[ mostrar mensagem ]

Comunicado: Prorrogação da suspensão das aulas (COVID-19) - 26/03/2020

A Reitoria desta Universidade resolve:

Renovar a suspensão de todas as atividades teóricas e práticas dos cursos presenciais, estendendo-a para até o dia 11 de abril de 2020, com exceção do Internato do Curso de Medicina, Módulo 12, pois, a pedido do Ministro da Saúde tais estudantes deverão estar em prontidão.

Clique aqui e leia na íntegra o comunicado oficial da reitoria da Instituição.

[ ocultar ]

[ mostrar mensagem ]

Comunicado: Orientação do Procon referente a mensalidade de escolas (COVID-19) - 21/03/2020

Prezados alunos,

Procon orienta que mensalidade de escolas sejam pagas mesmo durante suspensão das aulas por causa do coronavírus.

Clique aqui e confira a reportagem na integra.

[ ocultar ]

[ mostrar mensagem ]

Comunicado - Suspensão das atividades do internato médico (COVID-19) - 19/03/2020

A Reitoria desta Universidade resolve:

1. Suspender todas as atividades do Internato Médico dos Módulos 9, 10 e 11, por 10 (dez) dias prorrogáveis, a partir de segunda-feira dia 23/03/2020, com plano de reposição para cada dia letivo.

2. Manter as atividades do Internato do Módulo 12, recomendando que os internos possam ser recrutados para áreas de maiores demandas dentro ou fora do Hospital de Ensino, se assim for necessário.

Clique aqui e leia na íntegra o comunicado oficial da reitoria da Instituição.

[ ocultar ]

[ mostrar mensagem ]

Nota sobre atividades domiciliares (COVID-19) - 17/03/2020

Em virtude da excepcional suspensão temporária das aulas, serão apresentadas aos estudantes atividades pedagógicas em regime especial de exercícios domiciliares, que permitirão a continuidade das atividades acadêmicas, fundamentados em determinações do MEC para esse momento.

Portanto, a partir da próxima semana, cada Coordenador de Curso enviará a seus alunos todas as informações necessárias à implementação das atividades domiciliares.

Clique aqui e leia na íntegra a nota oficial da reitoria da Instituição.

[ ocultar ]

[ mostrar mensagem ]

Comunicado Urgente - Suspensão das aulas (COVID-19) - 16/03/2020

O posicionamento da Uniara frente às medidas preventivas sobre a pandemia COVID-19 está baseado nas evidências que nos vem sendo trazidas pelos órgãos de controle de saúde governamentais. As autoridades da Saúde preconizam que a suspensão de atividades coletivas é a melhor alternativa para “achatar” a curva epidemiológica da contaminação.

Assim sendo, a Uniara informa que todas as atividades teóricas e práticas dos cursos presenciais estão suspensas do dia 16/03/2020 ao dia 28/03/2020, com exceção dos estágios do 4º ano do Curso de Enfermagem e o Internato do Curso de Medicina, pois, tais profissionais, a pedido do Ministro da Saúde, deverão estar em prontidão.

Clique aqui e leia na íntegra o comunicado oficial da reitoria da Instituição.

[ ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Morador de Bocaina escreve livro sobre a cidade

Por: RAFAEL DA SILVA PELOSO

23/09/2008

O aposentado Walmir Furlaneto, de 65 anos, lançou, em agosto, um livro com seus relatos sobre a cidade de Bocaina, onde mora. O livro se chama “Uma cidade e um pouco de sua História” e é dividido em dois volumes. No primeiro volume encontram-se histórias e fatos curiosos da cidade de Bocaina e o segundo volume é destinado às famílias que ajudaram a construir a história da cidade e aos personagens ilustres da comunidade. O livro já vendeu cerca de 400 cópias.

A obra demorou 15 anos para ser concluída. A primeira foto do livro, Furlaneto ganhou em 1986. A partir dessa data, o autor começou a conhecer moradores antigos da cidade e a ganhar mais fotos. Todas as fotos que Furlaneto ganhou foram guardadas em um arquivo pessoal. O aposentado relatava a história das fotos e alguns depoimentos interessantes que os bocainenses mais antigos contavam. E em 1992 surgiu a idéia de escrever um livro.

Em 1993, por intermédio do filho do fundador do primeiro jornal impresso de Bocaina, o autor conseguiu ter acesso a todos os jornais de Bocaina desde 1901 até 1947. Os fatos mais importantes da cidade, como instalação de água e esgoto e também casamentos e mortes, estavam aregistrados nesses jornais. Os jornais ajudaram o autor a levar adiante a idéia de ter um livro com a história de Bocaina e também a confirmar alguns relatos. “Os jornais antigos me ajudaram muito. Com eles pude confirmar algumas histórias que eu tinha coletado e também tive acesso a muita coisa eu ainda não sabia”, diz Furlaneto.

A desaparecimento de documentos históricos importantes de Bocaina atrasou a conclusão do livro. Segundo o autor, uma parte da história da cidade foi para o lixo ou acabou perdida por descuido. “Havia um obelisco no centro do largo da Igreja Matriz de Bocaina com todos os documentos da cidade enterrados; fizeram uma reforma e os documentos simplesmente sumiram. Sem contar que houve um incêndio na Igreja Matriz que destruiu metade dos documentos que estavam no prédio”, relata o escritor.

Para a professora de História da Escola Estadual Capitão Henrique Montenegro, Maria Cecília Morales Gonçalves, ter a história de Bocaina documentada é importante para as novas gerações conhecerem Bocaina e evitar novas perdas. “A História é perpétua, o que está escrito ninguém pode apagar; em um livro com a história de Bocaina as novas gerações poderão ter acesso a ela e as perdas históricas serão minimizadas”, diz a professora.

O autor não contou com nenhum patrocínio ou ajuda financeira para a conclusão do livro; todas as despesas foram pagas com o seu próprio dinheiro. A divulgação do livro também ficou por conta de Furlaneto. Em um mês, o livro “Uma cidade e um pouco da sua História” vendeu cerca de 400 cópias. Cada exemplar custa R$ 20 e o interessado pode entrar em contato com o próprio autor.

O agora escritor e historiador Walmir Furlaneto é natural de Bariri, mas sua família se mudou para Bocaina quando ele tinha apenas um ano de idade. A única formação de Furlaneto é Técnico em Contabilidade, porém desde cedo gostou de ler e de jornalismo. Entre 1992 e 1998, Walmir trabalhou no "O Jornal de Bocaina". Após ter trabalhado no jornal, Furlaneto atuou como bancário no Banespa, onde se aposentou.

Mesmo trabalhando em banco, Furlaneto nunca se desligou do jornalismo; escreveu matérias para os jornais de Jáu e Bocaina. Quando completou 60 anos morando em Bocaina, Walmir Frulaneto ganhou o título de cidadão bocainense. Ele é o fundador do jornal "A Tribuna de Bocaina".

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/