação da língua nas telas de computadores em programas como MSN e Orkut.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/